Menu

~KPOPANDO: Dezembro


Último post do ano! Antes de tudo quero deixar aqui registrado que estou muito feliz pois fechamos 2017 com todos os doze posts correspondentes a cada mês do ano publicados, alguns saíram atrasados mas o que importa é que todos estão disponíveis para vocês. Confiram os singles que fecharam o kpop deste ano!


LIP & HIP - HYUNA



O retorno da Hyuna foi visualmente atrativo mas, ao menos para mim, o single em si não cativou. Não achei a música ruim só não foi O single que me faz querer adicioná-lo imediatamente na minha lista, não sei explicar, só sei que Lip & Hip é uma faixa que não me fez sentir Aquela presença que a cantora geralmente apresenta em suas canções. Quem sabe no próximo comeback seja diferente... E vocês o que acharam desta faixa?
~A família tradicional coreana choraa~

Mad Dog [K-Drama]


Finalmente consegui um tempinho para vir comentar sobre um dos doramas que mais curti na temporada anterior, não foi um dos meus surtos do ano, mas conseguiu me deixar ansiosa semanalmente por novos episódios. Fãs de Lookout cheguem mais e deem uma chance a este título aqui, que apesar de ser mais "light"  consegue ser tão interessante quanto.


Sinopse: Choi Kang Woo é um ex-investigador que agora trabalha para uma seguradora. Ele lidera uma equipe de investigadores altamente especializados chamada ''Mad Dog'', que tenta revelar os casos de fraudes de seguros.
Gênero: Crime, Investigação, Thriller, Romance
Nº de Episódios: 16
Ano: 2017
Onde Encontrar: Kingdom Fansubs (download/online); Viki (online)

- Enredo

A trama inicia apresentando a equipe Mad Dog formada por Choi Kang Woo, Jang Ha Ri, Leopardo e Noo Ri, os quais trabalham investigando casos que possam ser fraudes de seguro, então se eles desconfiam de determinado caso, investigam por meios não oficialmente legalizados para descobrir se este é uma fraude ou não. Posteriormente falarei de cada membro da equipe, por agora irei focar apenas no enredo certo?! Pois bem, a equipe Mad Dog se depara com um caso de desabamento de um edifício comercial, consequentemente com um empregado da construtora responsável pela papelada de construção do edifício, um coreano nacionalizado alemão recém-chegado à Coreia do Sul chamado Kim Min Joon. Tanto a equipe Mad Dog quanto Min Joon tentam provar através de seus próprios argumentos o que acham que fez o edifício desabar, e em meio a esta disputa, o chefe da equipe, o Kang Woo e Min Joon fazem uma aposta. Min Joon quer como recompensa o cargo de chefia da Mad Dog e Kang Woo movido por raiva momentânea aceita o trato. O que ele não esperava era que Min Joon estaria correto - e isso não é spoiler, acontece nos primeiros episódios - conseguindo provar através das leis da física - as quais eu aceitei por se tratar de ficção mas um amigo meu discordou totalmente - que a culpa não era da Construtora e assim conseguindo a Mad Dog para si. Isso não deixa nenhum dos integrantes da equipe contentes, tampouco o ex-chefe Kang Woo, além disso, Min Joon guarda motivos secretos, os quais foram a verdadeira razão  para que ele quisesse esta equipe de investigação, mas isso só saberão ao ver o dorama. Além de que, ainda nos primeiros episódios a trama mostra que não seria apenas um caso de equipe investigativa tentando descobrir fraudes de seguros, algo muito mais obscuro seria abordado e isso foi uma das coisas que mais gostei na trama. Falando basicamente, trata-se de um acontecimento que ocorreu dois anos atrás, a queda de um avião que matou a família do Choi Kang Woo e muitas outras pessoas, e o culpado da tragédia é o irmão mais velho do Min Joon, o copiloto Kim Bum Joon que simplesmente teve um surto psicológico pois sofria de depressão e derrubou o avião. Então já podem perceber que tem treta pois Kang Woo culpa o irmão do Bum Joon e o aparecimento de Min Joon o faz remexer as feridas ainda não cicatrizadas e como o garoto está aproveitando a boa vida e usando o dinheiro do seguro, aparentando não ligar para o que o irmão fez, os dois entram sempre em conflito. 

***

Em termos básicos é isso, porém, entretanto, todavia, acreditem quando digo que a treta não é tão simples assim e ao decorrer dos episódios vamos descobrindo aquela conspiração maravilhosa que insiste em aparecer nos doramas coreanos e que eu, particularmente, amo acompanhar. O ritmo da trama é excelente, não se trata de um dorama de ação, temos algo que tende mais a ser do tipo enredo investigativo mas com um jeitinho bem característico para desenrolar os acontecimentos, além de possuir personagens extremamente cativantes que fazem valer a pena cada segundo assistido. Sério, amei Mad Dog e apesar dele não ter sido um surto na minha vida este ano tipo como o que aconteceu com Age of Youth 2 e o próprio Lookout, ele me agradou muito e foi maravilhoso acompanhá-lo semanalmente.

Kimi no na wa [Anime]


Olha, eu mereço um puxão de orelha por não ter ido assistir esta animação antes. Kimi no na wa entrou na minha lista tempos atrás, ainda em meados de 2016 mas a blogueira aqui não teve a decência de ir conferir o título no mesmo ano, agora ela sabe tudo que perdeu e se arrepende disso, e não quer que façam o mesmo. Pois bem, só acho que enquanto vocês leem a resenha já deveriam estar com outra aba aberta aí para poder fazer o download desse anime, ou simplesmente, conectando a netflix...



Sinopse: Mitsuha é uma colegial que vive no interior e quer viver na cidade porque ela está cansada da vida no campo. Taki é um estudante do ensino médio que vive em Tóquio com seus amigos enquanto trabalha em um restaurante italiano. Ele também tem um forte interesse em artes plásticas envolvendo arquitetura. Um dia, Mitsuha sonha que é um homem jovem e Taki sonha que é uma estudante que vive no campo. Qual é o segredo por trás de seus sonhos?
Gênero: Drama, Romance
Ano: 2016
Onde Encontrar: Netflix Brasil (online), Animes Vision (online), Central de Animes (online/download)

Como eu gostei MUITO deste filme eis que lhes darei no post 2 motivos (Sim. Apenas dois são mais do que suficientes!) que farão vocês terem certeza de que vale a pena parar em frente à tv/celular/computador/ umas 2 horas de suas vidas para poderem conferi-lo. Leiam!

