31 maio, 2016

~KPOPANDO: Maio


E maio chega ao fim com uma quantidade assustadora de singles - alguém mais com medo do que junho trará? Sério pessoas, eu realmente já estava cansada de tanto vídeo em um único mês e claro, da infinidade de escravos cantores da SM lançando música. Confiram abaixo! 



FIRE - BTS




E quem iniciou os comebacks de maio foram os garotos à prova de balas - aqueles que atiram no fandom a cada single lançado. Fire traz um Bangtan totalmente de volta aos primórdios badass, porém com grande melhoria. Eu nem sei o que comentar desse musicvideo. Foi o tipo de comeback que me deixou sem palavras - literalmente - e fora os surtos (a)normais em relação a coloração do cabelo do Jin - eu fiquei super calma - no chão - mas fiquei. Eu senti aquele BTS da era We are Bulletproof e Boy in Luv, aquele sem teorias suicidas, apenas com as músicas badass arrasadoras. Palmas pra esses meninos! P.S.: Foco no cabelo do Jin, pelo amor dos Céus! <3 ALIÁS, FOCO EM TUDO! P.S.²: Confiram o dance practice clicando aqui!

25 maio, 2016

Glory Day (One Way Trip) [K-Movie]


E iniciando a lista de filmes que há tempos queria conferir mas não conseguia por falta de tempo -dilema de uma universitária- eis que o escolhido foi Glory Day. E.QUE.FILME.FOI.ESSE? É aquele típico título que eu decidi conferir apenas por causa de determinados atores (Suho e Ji Soo) e acabei totalmente surpreendida com tudo que o filme me fez sentir. E é repleta de sentimentos que venho resenhar este maravilhoso filme.

Glory Day



Sinopse: O filme conta a história de quatro amigos que fazem uma viagem antes de um deles entrar no exército. Durante a viagem, algo surpreendente acontece e muda o rumo de todas as suas vidas. (Fonte: Exo Planet)
Títulos: Glory Day, One Way Trip
Gênero: Drama
Ano: 2016
Onde Encontrar: Exo Planet (online e download)


Então, estou aqui tentando organizar os pensamentos para poder descrever tudo que este filme me fez sentir. Glory Day é simplesmente incrível pois começa parecendo ser um filme simplório e no geral, ele é. Porém, a simplicidade de todo o filme é justamente o motivo dele ser tão incrível. Eu não sou do tipo manteiga derretida - quem for assista ao filme com lenços do lado - então quando eu digo que um filme quase me fez chorar é porque ele realmente me comoveu. Além de uma trama dramática, One Way Trip conta com um elenco que soube emocionar em cada cena, daí é impossível não se envolver com a história. A trama inicia-se com os quatro amigos se reunindo, um de cada vez eles vão se encontrando com os outros para assim seguir viagem para Pohang. 
O motivo da viagem é o alistamento do jovem Sang Woo (Suho), o qual pretende tomar um rumo na vida para evitar preocupar sua única parente, sua avó, a qual preocupa-se desesperadamente em ganhar dinheiro para proporcioná-lo uma boa vida. 
Assim, os quatro se reúnem fugindo até mesmo de seus próprios pais, como no caso do Ji Goong (Ryu Joon Yeol) que literalmente foge de casa e do jogador de beisebol, também fugitivo, Doo Man (Kim Hee Chan). Todos seguem viagem na van do Yong Bin (Ji Soo) sem nem imaginar que esta viagem definitivamente mudaria suas vidas para sempre.

18 maio, 2016

Signal [K-Drama]


E finalmente trago resenha de um dos melhores doramas do ano - sei que a blogueira aqui está meses atrasada para comentar, mas peço que perdoem essa demora, certo!? - um dos títulos que com certeza merece lugar na sua lista doramática. E se você quer fugir dos clichês e conferir uma trama nova, original e bem elaborada, eis aqui uma ótima dica.

Signal



Sinopse: Um detetive do presente e um do passado se comunicam através de um walkie-talkie para resolver casos que nunca foram solucionados.
Gênero: Investigação, crime, policial, mistério, suspense, thriller
Nº de Episódios: 16
Ano: 2016
Onde Encontrar: DramaFever (online), UrameshiDowns (download)

Signal traz uma trama totalmente inovadora, a qual não vemos sempre por aí no mundo doramático e justamente por este motivo, creio que deve ser recomendado sem nem se pensar duas vezes. Como este é um dos meus queridinhos do ano - junto com Descendants of the Sun e Moorim School - optei por fazer a resenha separando por tópicos todos os motivos que fazem deste dorama obrigatório lista de qualquer doramático:

