14 março, 2016

The Walking Dead (3º Temporada) [Série]


Continuando a maratona TWD eis que cheguei na temporada que mais gostei dentre as que vi até agora, em parte pela grande evolução de determinados personagens, e em outra, pelo aparecimento de um vilão marcante na série. Para conferir a resenha das temporadas anteriores, clique aqui.

The Walking Dead (3º Temporada)



Sinopse: Depois que os mortos invadiram a fazenda, os sobreviventes peregrinam por alguns meses procurando por abrigo, até que encontram proteção atrás das grades de uma prisão abandonada. Porém, a paz conquistada não dura muito tempo, pois o novo abrigo dos sobreviventes desperta a inveja do primeiro grande vilão da série: o Governador, sádico líder de uma comunidade não muito longe dali chamada Woodbury.
Agora o grupo de Rick deverá lutar para defender seu novo lar e suas vidas.
Gênero: Drama, ficção, terror, zumbi, thriller
Ano: 2012- 2013
Nº de Episódios: 16
Onde Encontrar: Melhores Torrent Brasil 

Aviso: Para quem não conferiu a temporada anterior, há possíveis spoilers aqui!


Após o fim da segunda temporada, a terceira inicia-se alguns meses depois do grupo ter saído da fazenda, Lori está no último mês de sua gestação e claro, é necessário encontrar um lugar para que a moça possa ter sua bebê. Finalmente, o grupo se depara com um possível novo lar, uma prisão abandonada e então, decidem fazer dali sua nova casa. Entretanto, a estadia não é tranquila e um acontecimento inesperado coloca os nervos de todos à flor da pele.



Ainda tendo que lidar com o acontecimento acima, o grupo descobre que há prisioneiros que ficaram naquela prisão por um tempo, uma confusão ocorre e os únicos que são permitidos ficar no novo lar do grupo são os detentos Axel e Oscar, ambos acabam se aliando ao grupo de Rick tempos depois. Desdobramentos chocantes não param de acontecer, mas o principal, sem dúvidas é a morte de determinado personagem (se preparem!). P.S.: Achei a cena chocante. 
Sinceramente, não sabia que se ficava com pena do Carl ou da Maggie.



Enquanto isso, Andrea (lembram dela? Pois é, finalmente consegui ter uma opinião definitiva sobre a criatura, falarei sobre isso mais à frente) e sua nova amiga Michonne (a poderosa com espada) acabam indo parar em Woodbury, uma comunidade liderada pelo até então, normal e boa pessoa (na verdade, maluco/pirado) , Governador.




Lá, Andrea reencontra Merle que agora é o braço direito do líder (o lunático irmão do Daryl, lembram?), o personagem que eu pouco tinha dado importância na primeira temporada aparece aqui para me matar de raiva. Michonne logo nota que há algo estranho com o Governador, então decide ir embora, mas a Andrea burra decide ficar. Ao perseguir Michonne, Merle acaba sequestrando Glenn e Maggie (tá explicado o porquê de eu tê-lo odiado, certo?), um grande conflito ocorre e a partir daí, Rick e o Governador tornam-se inimigos declarados.


As tensões entre os grupos só aumentam, Andrea tenta ajudar nas negociações, afinal, pertenceu ao grupo de Rick em outro momento, entretanto, sua boa vontade não é suficiente para amenizar a situação. Para saber mais só vendo a temporada /haha.
  • Considerações Importantes (Possíveis spoilers, estão avisados)
A introdução de novos personagens trouxe uma maior expectativa, não só os detentos, mas também o grupo recém chegado onde estão Tyreese e sua irmão Sasha (que eu suponho, terão maior destaque na próxima temporada) e claro, o Governador realmente me empolgou. 


Os mais que conhecidos do fandom também não deixaram a desejar e vale muito a pena citar a evolução de:

- Carl: o garoto me surpreendeu com tamanha a frieza em um determinado momento, demonstrando que há tempos ele deixou de criança, o que por um lado me preocupou, afinal, em um mundo onde não há regras, a humanidade de uma pessoa pode desaparecer desde muito cedo, e esta foi a função do Carl nesta temporada, transparecer isto. 


- Daryl: Ver o "olhinhos lindos" tão determinado a cuidar do recém -pequena durona chegado ao grupo me fez superar as expectativas que tinha com o personagem. Desde o início da série, eu já estava de olho no rapaz e ele não me desapontou. Apesar de em determinada hora, se encontrar em um dilema, pois seu irmão não facilitou as coisas pra ele, Daryl demonstrou também uma considerável evolução e para melhor, o que me fez adicioná-lo na minha lista de personagens preferidos da série. Sobre o Merle: apesar de ele ter aguçado minha vontade de matá-lo (ele foi mexer logo com um dos meus amados da série, olha o perigo!), considero que o personagem em uma determinada ocasião tomou uma decisão que o fez se redimir mesmo que minimamente de muitas das merdas (perdoem o palavreado) que ele já fez, não mais, seu fim foi mais que justo. P.S.: Coitado do Daryl!