1) Enredo: Kimi no na wa é uma história sobre troca de corpos, foge do clichê e é incrivelmente surpreendente!

Kimi no na wa conta a história de dois jovens, uma garota chamada Miyamizu Mitsuha que mora em um povoado mas sonha em poder ir para Tóquio, viver em uma cidade grande e deixar o tédio de lado. E um garoto estudioso chamado Tachibana Taki, o qual mora em Tóquio com o pai, tem uma boa relação com seus dois melhores amigos e um trabalho de meio período em uma restaurante para alta classe social. Certo dia, Taki acorda e percebe que algo estranho está acontecendo, ele está preso no corpo de uma garota que jamais vira na vida, porém ele sente como se esta situação fosse apenas um sonho, então o vivencia da forma como acha que deveria fazer em qualquer outro sonho. Assim como ele, Mitsuha acorda também presa ao corpo de um garoto desconhecido, e é como se esta experiência fosse um sonho daqueles que temos todas as noites, mas que ao acordamos, simplesmente esquecemos. E como devem ter percebido, o sonho na verdade é real, Mitsuha e Taki estão trocando de corpo por motivo desconhecido, algumas vezes na semana eles acordam um no corpo do outro e não conseguem entender o porquê mas sabem que precisam tomar cuidado com suas ações para que não estraguem a vida um do outro. Então, eles decidem criar regras sobre como devem se comportar para não atingir a "imagem" um do outro, mantendo também um registro sobre o que fizeram nestes dias em que estavam nos corpos trocados. 


The Best Hit [K-Drama]


Nem sempre a gente fica totalmente satisfeita com um dorama, não é? Pois bem, hoje venho comentar sobre um título que, de certo modo, me decepcionou, mas deixo bem claro que é apenas a minha humilde opinião, então pode ser que vocês tenham amado este enredo... Porém como sempre sou sincera nas resenhas decidi comentar tudo que gostei e desgostei em The Best Hit, vamos lá trocar opiniões?!


Sinopse: Yoo Hyun Jae é um membro de uma banda popular. Ele tem muitos fãs e é conhecido por seus escândalos. Enquanto isso, Lee Ji Hoon é um aspirante a cantor. Ele finge estar estudando para seu exame de funcionário público, mas ele está realmente lutando para se tornar um ídolo.
Gênero: Comédia, Romance, Drama, Fantasia
Nº de Episódios: 32 (aproximadamente 30 minutos cada um)
Ano: 2017
Onde Encontrar: Kingdom Fansubs (download/online), DramaFever (online), Fighting Fansub (online/download)

- Enredo

A trama gira em torno de Yoo Hyun Jae, um cantor popular da década de 90 que ao lado de seu parceiro musical, Young Jae formava uma dupla de enorme sucesso, a J2. Hyun Jae é um talento e fez um enorme sucesso, chegando até mesmo a ofuscar seu parceiro de equipe, além de colecionar escândalos na carreira. Em uma certa noite de 1993, um tufão atinge sua cidade e quando Hyun Jae está saindo de seu apartamento, acaba sofrendo um acidente - um tanto quanto bizarro e ilógico - e com isso, acaba pulando 20 anos para o futuro. Isso mesmo, o acidente o faz viajar no tempo. Ao chegar em uma nova época é atropelado por um grupo de jovens e a partir daí viveria inúmeras confusões, e além de perceber sua viagem no tempo, Hyun Jae descobriria o que aconteceu com as pessoas que conhecia no passado, bem como com ele mesmo no ano de 1994. O grupo de jovens que o Hyun Jae encontra posteriormente passam a ser seus únicos amigos na época atual, e como ele decide não contar de sua ilógica viagem no tempo, finge que perdeu a memória, o que obriga os jovens a "cuidarem" dele por um tempo. O grupo é na verdade, um trio, formado pela Choi Woo Seung, uma moça determinada que estuda por horas todos os dias e sonha em ser funcionária pública; o Lee Ji Hoon, um garoto gentil que sonha em se tornar cantor mas é obrigado a esconder isso do pai que não aceita o fato dele querer ser idol e o Drill (o Broca), melhor amigo do Ji Hoon e que também tenta se tornar cantor. 
Esses três acabam ajudando o Hyun Jae sem saber que ele veio do passado e como a Woo Seung também está passando por dificuldades após descobrir que sua companheira de quarto estava mentindo para ela e saindo com seu namorado, ela decide se mudar, então o Ji Hoon diz que ela pode ficar no terraço da casa dele. Então, Ji Hoon, Drill, Hyun Jae e Woo Seung começam a morar juntos "no quarto" do Ji Hoon, na verdade um terraço que fica em cima da empresa do pai do Ji Hoon e do lado da padaria da família. Esses quatro juntos formariam um grupo muito divertido e carismático, e vivenciariam muitas confusões, o que se tornou um dos pontos da trama que me agradaram. Além do fato do enredo retratar a vida de jovens que sonham e buscam com muita determinação superar inseguranças e medos para conseguirem trilhar seus caminhos e construírem um futuro brilhante.

Hospital Ship [K-Drama]


A resenha de hoje é sobre um dorama médico, o qual me cativou e ao mesmo tempo, desanimou ao decorrer dos episódios. Pode-se dizer que este enredo teve seus altos e baixos, não sei o que vocês acharam de Hospital Ship, mas eu senti que a trama poderia ser beeem melhor. E vocês? Acharam isso também? Desde já, os convido para comentar e assim trocarmos opiniões, vamos lá!