1) Roteiro inovador, inteligente e surpreendente

E claro que o motivo principal, o qual faz Signal valer cada hora assistida é o roteiro. A trama conta a história de um detetive chamado Lee Jae Han que começa a se comunicar com outro detetive chamado Park Hae Yeong através de um walkie-talk. Sendo que o Park Hae Yeong está no tempo que seria o futuro do Lee Jae Han, entenderam? Não? Calma! A blogueira explica! O detetive Lee está no passado e o Hae Yeong no presente, na verdade, um futuro, pois sua época de acordo com o calendário está 15 anos a frente da "época" do Lee. Pois bem, é meio complexo mas é isso mesmo. Ambos começam a se comunicar, resolvendo casos que até então estavam sem solução no atual ano do detetive Park. Porém, ao começarem a compartilhar informações um com o outro - sempre às 23:23 - ambos, alteram situações em suas respectivas épocas. Afinal, interferir no tempo de uma maneira como essa, lógico que modificaria acontecimentos, inclusive, as vidas das pessoas envolvidas. Ao decorrer dos episódios, o telespectador passa a entender qual era a ligação entre todos os casos retratados e claro, o que os dois detetives tem em comum. A trama torna-se cada vez mais envolvente, fazendo com que você fique praticamente desesperado para descobrir o que há por trás de todo o mistério principal e também, torcendo loucamente para cada um dos protagonistas. O mais interessante é que a história é contada em ambas as épocas, na época do detetive Lee e 15 anos depois com o Park, o que torna tudo mais compreensível para quem assiste considerando que os casos são investigados em ambos os "tempos".

14 maio, 2016

PAUSE: Abril


Finalmente trago a PAUSE de abril! Atrasadíssima, mas tá valendo né?! O que posso adiantar é que temos muitas surpresas comparando com o mês anterior, eis aqui uma playlist que realmente grudou no meu cotidiano. Confiram a lista da Jusley do blog Louca por Viver e continuem lendo o post!


1) Em primeiro lugar a OST que grudou na minha vida: Once Again - Kim Na Young & Mad Clown. Descendants of the Sun acabou - estou morrendo de saudades desse dorama - mas a trilha sonora continua marcando presença na minha playlist!



♫ Irei te ver novamente?
Estou na frente do destino...
Isso é um sonho que não conseguimos acordar?
Você está ficando mais longe e eu não pude falar...
Mais uma vez
Eu te amo
Do fundo do meu coração!
Não me deixe chorar! 


10 maio, 2016

The Walking Dead (5º Temporada) [Série]


Mais uma resenha de temporada de uma das séries mais famosas da atualidade, a única que conseguiu me fazer sentir vontade de retornar a esse mundo de "séries" após quase 3 anos longe, devido a enormes desilusões (culpa de Sobrenatural, Grey's Anatomy, The Secret Circle). Antes, aviso: possíveis spoilers para quem nunca assistiu a série estão neste post e para conferir as resenhas das temporadas anteriores clique aqui.

The Walking Dead (5º Temporada)



Sinopse: O mundo que conhecíamos não existe mais. Uma epidemia de proporções apocalípticas varreu o mundo fazendo os mortos levantarem e se alimentarem dos vivos. Em questão de meses, a sociedade se desintegrou. Em um mundo dominado pelos mortos, somos forçados a finalmente começar a viver.
Gênero: Drama, ficção, terror, zumbi, thriller
Nº de Episódios: 16
Ano: 2014- 2015
Onde Encontrar: Melhores Torrent Brasil


Considero esta uma das melhores temporadas, principalmente pelo fato de que me trouxe muitas surpresas e considerando tudo que já aconteceu nesta série, ainda conseguir me surpreender é um tanto quanto surreal (geralmente após tantas temporadas, eu já estaria desanimada). Afinal, muitas séries ao decorrer das temporadas vão decaindo (e acreditem, eu entendo isso) e se tornando uma cha.ti.ce. Porém, TWD está conseguindo manter, no mínimo, o meu interesse e isso já é um feito importante.


Após os acontecimentos da temporada anterior, o grupo se reencontra na comunidade denominada Terminus, entretanto o que lhes poderia ser um lar, é na verdade, mais uma emboscada perigosa que acarreta em uma sucessão de eventos perigosos. Mas um grande conflito ocorre e só depois, todos (na verdade, quase todos) conseguem se reunir e decidem deixar a comunidade para trás e assim continuar a jornada. Porém, os nossos queridos personagens acabam enfrentando grandes problemas, sem suprimentos e até mesmo munição, a dificuldade aumenta cada vez mais, entretanto, os sobreviventes não desistem e continuam caminhando em busca de um lugar que possam chamar de lar. Em uma de suas longas caminhadas o grupo se depara com um padre chamado Gabriel (nem vou comentar sobre a inutilidade deste personagem) que os recebe em sua igreja. O grupo se acomoda, porém, uma questão ainda precisava ser resolvida. Então, mais uma vez, o povo se divide.