- Rick: E o que dizer do protagonista que foi, sem sombra de dúvidas, o personagem que mais oscilou nesta temporada? Rick passou por um momento muito difícil e isso o devastou completamente, chegando ao ponto de perder o controle de si próprio. Entretanto, senti que isto foi uma ótima jogada dos roteiristas, seria completamente estranho se depois do que ocorreu, Rick continuasse tão igual ao que era antes. As mudanças que ocorreram em sua personalidade provam que o ser humano, é um amontoado de sentimentos que quando estão em um nível alto de desordem acabam resultando em um stress nada legal, ainda mais, em um mundo apocalíptico. P.S.²: Preparem-se para ver o cara surtado das ideias. E palmas para o Andrew que sinceramente, me conquista com sua atuação a cada episódio. 

- Glenn: Desde a primeira temporada que eu já tinha listado o asiático de plantão como um dos meus personagens preferidos. E, após esta temporada estou muito mais apaixonada pelo coreano . O personagem evoluiu enormemente aqui, demonstrando quão esperto e forte é. O moço passou maus bocados por causa do Merle, entretanto, ainda assim, provou seu grande valor. Foi também muito interessante acompanhar a evolução na relação dele com a Maggie (que também me surpreendeu muito em determinados momentos, a moça é realmente uma personagem feminina muito forte), os dois tiveram momentos muito tensos que acabaram marcando ambos de formas profundas. Com tudo que aconteceu, Glenn apresentou uma fúria não vista anteriormente, o que foi normal após tudo que teve que enfrentar, o rapaz também precisou em determinada ocasião assumir o posto de líder do grupo, mostrando que tem potencial para isso no futuro.  P.S.³: Nesta temporada, foi possível perceber que possivelmente o boné de beisebol será abandonado futuramente, um passo enorme para o personagem, concordam?

Vale mencionar personagens como; Beth: que exerceu uma grande função (lembram que na resenha da segunda temporada eu meio que estava definindo o propósito da moça na série? Está aqui a resposta!) auxiliando nos cuidados com a pequena durona recém chegada; Michonne: que desde a primeira cena já demonstrou um enorme potencial que merece ser explorado nas próximas temporadas; Hershel: que com maestria soube vencer uma dificuldade, sendo um apoio a determinados personagens em muitas ocasiões; Carol: a personagem que pouco me cativou nas temporadas anteriores, está subindo no meu conceito. A mãe da inútil Sophia finalmente demonstrou sua utilidade e está se fortificando cada vez mais, creio que será muito interessante acompanhar sua evolução na série. 
E claro, não poderia esquecer da Andrea, desde o início eu tinha uma birra com a personagem e isso não mudou completamente nesta temporada, a criatura tinha boas intenções em muitos momentos, mas sinceramente, não posso mentir, na verdade, ela era uma das personagens que eu torcia para que sumisse, evaporasse da série (SPOILER: Mas acreditam que não fiquei feliz, quando ela finalmente morreu? Pelo contrário, até fiquei meio triste: FIM DE SPOILER). A questão é que a personagem teve seu espaço na trama,e isso é fato. 
  • Conclusão
Os desdobramentos desta temporada foram surpreendentes, personagens deram adeus a trama de maneira dramática, comovendo em suas despedidas. Apesar de eu achar que em comparação as anteriores tivemos pouco ação, a trama evoluiu bem e com o surgimento de um novo vilão, expectativas estão brotando sem parar. Como os roteiristas são espertos deixaram para concluir essa guerra entre os grupos apenas na próxima temporada (que claro, trarei resenha ^^), e já imagino o que pode estar por vir. Vale ressaltar que esta temporada é mais voltada para uma reflexão, os acontecimentos que surgem vão marcando os personagens, trazendo conflitos internos que são bem explorados e demonstrados ao telespectador. Em um mundo onde cada ser humano pode reger suas próprias regras sem se preocupar com leis pré existentes, controlar a fúria, medo, e o sentimento crescente de vingança é uma verdadeira batalha. Manter a humanidade, a definição clara de certo e errado é algo muito mais difícil do que lidar com zumbis.

Para terminar, deixo abaixo a melhor cena desta temporada: Glenn evoluiu muito nesta sequência, e dentre as cenas que mais demonstraram suas capacidades, sem dúvidas, a que mais definiu a força e potencial do personagem foi esta:


Em breve, resenha da quarta temporada da série, aguardem!
Até a próxima! Beijos :*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião também é importante. Comente! (:

Compartilhe