Sinopse: Esse drama retrata a história de jovens médicos que prestam serviço médico para os moradores de uma ilha através de um navio/barco.
Gênero: Médico, Drama, Romance
Nº de Episódios: 40 (aproximadamente 30 minutos cada)
Ano: 2017
Onde Encontrar: Kingdom Fansubs (download/online); DramaFever (online)

- Enredo

Hospital Ship conta a história de médicos que prestam serviço em um navio hospital, navio este que visita ilhas isoladas, permitindo assim que estes médicos examinem e tratem dos habitantes destas ilhas. Tudo começa quando a médica cirurgiã renomada Song Eun Jae é transferida para este navio hospital devido a um evento específico, lá ela assume a posição de cirurgiã do navio, sendo a única da tripulação capaz de realizar cirurgias de emergência. Além da tripulação que toma conta da parte física do navio, reparos nele e etc, temos também o grupo que constitui a equipe médica, a qual é responsável por tratar dos pacientes. O navio hospital funciona basicamente como uma clínica médica, servindo para consultas ao dentista, clínico geral, realização de exames e até mesmo, consultas com médico especialista em medicina oriental, sendo a acupuntura um dos ramos abordados na trama. Como podem perceber o dorama tem uns diferencias bem interessantes, e justamente por isso, eu pensei que seria uma trama médica boa de se acompanhar. Porém, acabei não curtindo completamente, sou fã de doramas médicos mas alguns pontos do enredo não me agradaram, e o enredo como um todo teve altos e baixos a meu ver. O ritmo bom não conseguiu ser fixo, alguns episódios tinham acontecimentos impactantes, interessantes e que conquistavam o telespectador, mas outros eram apenas, "normais". Ao decorrer da resenha apontarei os pontos negativos que me fizeram não curtir por completo o dorama mas também os positivos, os quais não me deixaram colocar o título na lista de droppados - a qual está pequena, e acho isso bem estranho! Hahah'.

~KPOPANDO: Novembro


E eis aqui a listinha com os lançamentos de novembro, teve de tudo um pouco, baladinhas românticas, integrantes versão cadáver, mocinhas assustando entregadores de pizza, uma parceria maravilhosa em um certo projeto que já deveria ter acabado e "microfone remix"... Confiram aí!


LIKE WE USED TO - THE ROSE



Por algum motivo que eu nem sei qual, eis que esta faixa entra na edição deste mês (sim, eu esqueci de panfletar os moços em outubro *cof cof*), quando o single sai entre o último dia do mês e o primeiro do próximo mês, fico confusa com o fuso-horário, gente. Pois bem, THE ROSE na minha mais humilde opinião não superou Sorry com esta faixa mas ela é legal sim e merece ser ouvida. Uma das coisas que mais gostei no vídeo é a fotografia em si, nada de anormal mas me encantou muito! <3

Hwarang [K-Drama]


Hoje venho comentar de um dorama que acabou me surpreendendo, não pela excelência mas sim pelo fato de ser o sageuk (drama histórico) menos sageuk que eu já vi! É claro que o título não foi de todo ruim, algumas coisas eu até gostei e vou tentar comentar aqui no post de maneira clara tudo que achei de bom e ruim.


Sinopse: Série de drama que retrata a história de Hwarang, um grupo de elite de jovens do sexo masculino durante o Reino de Silla.
Gênero: Histórico, Romance, Drama, Comédia
Nº de Episódios: 20
Ano: 2016/2017
Onde Encontrar: Kkulbeol Dramas (download/online), Viki (online), DramaFever (online), Kingdom Fansubs (download/online)

- Enredo

A trama de Hwarang pelo que me pareceu à primeira vista era para contar sobre o Rei Jinheung, claro que com toda aquela "licença poética" sobre os fatos históricos. Para quem não sabe, este rei foi importante na história da Coreia do Sul devido as suas conquistas e no início do dorama pensei que era este o caminho pelo qual a trama seguiria. Entretanto, o personagem do rei foi praticamente um secundário e o enredo focou-se na jornada de vida de outro personagem, o Sun Woo. Até aí tudo bem, afinal o erro seria meu por entender errado a premissa do título mas acabou que o desenrolar do drama não foi tão impactante e interessante quanto achei que seria. Não sou especialistas em sageuks mas todos os que tenho visto sempre possuem no enredo fortes tensões políticas, reviravoltas e muita, muita "treta", o que tivemos de menos em Hwarang. E este foi justamente o motivo de eu achá-lo apenas um dorama morno que poderia muito bem se passar numa época mais atual e não em período histórico. Apesar de tudo isso ter tornado o drama menos do que deveria ser, optei por observar os outros aspectos do enredo e até que gostei destes.

***

Após essa explicação sobre como o enredo não atendeu às minhas expectativas, posso comentar o que realmente você verá neste título. Segue-se a história de Sun Woo, um camponês que com seu melhor amigo Mak Moon chega à cidade de Silla em busca da família perdida deste. Porém, Mak Moon acaba vendo o rosto do Rei Jinheung, o sucessor do trono que tem se mantido escondido por ordem da rainha, então Mak Moon é assassinado. Sun Woo posteriormente assume a identidade do amigo para poder entrar na seleção dos Hwarangs, uma espécie de "soldados" que sob ordens da rainha serão o novo futuro de Silla. Sun Woo é aceito como hwarang e vê nesta oportunidade a chance de encontrar o Rei escondido e vingar a morte de seu amigo. Enquanto isso é obrigado a viver como um hwarang, passando por treinamentos teóricos e físicos, e aproximando-se cada vez mais da irmã de seu amigo morto, a Ah Ro. Em contrapartida, o rei escondido, Jinheung assume uma identidade falsa e passa a viver como o hwarang Ji Dwi para adquirir poder e provar para a rainha e a si mesmo que é capaz de assumir o trono.

PAUSE: Novembro


Iniciando dezembro, toquem os sinos! Eis que chegou a hora de comentar sobre as canções mais ouvidas pela blogueira aqui em novembro. Como perceberam, o ~KPOPANDO irá atrasar, tentarei terminar o post o mais rápido possível, então aguardem pacientemente, enquanto isso, vamos ouvir esta playlist, que tal?!


1) On a Day Like This - DRAIN. Quem acompanhou meu surto na resenha de Age of Youth 2, sabe que eu me apeguei loucamente a esta segunda temporada do dorama e sigo tentando superá-lo. Consequentemente, a OST dele grudou na minha playlist e olha, tá difícil sair, ouçam esse hino e aproveito para deixar minha forte recomendação, praticamente, uma intimação: Vão ver Age of Youth porque esse dorama é maravilhoso e duas temporadas não foram suficientes, aguardo confirmação da terceira! #AgilizaAíJTBC! 



♫ Em um dia como esse
Eu vou ficar com você
Sob o céu azul
Eu vou ficar com você (...)
A paisagem tremulante é
apenas nossa história
A tempestade que vem
Se tornou apenas outra música ♫

While You Were Sleeping [K-Drama]


E hoje finalmente consegui finalizar a resenha deste dorama, um dos meus favoritos do ano e da vida de dorameira. Olha, nem sei por onde começar a escrever esta resenha, só sei que provavelmente ela ficará um pouquinho talvez muito grande então não se assustem, okay?!