08 maio, 2016

Death Note [Anime]


Baseado no mangá de mesmo nome (para lê-lo, clique aqui), DN é um daqueles animes clássicos que são tipo obrigatórios na lista de qualquer otaku presente na sociedade. Com uma trama inteligente, o anime foi um sucesso e claro, é mais que merecedor de ter resenha aqui no blog, por isso, trago hoje esta ótima recomendação:

Death Note



Gênero: Mistério, policial, investigação, thriller
Nº de Episódios: 37
Ano: 2006 - 2007
Onde Encontrar: Animakai
Sinopse: Um aluno de ensino médio sai em uma aventura secreta procurando matar criminosos pelo mundo depois de descobrir um caderno com nomes de suas vitimas.

Yagami Raito é um estudante do ensino médio que considerava sua vida tediosa até encontrar um caderno denominado Death Note. Ao tocá-lo passa a enxergar um ser de outro mundo, na verdade, um deus Shinigami (um deus da morte) que o conta as regras de uso do caderno. Raito então descobre que agora é possuidor de um poder sobrenatural, o humano cujo o nome seja escrito na página do Death Note morrerá, com esta oportunidade, ele então decide acabar com cada criminoso na face da terra. Ao dar início a esta eliminação em massa dos bandidos, o moço chama a atenção da polícia (não seria nada normal todos os bandidos começarem a morrer do nada, certo?) e com isso, uma equipe é formada para tentar encontrar este justiceiro oculto, o qual se tornou conhecido como Kira. As investigações começam sobre o comando de L, um detetive famoso que já trabalhou anteriormente com a polícia japonesa e se tornou conhecido por sua incrível inteligência. L e Kira então, começam a se confrontar, mas não fisicamente, e sim intelectualmente. Como eu disse, Death Note é um anime inteligente e ambos os protagonistas aqui, te mergulham em uma verdadeira trama bem elaborada. De um lado, Kira julgando como se fosse um deus todos os que cometem crimes, do outro, L, que não acha justo um ser humano aplicar punição com suas próprias mãos. 
Façam suas apostas e descubram quem irá ganhar esta guerra conferindo o anime!

02 maio, 2016

Orange Marmalade [K-Drama]


Após ler o manhwa (veja resenha dele aqui), o qual curti muito, não poderia deixar de ir conferir a adaptação coreana do mesmo. Comecei a ver o dorama totalmente empolgada, principalmente pelo fato de ter sido tão cativada pelos quadrinhos, empolgação essa que foi me abandonando ao decorrer dos episódios (especificamente após o quarto), o que resultou em uma grande vontade de abandonar o drama, mas como sempre confiro a história até o final - mesmo que esteja uma droga - após dias tentando terminar, finalmente consegui, e nada mais justo que trazer uma resenha desta experiência.

Orange Marmalade



Sinopse: Embora os humanos e os vampiros tenham assinado um tratado de paz há 200 anos atrás, ainda há muito mal entendido e animosidade entre esses dois grupos na nossa sociedade moderna. Pelo receio da discriminação, Baek Ma Ri tem se esforçado a andar por aí escondendo sua verdadeira identidade como vampira. Mesmo que ela queira somente se estabelecer na nova cidade e levar uma vida tranquila, seu desejo de viver anonimamente vai por água abaixo quando ela obtém a atenção de Jung Jae Min , o garoto mais popular de sua nova escola.
Gênero: Romance, fantasia, vampiro, idol, música
Nº de Episódios: 12
Ano: 2015
Onde encontrar: Dopeka (online), Kingdom Fansubs (download)

Não considero que o dorama ficou extremamente ruim, mas poderia ter sido muito melhor, o fato de eu ter criado tanta expectativa devido ao manhwa, foi o culpado por ter me decepcionado com a adaptação. Sou chata quando vejo algo que é baseado em uma determinada obra já existente, concordo que mudanças devem ser feitas (já até falei isso em outras resenhas aqui no blog) mas quando a essência da trama é alterada ou simplesmente deixam de fora, situações, acontecimentos, marcantes do original, para mim, perde todo o sentido.

Orange teve muito disso, muitas cenas que esperei ver no dorama, simplesmente foram desprezadas - :/ fiquei muito chateada - porém, apesar de eu literalmente ter que reunir paciência para conseguir terminá-lo (principalmente por causa daquela volta no tempo insuportável), considero que nem tudo foi ruim, por isso, achei melhor para esse post dividi-lo em tópicos:

1) O que gostei em Orange Marmalade:

  • Atuações : Jin Goo + Jong Hyun + Seol Hyun + Eun Hye


Quando soube os atores que interpretariam meus queridos personagens do manhwa, aprovei de primeira, pelo simples fato de estarem parecidos fisicamente com os quadrinhos. Algumas características foram fiéis e acabaram me surpreendendo.


- Jung Jae Min (Yeo Jin Goo)


Acompanho este ser desde I Miss You, o moço é um ótimo ator (acreditam que ele ainda nem tem 20 anos?) e mais uma vez brilhou atuando. Jae Min é um garoto popular em sua escola e que após uma certa ocasião em que a Ma Ri o surpreende, passa a ficar intrigado com a garota e persegui-la, consequentemente, se apaixona por ela.


Compartilhe