Menu

Andante [K-Drama]


A resenha de hoje é sobre um dorama com pontos positivos e negativos, e confesso que só o finalizei ainda este ano por um motivo específico intitulado Kai do EXO. Porém, como sempre tento tirar algo de bom dos dramas que não curti muito, decidi fazer isso com este título, então vamos lá comentar sobre Andante.


Sinopse: Um estudante do ensino médio, Shi Kyung (Kai), de repente se muda da cidade para o campo e começa a lidar com a natureza.
Gênero: Romance, Escolar, Drama
Nº de episódios: 16
Ano: 2017 - 2018
Onde Encontrar: EXO Planet (download/online); Kingdom Fansubs (download/online); DramaFever (online)

- Enredo: Um estudante imaturo e sua nova vida...

A trama de Andante gira em torno do estudante Lee Shi Kyung, um jovem imaturo que não pensa seriamente na vida e tudo que faz é escapar da escola para jogar videogames. Ao presenciar um evento de bullying, Shi Kyung acaba se tornando a única testemunha em um processo judicial, por este motivo, mesmo inicialmente não querendo participar do julgamento, no fim testemunha perante a lei o que presenciou. Com isso, o acusado em questão começa a persegui-lo, em contrapartida, sua mãe enfrenta problemas e tem a loja da família "atacada" por possíveis agiotas, por medo de toda a situação, a mãe de Shi Kyung toma uma decisão, a família inteira irá retornar ao interior no qual a avó paterna deles reside e irão morar com ela. Além de Shi Kyung, sua irmã mais nova Shi Young não concorda, mas todos acabam se mudando. Logo quando chega a cidade, Shi Kyung vê uma moça pendurada em uma árvore como se fosse um cadáver (que primeiro encontro hein?!) e neste momento apaixona-se à primeira vista. O garoto imaturo agora precisa morar numa cidadezinha do interior na qual não há muita tecnologia, estudar em uma escola simples que obriga os alunos a serem voluntários no hospício da cidade, o qual é um centro para pessoas doentes em fases terminais passarem seu últimos dias de vida, além do fato de ter que viver com um celular antigo e ser proibido por sua mãe de jogar jogos online. Basicamente, o enredo conta sobre um jovem imaturo que a partir das experiências vivenciadas neste interior começa a amadurecer de forma gradativa, Shi Kyung começa a enxergar, principalmente por causa do convívio com as pessoas doentes do hospital da comunidade, o que significa vida e morte, se tornando menos infantil. Para ficar mais claro o que eu gostei e não gostei no título vou dividir a resenha em pontos negativos e positivos, assim creio que compreenderão melhor a minha opinião.

Come and Hug Me [K-Drama]


Ainda me recuperando depois de tantas emoções vividas com este título, venho hoje comentar sobre um dos doramas mais comoventes que já tive a oportunidade de conferir. Deixo claro que as manteigas derretidas precisarão de muitos lenços, então tratem de pegar a caixinha, se preparar psicologicamente e embarcar em uma história memorável.


Sinopse: Quando Do Jin e Jae Yi eram estudantes do colegial, eles foram o primeiro amor um do outro. Mas o pai de Do Jin era um psicopata e ele matou os pais de Jae Yi. Desde então, Do Jin e Jae Yi foram separados. Agora, Do Jin trabalha como detetive. Ele trata as famílias das vítimas com carinho. É a sua forma de se redimir pelos atos horríveis de seu pai. Enquanto isso, Jae Yi trabalha como atriz. Ela seguiu os passos de sua falecida mãe que era uma atriz famosa. Desde a morte de seus pais, Jae Yi sofre de estresse pós-traumático. Um dia, Do Jin e Jae Yi se encontram novamente.
Gênero: Melodrama, Romance, Drama, Crime
Nº de Episódios: 32 (aproximadamente 30 minutos cada um)
Ano: 2018
Onde Encontrar: Viki (online), Kingdom Fansubs (download/online)

- Enredo: Um serial killer e uma história de amor proibido (?)