Sinopse: Nam Hong Joo é uma jornalista desempregada que vive com sua mãe e não se preocupa muito em encontrar uma ocupação remunerada. Em vez disso, ela passa seu tempo admirando e tietando Jung Jae Chan, um promotor público em início de carreira que está rapidamente ganhando notoriedade no meio legal. Quando Hong Joo começa a ter sonhos estranhos que mostram coisas ruins que podem acontecer em um futuro próximo, ela decide pedir ajuda a esse mesmo Jae Chan. Apesar de sentir incomodado pela presença da irritante Hong Joo, Jae Chan não tem outra escolha a não ser fazer tudo o que estiver ao seu alcance para impedir que esses pesadelos se tornem realidade. Será que essa dupla improvável conseguirá agir a tempo de salvar as vidas dessas pessoas?
Gênero: Romance, Sobrenatural, Thriller
Nº de Episódios: 32 (aproximadamente 30 minutos cada um)
Ano: 2017
Onde Encontrar: Kingdom Fansubs (download/online); Fighting Fansub (download/online); Viki (online)

Como eu não conseguirei comentar deste dorama da maneira como geralmente faço aqui no blog em outras resenhas, eis que neste post farei diferente e jogarei na cara de vocês /bem na cara mesmo! Hahah' 10 motivos pelos quais vocês deveriam, imediatamente, iniciar este título. Sério gente, vocês deveriam ver este dorama!

1) Enredo: Um HINO em forma de dorama!

A trama de While You Were Sleeping gira em torno de uma moça chamada Nam Hong Joo, a qual está desempregada e ajuda sempre que pode no restaurante de sua mãe. Hong Joo tem uma habilidade improvável, ela vê o futuro de pessoas desconhecidas em seus sonhos e mesmo não sabendo o porquê desse dom, desde pequena tenta conviver positivamente com ele. Ela começa a sonhar com um homem até então desconhecido e percebe que ele terá grande participação em sua vida de um determinado momento em diante, e inesperadamente, no mesmo dia após o sonho, descobre que o homem com quem sonhou é agora seu vizinho que acabou de se mudar para o bairro. Hong Joo não perde tempo e começa a cercar o homem chamado Jung Jae Chan, um promotor que está iniciando sua carreira na promotoria e à primeira vista, a acha uma louca. O fato é que essa "perseguição" da Hong Joo faz com que os dois se aproximem e após um sonho, Jae Chan passa a se preocupar com a louca de sua vizinha. Sem nem perceber, ele está de alguma forma tentando impedir o acontecimento visto em seu sonho, ao mesmo tempo em que Hong Joo também está tentando impedir algo que viu em seu sonho. Como perceberam, os dois protagonistas começam a ter sonhos premonitórios e isso não é spoiler, meu povo! Acontece nos primeiros episódios. A partir daí, Jae Chan e Hong Joo se unem para tentar parar os eventos infelizes vistos em seus sonhos, mas não sabem que pequenas alterações podem mudar o fluxo do destino completamente e acarretar em outros tipos de problemas.

***

Pode parecer que o enredo é apenas mais um daqueles com toques de fantasia e de pessoas que veem o futuro e tentam impedir certas tragédias, mas While You Were Sleeping tem seu diferencial, não apenas em como os casos nos quais os protas se envolvem para tentar impedir são contados, mas também em o porquê deles verem o futuro e estarem de certa forma, ligados um ao outro. E olha, uma das coisas mais incríveis que pude perceber neste enredo foi justamente a ligação que a autora fez em todos os pontos, cada personagem tem seu significado e importância, os casos investigados pela promotoria, principalmente pelo Jae Chan, tem também grande relevância e até mesmo, a história dos protagonistas. É tudo muito bem amarradinho e interligado, o que prova que o enredo foi muito bem planejado do início ao fim, tudo tem ligação. Eu sinceramente, AMEI esta trama por sua riqueza nos detalhes e simplicidade, por seu modo único de contar uma história fantasiosa, em como abordou um possível triângulo amoroso destacando o romance principal, na capacidade de relacionar casos com personagens secundários dando significativa relevância para eles, foi tudo muito bem encaixado. Um verdadeiro HINO doramático que todos deveriam ver, deveriam assistir e prestar atenção nas mensagens transmitidas e nas dicas sobre o que é a vida e como deveríamos vivê-la. Este dorama mostrou através de seus casos que algumas pessoas estão destinadas a algo, seja bom ou ruim, e mesmo quando se trata de algo ruim, nada está tão definido que não possa ser alterado. Com uma mínima mudança em uma escolha pessoal, podemos mudar todo um contexto, podemos com nossas ações impedir algo, talvez não possamos impedir o acontecimento em si mas podemos tentar fazer com que ele tenha menos consequências negativas do que previsto inicialmente. Um dos melhores enredos do ano e que me deixou mensagens captadas com o coração, um daqueles enredos que guardarei com muito carinho na memória de dorameira. E deixo aqui registrado que sou oficialmente fã da autora deste dorama, Park Hye Ryun é realmente uma talentosíssima escritora e mais uma vez, me encantei com seu trabalho. Para quem não a conhece, além deste título aqui, ela também foi responsável por Pinocchio (um dos meus favoritos da vida!), I Hear Your Voice e o mini drama excelente Page Turner, então recomendo que vejam esses também!

Kleun Cheewit [Lakorn]


E a resenha de hoje é sobre um lakorn (dorama da Tailândia), uma trama perfeita para quem está precisando assistir algo mais diferente do habitual, para sair do mundo dos dramas coreanos. Temos aqui um dorama com pitadas de novela mexicana, e olha essa mistura no "formato" deste título realmente o tornou mais interessante! Já estava na hora de eu resenhar mais um thai-drama né?!


Sinopse: Jeerawat (Jee) é uma atriz e modelo com uma vida familiar complicada. Ela tem um relacionamento conturbado com a mãe e sofre tentativas de abuso de seu padastro. Um dia, ao ser drogada por ele, ela tenta fugir dirigindo e acidentalmente atropela Tiw, a noiva de Sathit, causando a sua morte. Sathit, cego pelo ódio, decide se vingar de Jee destruindo sua carreira e reputação.
Gênero: Romance, Drama, Vingança
Nº de Episódios: 15 (aproximadamente 1h e 45 minutos cada um)
Ano: 2017
Onde Encontrar: Urameshi Downs (download/online); DramasKFan (download/online)

- Enredo: Vingança, "tretas" e ops... Amor.

A trama gira em torno de uma artista chamada Jeerawat, uma atriz extremamente famosa na Tailândia, centro das atenções e envolvida em alguns casos escandalosos. Sua mãe Jariya só preocupa-se com sua posição na alta sociedade e seu padrasto Sitta vive tentando fazer de Jee uma amante mesmo contra a vontade dela. Certo dia, Sitta faz seus capangas sequestrarem Jee com o intuito de finalmente torná-la sua mulher, ela é drogada mas consegue fugir e em meio a fuga atropela uma mulher chamada Tiw. O empresário de Jee, chamado Suki e seu motorista Stefan a encontram e impedem que ela assuma a responsabilidade sobre o acidente, enquanto isso, Tiw é hospitalizada e posteriormente, acaba falecendo para a tristeza de sua mãe e seu namorado, Sathit. Devido às circunstâncias e ao fato de muitas pessoas dependerem de Jeerawat, ela não se entrega á polícia e Stefan assume o crime, porém Sathit estava ao telefone com Tiw no momento do acidente e ouviu a voz de Jeerawat após o ocorrido. Sathit conhece a verdade e como Jeerawat não assumirá sua culpa, ele decide vingar-se dela, buscar justiça à todo custo, para que todos descubram que quem matou sua namorada foi a famosa e reconhecida atriz. Sathit começa a investigar e cercar Jee de todas as maneiras possíveis, infernizando a vida dela sempre que pode, ao mesmo tempo em que busca meios para provar que ela é a verdadeira culpada do acidente.
Basicamente, é isso. Porém, entretanto, todavia, não é apenas isso não, minha gente! Muita coisa acontece durante esse processo de vingança do Sathit para com a Jeerawat, a busca incessante dele pela justiça o faz ficar cada vez mais envolvido com a moça e isso, adivinhem... resulta em outros sentimentos... Pois bem, temos aqui um dorama com um tema um tanto clichê, "vingança depois amor", porém Kleun Cheewit tem seu modo próprio de contar este clichê, e é muito mais intenso. Fãs de Nice Guy - como eu - podem ter certeza que curtirão este enredo, afinal ver o prota todo determinado a se vingar e posteriormente caí de amores pela mocinha é bem interessante de se acompanhar né?! Além de que, o ritmo da trama é excelente, repleto de tretas, barracos de família, barracos de celebridades, confusões e até pitadas de ação, desdobramentos bem feitos e muito bem inseridos. Um lakorn que tem um "formato" de dorama ao mesmo tempo que lembra novelas ocidentais, como as mexicanas, uma mistura que deu certo! Apesar dos longos episódios, quase duas horas de duração, posso afirmar, os episódios não são maçantes tampouco monótonos porque em cada um deles a trama se desenrola de maneira satisfatória. Confesso que não maratonei pois a longa duração tornou isso impossível, mas você pode ir assistindo aos poucos ou, caso vicie no título, verá tudo rapidinho e nem sentirá. Então, se você está procurando uma trama muito boa, mas de outro país que não seja a Coreia do Sul, para mudar de ares, eis aqui a dica perfeita.

Criminal Minds [K-Drama]


A resenha de hoje é de um dos doramas que eu mais ansiava ver neste segundo semestre, porém não foi tudo aquilo que eu esperava e demorei mais do que o normal para finalizá-lo. Perdi o interesse no título quando o mesmo estava prestes à entrar em sua reta final, e pretendo neste post comentar o porquê disso, mas claro, abordar também o que curti em Criminal Minds que, de modo geral, foi um bom dorama.


Sinopse: Remake coreano da série americana Criminal Minds.
Gênero: Ação, Mistério, Investigação, Drama, Detetive
Nº de Episódios: 20
Ano: 2017
Onde Encontrar: Kingdom Fansubs (download/online), Urameshi Downs (download/online), Subarashiis Fansub (download/online)Fighting Fansub (download/online), DramasKFan (online/download)

- Enredo

Antes de tudo, deixo claro aqui que minha opinião é restrita ao dorama pois nunca assisti a série americana Criminal Minds, na qual o dorama foi baseado, então não posso comparar ambas, apenas opinar sobre o que conferi na versão coreana. Pois bem, o enredo de Criminal Minds foca em uma equipe do NCI - Investigação Nacional de Criminalidade, uma espécie de departamento policial que tem como objetivo investigar casos de assassinatos em série, encontrando os serial killers e esclarecendo os motivos por trás de tais atos monstruosos por partes desses assassinos. Comentarei detalhadamente sobre esta equipe posteriormente, por agora, irei me ater apenas ao enredo. Então, basicamente é isso, uma equipe de detetives/ investigadores/ que buscam capturar assassinos e estudam suas mentes, montando um perfil do criminoso em questão. A trama divide-se retratando casos, e seu próprio formato foge dos doramas que costumamos ver, seguindo o estilo americano, no qual cada episódio retrata um caso diferente, sem ligação com os anteriores contados. Sinceramente, isso serve para séries americanas e precisa ser deixado lá, prefiro meus doramas onde cada caso te prepara para algo maior lá na reta final e tem certo motivo para ser mostrado, para que assim o enredo chegue ao seu clímax com devida base a partir do que foi contado anteriormente, exemplo disso, foram os doramas maravilhosos, Tunnel e Voice. Além de que, um dos pontos negativos neste dorama com certeza, foi a diminuição do ritmo na reta final, a qual, ao menos para mim, ficou um pouco maçante e não me empolgou nem um pouco. Alguns casos foram realmente interessantes, e até me deixaram comovida devido ao que os personagens precisavam enfrentar ao estar em tais situações, porém isso não se manteve em todos os episódios. Talvez uma quantidade menor de episódios resolvesse o problema. E claro, o fato de eu ter altas expectativas desde os anúncios sobre o elenco foi uma parte importante, afinal esperar muito por algo pode ser um tiro daqueles que saem pela culatra e isto foi o que aconteceu. Esperei demais e fiquei um pouco decepcionada. No geral, Criminal Minds é um dorama legal, mas deixo claro, é uma trama investigativa que segue um formato diferente do que estamos acostumados a ver em doramas, tem um estilo de série americana e se você não se importa com isso, deve dar uma chance à ele. Caso decida assistir, não crie expectativas, assim poderá ser surpreendido!

Duel [K-Drama]


Demorei mas finalmente estou aqui para comentar um dos melhores doramas do ano. E para não variar, a produção em questão é mais uma vez da OCN, emissora que vem me conquistando e ganhando espaço na minha vida. Vamos lá comentar sobre um dos enredos mais incríveis deste 2017?!