Come and Hug Me é um dorama com enredo totalmente original, há inúmeros títulos que abordam serial killer e suas ações desprezíveis, mas nenhum abordou um amor entre o filho deste e a filha de uma das vítimas dele. A trama segue a história do psicopata Yoon Hui Jae, o qual tem prazer em assassinar pessoas com o uso de seu martelo, e em casa demonstra ser um pai distante para com seus filhos e sua atual esposa. Em contrapartida, um de seus filhos, o jovem Yoon Na Moo, conhece uma garota de sua classe, a espontânea Gil Nak Won, a mocinha acabou de mudar para a cidade com sua família pois sua mãe, uma atriz famosa, está decidida a passar um tempo sob ares mais puros. Mesmo o Na Moo tentando evitar a garota, ela não desiste e está sempre tentando puxar assunto com ele, logo, de uma forma ou de outra, os dois acabam se aproximando, se tornando amigos e fica claro que nasce o sentimento de primeiro amor entre eles. Porém, uma noite muda tudo, os pais da Nak Won são assassinados pelo Hui Jae e desde então, os dois perdem contato, cada um precisando lidar com os traumas que ficaram e as consequências de serem quem são, ela como filha de uma das vítimas de um psicopata e ele, o filho que herdou o sangue de um assassino. Anos mais tarde, após os dois mudarem de nome, eis que o Hui Jae volta a assombrá-los por causa do lançamento de seu livro, o qual ganha a atenção da mídia, revolta as famílias das vítimas e faz o país voltar a prestar atenção em todos os envolvidos com este psicopata. Nak Won sob o nome de Han Jae Yi agora trabalha como atriz e tenta esconder sua antiga identidade, a fim de não reviver seu trauma pessoal, por outro lado, Na Moo que agora é um detetive chamado Chae Do Jin é envolvido nesta polêmica e muitos o julgam seguindo o ditado "filho de peixe, peixinho é". É neste cenário que o enredo se desenvolve, mostrando como as ações do Hui Jae impactaram nas vidas de seus familiares e claro, dos parentes das vítimas. Além de que, ainda há em questão o primeiro amor dos protagonistas, o qual parece ainda existir quando eles se reencontram anos depois, mas será que é certo eles se envolverem ou mesmo se amarem considerando a situação em que se encontram? Com um enredo tão original, atuações comoventes e desdobramentos surpreendentes, Come and Hug Me se tornou memorável, e este é um dos títulos que eu recomendo muito para quem quer sair da zona de conforto doramática. Um dorama TRISTEMENTE LINDO que merece ser visto, você irá sofrer, mas valerá a pena, acreditem!

Suits [K-Drama]


Eu queria ter comentado sobre este dorama um tempo atrás só que a correria me impediu de finalizar o post antes e aí ele acabou atrasando. Mas, o importante é que hoje trago mais uma resenha e desta vez é uma dica para aqueles dorameiros que amam enredos jurídicos, e de brinde, ainda tem o nosso querido Park Hyung Sik!


Sinopse: Remake da série americana ''Suits''. Choi Kang Seok é um lendário advogado no escritório de advocacia mais respeitado da Coréia do Sul. Ele tem carisma e uma aparência atraente. Ele contrata Go Yeon Woo, que tem uma excelente memória, como o novo advogado do escritório.
Gênero: Jurídico, Drama, Romance
Nº de Episódios: 16
Ano: 2018
Onde Encontrar: Kingdom Fansubs (download/online)

- Enredo: Um advogado & seu pupilo (?)