Sinopse: Jang Deuk Cheon é um policial. Em casa, ele é um pai amável e amigável para sua filha. Ele encontra um clone humano e se envolve em um caso chocante. Uma batalha ocorre entre clones humanos.
Gênero: Policial, Ficção científica, Suspense, Thriller
Nº de Episódios: 16
Ano: 2017
Onde Encontrar: Kingdom Fansubs (download/online); DramaFever (online)

Como Duel entrou para minha lista de favoritos do ano, dividirei a resenha em tópicos, os motivos que fazem deste dorama imperdível para fãs de ficção científica e doramas com excelentes desdobramentos, altas reviravoltas e claro, muita ação. 

1) Enredo inteligente e imprevisível!

Duel foca na história do detetive Jang Deuk Cheon, o qual cria sozinho sua única filha Soo Yeon desde o falecimento de sua esposa. Soo Yeon mesmo doente, tenta ao máximo não preocupar seu pai e ser o mais independente possível dele, enquanto o Deuk Cheon empenha-se em fazer sua filha muito feliz, acatando os seus desejos de criança. Certo dia, Soo Yeon é sequestrada e a busca incessante por seu paradeiro começa, com o auxílio da promotora Choi, Deuk Cheon busca por sua filha. Durante a procura por sua filha, Deuk Cheon encontra um homem em um ônibus e este é acusado por ser o autor do sequestro da Soo Yeon, e ao perseguir o homem, Deuk Cheon percebe a presença de outro homem idêntico a este, seriam eles irmãos gêmeos? Ele perde de vista um dos homens e captura o outro, porém o capturado jura de pé junto não ter nada a ver com o sequestro e não possui memória alguma dos últimos anos, não sabe nem sequer quem é. O problema é que o único que viu os dois homens foi o detetive Deuk, e todas as digitais encontradas na cena correspondem ao capturado, o que descarta a hipótese de dois irmãos gêmeos presentes na cena, já que geneticamente é impossível gêmeos serem idênticos, por exemplo, no quesito digitais. Porém, Soo Yeon continua sumida e o desespero de seu pai só aumenta, então Deuk Cheon não vê outra saída a não ser aliar-se ao homem capturado para tentar descobrir onde sua filha está, o que acaba tornando-o um fugitivo da polícia. Em meio a tanto mistério, ação, surpresas e reviravoltas, o enredo de Duel se firma, e que roteiro, meu povo! O enredo deste dorama é sólido, interessante e faz o telespectador ficar completamente envolvido com os personagens e a trama, assim como Circle, assistir Duel é sinônimo de montar teorias e acabar errando-as constantemente ou não. O ritmo é excelente e faz você simplesmente morrer de curiosidade até o próximo episódio, pensando em como tudo aquilo poderá acabar. Além de que, a trama é bem amarrada e notoriamente bem construída, tão bem estruturada que eu simplesmente, a adicionei à lista das melhores que já tive a oportunidade de conferir. Sério, vocês precisam ver esse dorama! Quem curte doramas com doses de ficção científica, pitadas de ação e desdobramentos impactantes, os quais são imprevisíveis e que atiçam a curiosidade humana, deveria começar esse dorama HOJE!

PAUSE: Outubro


Olha que coisa linda, mais uma categoria saindo no dia combinado. Vamos aproveitar essa fase linda porque não sabemos quanto tempo ela durará, né?! Hahahah' Então, segue abaixo a playlist com as canções mais ouvidas pela blogueira no mês passado! 


1) Em primeiríssimo lugar: I Don't Wanna Live Forever- Zayn feat Taylor Swift. Não sei ao certo como me deparei com esta música, só sei que ouvi em um dia e depois, simplesmente, estava viciada ouvindo sempre, todos os dias...



♫ Eu não quero viver para sempre
Porque eu sei que estaria vivendo em vão
E eu não quero me encaixar (encaixar, amor)
em nenhum outro lugar (outro lugar)
Eu só quero continuar chamando o seu nome
Até você voltar para casa ♫

~KPOPANDO: Outubro


Mês passado foi o mês do kpop alternativo, o que me deixou surpresa e muito satisfeita. Agora é a vez de conferirmos tudo que rolou em outubro, o que teve de novo e surpreendente, bem como, o comum mas que não deixa de ser bom. Vamos lá!


PINWHEEL - SVT VOCAL TEAM



Começamos o mês com mais uma sub-unit do SEVENTEEN, mas ao contrário da anterior, esta segue uma linha diferente, sendo a faixa uma baladinha romântica. Fãs de canções mais lentas deveriam conferir o single pois provavelmente serão cativados, afinal faixas com bons vocais merecem ser ouvidas, não é mesmo?! Cliquem aí!

Age of Youth 2 [K-Drama]


A resenha de hoje é sobre um dos meus surtos deste ano, e já deixo registrado aqui a minha depressão pós dorama querido porque não sei como prosseguir após o fim desta temporada... Sério gente, eu assisti este dorama tão rápido (3 dias para ser mais exata, a benção das férias!) que quando finalizei me perguntei o motivo de ter feito isto, pois aí percebi que simplesmente, eu tinha acabado de ver os 14 episódios, não tinha mais o que assistir e me perguntei o que fazer da vida... Sobrou para os amigos próximos ouvir meus lamentos, e as redes sociais do blog ficaram lotadas de comentários sobre ele, eu AMEI tanto esta segunda temporada que ainda não consegui desapegar dela, preciso de rehab e claro, tenho muito o que comentar...


Sinopse: Se passa um ano depois da primeira temporada de Age of Youth. Jin Myung conseguiu um trabalho depois de retornar da China. Ye Eun tirou um ano de folga para se recuperar por causa de seu ex-namorado abusivo e agora está retornando para a faculdade. Ji Won ainda não conseguiu um namorado. Eun Jae terminou com o seu primeiro amor e está passando por uma dor emocional. Jo Eun, a nova moradora do Belle Epoque, está ficando no quarto anteriormente ocupado por Yi Na.
Gênero: Comédia, Mistério, Romance, Amizade, Drama
Nº de Episódios: 14
Ano: 2017
Onde Encontrar: Kingdom Fansubs (download/online)

- Enredo: O que há de novo nesta temporada??

Se você ainda não assistiu a primeira temporada, Age of Youth, será bombardeado com spoilers aqui e como uma temporada é dependente da outra, vai logo conferir a primeira porque a segunda tá maravilhosa. O enredo desta temporada praticamente foca nos mesmos temas da temporada anterior, o retrato sobre a vida cotidiana, a convivência das meninas, suas alegrias e tristezas, bem como seus medos e dificuldades em viver a vida, e adiciona alguns outros bem interessantes, porém ao contrário da anterior, achei que o mistério desta temporada foi bem mais encaixado. Na primeira temporada achei o certo mistério da trama um tanto quanto desnecessário, não conseguia entender realmente qual era a finalidade daquele mistério e esperava outro tipo de reviravolta porém nesta, a trama realmente me surpreendeu e conseguiu firmar um clímax bem interessante. Não direi o que é se não perde a graça mas posso adiantar que toda o contexto conseguiu se firmar, é uma temporada que consegue demonstrar que foi devidamente produzida em todos os aspectos. Retornar à Belle Epoque foi encantador e um tanto quanto nostálgico, afinal a trama consegue te prender e fazer sentir parte do cotidiano das meninas, de seus dilemas, dificuldades e momentos de alegrias. Nesta temporada temos a chegada de uma nova membro, após a saída Kang Yi Na que precisou se mudar, a alta e um tanto quanto masculina Jo Eun chega, a moça tem seus próprios motivos para ter escolhido este dormitório e aí se faz o mistério da trama. Além disso, conferimos também o que aconteceu com as outras meninas um ano após os acontecimentos da primeira temporada, e cada uma está tentando seguir adiante, principalmente a Ye Eun que precisa agora se recolocar na sociedade após os traumas anteriores. Como perceberam, esta segunda temporada é recheada de temas a serem abordados e sério gente, consegue ser bem superior à primeira, se você já amava Age of Youth, pode ter certeza que agora, amará ainda mais.

~KPOPANDO: Setembro


Demorou mas saiu! A meta deste mês era colocar essa categoria em ordem e creio que irei conseguir, então confiram agora tudo que rolou no mês de setembro no kpop e ainda este mês, se tudo der certo, teremos o ~KPOPANDO Outubro.

I LOVED YOU - DAY6



Que eu estou AMANDO ver DAY6 todo mês aqui nesta categoria não é novidade pra ninguém. Hoje especialmente venho comentar sobre I Loved You e olha gente, mais uma vez os meninos arrasaram, sério. Nos trouxeram um single gostoso de ouvir e bem leve, aquele estilo k~rock que não tem nada demais mas mesmo assim, nos conquista. Cliquem aí!

Save Me [K-Drama]


A resenha de hoje é sobre um dos doramas mais originais já produzidos! Sério galera, se vocês curtem tramas que fogem totalmente dos clichês, deveriam ir correndo iniciar este aqui porque um título tão bom merece ser visto por todos. Para o terror da sociedade tradicional que prefere deixar os tabus escondidinhos nas gavetas do armário, Save Me simplesmente expôs muitos deles, e claro, justamente por isto merece atenção e respeito!


Sinopse: Uma menina é cercada por pessoas suspeitas e sussurra em meio ao silêncio, "Salve-me!" Em um beco escuro do bairro, e um casal de jovens desempregados escutam seus pedidos de socorro e correm ao seu resgate. Eles descobrem que ela está presa em algum tipo de culto pseudo-religioso e tentam ajudá-la, mas o que se segue é uma sequência de horríveis eventos cheios de tensão que nos fazem pensar mais sobre a ciência da psique humana.
Gênero: Ação, Drama, Mistério, Suspense, Thriller
Nº de Episódios: 16
Ano: 2017
Onde Encontrar: Kingdom Fansub (download/online), Fighting Fansub (download/online), DramaFever (online)

- Enredo Original!

O enredo de Save Me conta a história de uma família composta por quatro membros, o pai Im Joo Ho, a mãe Kim Bo Eun, e filhos Im Sang Mi e Im Sang Jin que por circunstâncias financeiras precisam mudar-se e acabam indo parar numa cidade do interior, Muji. Nesta cidade, a família pensa que conseguirá se reerguer e viver confortavelmente, superando problemas anteriores, não apenas financeiros mas também outros que envolve um dos filhos. Assim que chegam na cidade conhecem um grupo de pessoas religiosas que os convidam para conhecer seu Pai Espiritual, modo como chamam o que pra nós seria como, por exemplo, um pastor. A igreja e pessoas que fazem parte deste círculo religioso moram em uma localização montanhosa da cidade num local chamado de Guseonwon, no qual são pregadas as palavras e ensinamentos de Deus, todos são amigáveis e dão uma incrível força financeira e emocional para a família, demonstrando uma bondade e amor para com o próximo. Os dois filhos da família, Sang Mi e Sang Jin começam a frequentar a nova escola e desde o início, sofrem um certo preconceito por serem da cidade grande Seul, principalmente o Sang Jin que torna-se alvo de bullying escolar, e a partir daí, um evento inesperado e traumatizante, mudaria a vida desta família drasticamente. Após este acontecimento, a família começa a se desestruturar, a mãe da Sang Mi simplesmente desaba emocionalmente, perdendo a noção da realidade tamanha a dor que está sentindo. Sang Mi tenta manter-se forte para poder cuidar de sua mãe, seu pai chega até a pensar em vingança, em contrapartida, o grupo de pessoas de Guseonwon aproxima-se da família, fazendo de tudo para ajudá-la emocionalmente a se reerguer. E aí, queridos dorameiros, o dorama começa a mostrar sua originalidade. Colocando em termos mais detalhistas, ao sofrer bullying na escola, o irmão da Sang Mi, o Sang Jin decide desistir da própria vida, o que abala a família de uma maneira profunda. NÃO é spoiler, galera! Isso acontece no primeiro episódio viu?! Pois bem, Sang Mi até pede ajuda a um grupo de estudantes locais, um quarteto formado pelo Sang Hwan, Man Hee, Jung Hoon e Dong Cheol, mas apenas um se dispõe a ajudar seu irmão, porém isso não é o bastante para impedir a tragédia. Após esse acontecimento e um outro consequente deste, Dong Cheol é preso e Sang Hwan que é filho do governador, decide pedir ajuda ao pai para ajudar o amigo. Em contrapartida, o grupo de Guseonwon cerca a família da Sang Mi transmitindo as palavras do Senhor e confortando-os, o que cada vez mais assusta a moça pois ela não deixa de perceber certa estranheza nestes religiosos fervorosos. Então, Dong Cheol é condenado a três anos de prisão, o pai do Sang Hwan é eleito governador do local, Sang Hwan vai para Seul estudar direito, e a família da Sang Mi passa a morar em Guseonwon, ordem de seu pai que começa a seguir fervorosamente a religião e acha que o melhor tratamento para a esposa é ser cercada de pessoas que falem sobre Deus e orem por eles. 