Este dorama é o remake de uma série americana de mesmo nome, a qual se encontra em sua sétima temporada e possui um público fiel. Eu nem sabia da existência da mesma até as notícias sob a versão coreana saírem, e confesso que só decidi acompanhar este drama por causa da presença do Park Hyung Sik, afinal depois de Strong Woman Do Bong Soon, ele se concretizou como um dos meus queridos atores. Como não assisti a série americana e nem pretendo ver porque sete temporadas né?! Não dá! comentarei apenas do drama em questão sem quaisquer comparações. Pois bem, tudo começa quando o renomado advogado Kang do escritório de advocacia Kang & Ham está executando um processo seletivo para advogados associados e eis que por ação do destino, o jovem Go Yeon Woo acaba indo parar no meio desta seleção. Yeon Woo é um rapaz pobre que tenta ganhar dinheiro da forma que encontra disponível, ele trabalha em uma boate e a depender da situação faz até serviços "não corretos", tudo para que conseguir uma grana e poder pagar as despesas de sua avó que está internada em um hospital. O moço nunca teve grandes oportunidades na vida, e mesmo com sua incrível capacidade de memorização não pôde se destacar em uma área específica para crescer profissionalmente, não até encontrar o advogado Kang. Devido a um acontecimento específico, Yeon Woo acaba chegando até a sala do advogado Kang na qual ele está realizando um processo de entrevistas e após alguns desdobramentos inesperados, Choi Kang Seok decide dar uma chance ao Yeon Woo, mesmo sem ele possuir academicamente as qualificações necessárias para o cargo. A partir daí, Go Yeon Woo começa a trabalhar como advogado associado do advogado Choi tendo que esconder este segredo e aprendendo a lidar com suas emoções que, muitas vezes, comprometem a forma de resolver os casos jurídicos.

Suits segue esta premissa, um jovem sem oportunidade na vida que encontra um renomado advogado, alguém que lhe estende a mão. O motivo? Assistam e descubram! Haha' O fato é que à medida que Go Yeon Woo trabalha como advogado associado usando sua capacidade de memorização, consegue conquistar a confiança de várias pessoas ao seu redor, aprendendo que controlar suas emoções faz parte de ser um bom advogado e mostrando também que em algumas ocasiões, "sentir tais emoções humanas" é necessário. Em contrapartida, ele precisa esconder o fato de não ter licença para ser advogado não apenas para se proteger, mas para não prejudicar o famoso advogado Choi. Estes dois são o ponto central da trama, a qual consegue abordar de modo interessante seus mais diversos casos, mostrando como é e o que significa trabalhar como advogado. Eu gostei do dorama, mas confesso que em certo ponto, entre a metade inicial e antes da reta final, achei que as coisas se desenrolaram de forma lenta e alguns casos abordados não me envolveram de fato e isso me desanimou um pouco, sendo este também um dos motivos que me fizeram demorar mais para finalizá-lo. Acho que se o dorama tivesse menos episódios, a trama fluiria melhor e seria mais convidativa, entretanto, apesar destas observações, no geral, eu curti o kdrama e acho que fãs deste tipo de enredo iriam amar assisti-lo, muito mais do que eu.

PAUSE: Julho


Início de mês é aquele momento de colocarmos o fone de ouvido para curtir boas músicas, então vamos lá comentar sobre as faixas que embalaram o mês de julho! Segue abaixo minha playlist!


1) Em primeiro lugar: FOREVER YOUNG - BLACKPINK. Eu não sei vocês, mas quando essa música começa sinto uma vontade absurda de aumentar o volume e me jogar nessa vibe. É uma daquelas faixas injustiçadas que não viram single oficial e que merecem ser devidamente panfletadas.



♫ Meu reflexo em seus olhos
Espero que sempre esteja assim como no dia que nos conhecemos
Assim como as chamas que queimam sem nenhum som
Espero que você me beije como se fosse o último
Meu coração treme sob o luar
Vamos dançar sob a Via-Láctea, vamos lá
Vamos lá, agora ♫

~KPOPANDO: Julho


Último dia do mês é aquele dia de saber tudo que rolou no mercado musical coreano, então sem mais delongas aqui está o post de debuts e comebacks de julho, confiram os mvs e me contem nos comentários quais foram seus singles preferidos.


I'M SO SICK - APINK



Começamos o mês com APINK e seu hit mais que interessante, além da música ter uma construção bem legal, ainda temos um conceito mais "maduro", o que permite mostrar um outro lado do grupo até então não abordado (ao menos eu, não lembro de comebacks anteriores que seguiam essa linha). Particularmente, curti a música e o musicvideo em si.

Topo