PAUSE: Setembro


A meta desse mês é colocar em dias as categorias atrasadas para que em novembro, tudo retorne aos seus devidos lugares. Então, hoje temos aqui a playlist das canções mais ouvidas do mês passado. Vamos lá!


1) Em primeiro lugar: Officially Missing You - Jayesslee. A história dessa música é até interessante, estava eu zapeando no famoso youtube quando me deparei com BLACKPINK em JYP Party People, com uma das integrantes - ainda não decorei o nome delas, gente! Mas creio que a que fez o cover é a Rose - cantando maravilhosamente bem esta música. Ao procurar mais sobre a mesma porque me apaixonei por ela à primeira vista (na verdade, ouvida), eis que encontrei a versão original que é interpretada pela  Tamia e este outro cover aqui, o qual está na primeira posição. Pelo que pesquisei, estas duas moças que formam o Jayesslee fazem inúmeros covers na internet e são realmente famosas. Só sei que cá estou eu completamente encantada com esta canção e não paro de ouvi-la. Apertem o play!!



♫ Tudo que eu peço é pingos de chuva
Caindo sobre o telhado
Oh baby, me diga porque você tem que ir
Porque essa dor que eu sinto
Ela costuma ir embora
E hoje eu estou oficialmente perdendo você
Pensei que a partir desta mágoa
Eu poderia escapar
Mas eu liderara tempo suficiente para saber
Não há nenhuma outra maneira
E hoje
Eu estou oficialmente perdendo você ♫

School 2017 [K-Drama]


Há tempos eu queria vir comentar sobre este dorama, o qual se tornou um dos meus preferidos do ano. Porém, estava sem tempo e como não queria fazer um post só por fazer, decidi esperar ter um tempinho para poder realmente descrever como esta trama me conquistou e porque ela merece ser vista. Chegou a hora de comentar sobre o maravilhindo School 2017!


Sinopse: Como um grupo de estudantes de nível médio consegue sobreviver em um sistema educacional brutal, que coloca sua classificação acima de qualquer outra coisa? Ra Eun Ho se esforça muito para se manter em sexto lugar na classificação da sua turma a fim de que ela possa tentar entrar para a mesma faculdade do garoto que ela gosta. Ela é uma talentosa artista de webtoon com um futuro brilhante. Mas um dia, enquanto procurava inspiração para suas webtoons, ela é flagrada no lugar errado, na hora errada e fica marcada como uma estudante delinquente. Hyun Tae Woon é um jovem rebelde que se transferiu para a escola de ensino médio depois de ter sido expulso de uma escola nos Estados Unidos. O pai rico de Tae Woon é um investidor da escola de ensino médio, então Tae Woon age como se as regras não se aplicassem a ele. Song Dae Hwi é o pacote completo. Ele tem boa aparência, boas notas, bem como atitudes corretas quando tenta ajudar alunos mais fracos que são bolinados. Ele frequentemente desafia Hong Nam Joo, uma aluna desagradável que só se preocupa com sua aparência.
Gênero: Escolar, Romance, Comédia, Amizade, Mistério
Nº de Episódios: 16
Ano: 2017
Onde Encontrar: Fighting Fansub (download/online), Kingdom Fansubs (download/ online). Viki (online)

Então, muitos disseram que School 2015 fugiu um pouco do "sentido" de todos os outros School's, até que eu concordo mas isso não mudou o fato de que amei muito o título anterior. Confesso que não esperava muita coisa da trama deste ano, sabe quando você decide não criar expectativas? Pois bem, foi isso que eu fiz e sério gente, foi a melhor coisa que fiz neste 2017! Fui sem expectativas e acabei totalmente encantada, cativada e apaixonada por esta trama, diante disto, listarei aqui os motivos pelos quais vocês deveriam ir correndo iniciar este dorama!

1) Enredo: Dorama Escolar com tudo que se tem direito!

A trama de School 2017 foca principalmente em temas que sempre foram o marco desta série, este ano, temos a abordagem do sistema escolar coreano, é claro que não podemos concluir que tudo é exatamente como foi retratado na trama (será mesmo que não?), mas sempre tem aquele fundo de verdade, não é mesmo? Enfim, School 2017 segue a história de Ra Eun Ho, a mocinha sonha com o dia em que seu webtoon fará grande sucesso e apesar de não ser a melhor estudante do colégio, tenta ao menos não ser uma das piores. Porém, um novo sistema é implantado na escola, o qual classifica os estudantes com méritos e deméritos, dividindo-os a partir de suas notas, e esta classificação é usada em praticamente tudo, até mesmo na ordem em que devem ser colocados na fila para almoçar. Além disso, na escola há a presença de um estudante misterioso chamado X, o qual além de aprontar certas pegadinhas com professores posteriormente acaba de modo indireto ajudando os outros estudantes que sofrem injustiças na escola. Eun Ho tem o azar de ser encontrada no lugar errado e na hora errada, então passa a ser suspeita, o diretor e alguns professores desconfiam que a estudante possa ser a responsável pelas ações do X, o que lhe causa grandes problemas. Então, o X torna-se uma presença cada vez mais constante na escola, passando a denunciar o sistema e erros cometidos pela administração, diretor e professores da escola, uma verdadeira caçada pela identidade desse misterioso estudante começa e aí a trama se firma.

PAUSE: Agosto


E mais um post aparecendo fora de época, eis aqui as canções mais ouvidas de agosto. Vamos torcer para que mês que vem, eu consiga organizar essas postagens e sair da zona do atraso, né?! Enfim, confiram aí o topfive!


1) Em primeiro lugar: KOKOBOP - EXO. Então né, a gente tenta não ficar viciada nas músicas do EXO, mas sinceramente, não dá! E como a exo-l aqui ainda não superou este comeback - nem o de POWER - eis que hoje, temos ele em primeiro lugar.



♫ Não preste atenção no que eles dizem, 
apenas seja bela assim como está agora.
Eu quero que o tempo pare assim, baby
você está triste?
Nessa noite profunda você brilha ainda mais radiante
Seus olhos me contam tudo
Eu te quero nesta grandiosa noite
Eu sei, está tudo bem, comece agora
Vamos!
Está quase na hora de ir ♫

Topo