Menu

Nice Guy (The Innocent Man) [K-Drama]


Sendo um dos meus preferidos, claro, tinha que abrir um espaço aqui no blog para este incrível drama. Com um dos melhores roteiros já feitos e uma trama cheia de desdobramentos muito bons, Nice Guy é, sem dúvidas, merecedor de todo o seu sucesso.


Sinopse: Kang Ma Roo é louco por Han Jae Hee, após uma circunstância inesperada, sua amada acaba cometendo um crime. Ma Roo decide assumir a culpa no lugar dela, porém depois de anos, descobre que sua antiga paixão está casada com o presidente de uma grande empresa. Kang Ma Roo, então, resolve obter vingança e para isso se aproximará da enteada de Jae Hee, Seo Eun Gi. Mas o destino gosta de brincar, o feitiço pode virar contra o feiticeiro.
Gênero: Romance, vingança
Ano: 2012
Nº de Episódios: 20
Onde encontrar: Viki (online) , Dopeka (online), YoFansub (mesmo o fansub estando fechado, ainda é possível fazer download)

Como vocês leram na sinopse, o drama consiste em uma história de vingança (amo isso), Ma Roo decide se vingar da Jae Hee através da Eun Gi, sua enteada. Para vocês entenderem melhor, vou explicar.
Ma Roo era estudante de medicina e teria um futuro brilhante, porém, em uma determinada noite, a qual sua irmã está doente, antes de levá-la ao hospital, recebe uma ligação. E essa ligação mudaria todo o curso de sua vida. Ele chega no local após abandonar a irmã doente e se depara com uma Jae Hee amedrontada com a situação em que se encontra, ao se aproximar do corpo no chão do hotel, ele constata, o homem está morto. Jae Hee está desesperada, após tantas dificuldades que teve que enfrentar para se tornar repórter, se assumir um caso de assassinato estará acabada profissionalmente, vendo todo o peso que sua amada está enfrentando, Ma Roo decide assumir a culpa, em consideração ao o amor que sentiu desde a primeira vez em que a conheceu.
Os dois tinham uma história juntos e acho que teriam um futuro lindo, mas Jae Hee foi covarde ao deixar o Ma Roo assumir a culpa no lugar dela, ele foi um besta, porém não tem como julgar esta ação do moço, ele estava estava cego de amor. Bom, anos se passam e o garoto sai da cadeia, Jae Hee agora está divando casada com um ricaço dono de uma empresa chamada Tae San, ao saber disso Ma Roo fica muito surpreso e após uma série de circunstâncias, fica mais furioso com a moça, e assim decide então, se vingar. Para sua vingança, ele se aproveitará da oportunidade de atingir Jae Hee através de sua enteada, Eun Gi. A partir daí, este trio nos traz grandes surpresas, um dos melhores triângulos amorosos doramáticos e uma das melhores tramas com desdobramentos imprevisíveis.

As Vantagens de ser Invisível - Stephen Chbosky [Livro]


Após ganhar este livro que estava na minha lista "quero ler" há tempos, finalmente comecei a ler esta obra. Confesso, dei uma pequena pausa na leitura, não por não estar gostando, na verdade foi culpa da minha maré Joo Won (confira aqui). Bom, o fato é que assim que retornei, terminei rapidinho pelo simples fato de ser totalmente cativada pelos personagens, principalmente, o Charlie. Este livro entrou para minha lista de preferidos e só tenho a agradecer por este incrível presente de aniversário, obrigada, Mae .

As Vantagens de Ser Invisível- Stephen Chbosky



 Cartas mais íntimas que um diário, estranhamente únicas, hilárias e devastadoras - são apenas através delas que Charlie compartilha todo o seu mundinho com o leitor. Enveredando pelo universo dos primeiros encontros, dramas familiares, novos amigos, sexo, drogas e daquela música perfeita que nos faz sentir infinito, o roteirista Stephen Chbosky lança luz sobre o amadurecimento no ambiente da escola, um local por vezes opressor e sinônimo de ameaça. Uma leitura que deixa visível os problemas e crises próprios da juventude.
Título Original: The Perks of Being a Wallflower
Autor: Stephen Chbosky
Páginas: 224
Editora: Rocco
Ano: 2007 (sendo publicado pela primeira vez nos Estados Unidos em 1999)


Como dito na sinopse a história é contada por Charlie através de cartas que ele escreve, o que achei incrível, não tem como saber para quem elas são destinadas, na verdade, eu tenho minhas suspeitas mas não posso falar porque se não perde a graça, rs. O fato é que na minha opinião, isso só aumenta a curiosidade do leitor, ao ler parece que de certo modo as cartas são para quem está lendo, mesmo sabendo que era para alguém específico, para quem ele precisava contar tudo aquilo.

Ao conhecer o Charlie, ele nos apresenta sua família, amigos, professores, um pouco sobre sua vida e as mais diversas experiências que se pode ocorrer com um jovem. Ele está em uma fase em que há muitas mudanças ao redor, ser adolescente não é fácil, todos nós sabemos disso e não seria diferente com o nosso protagonista.

Fui totalmente cativada pelo garoto, Charlie é único, um personagem que conquista qualquer leitor (não estou trocando o Minho como vocês devem estar pensando, rs - ainda o considero minha atual paixão literária , confiram todo esse amor aqui e aqui), sua visão sobre o mundo, pessoas e forma de comportamentos são extremamente tocantes. Um garoto sensível que consegue ser tão generoso, tornando difícil acreditar que pode existir alguém realmente assim, mas sei que existem.

Inicialmente, ele demonstra seu medo pois está prestes a entrar no ensino médio, preocupado com o que pode acontecer, nos conta em suas primeiras cartas sobre esta aflição. Porém, este ano ele conheceria Sam e Patrick, que viriam a se tornar seus melhores amigos.

Tomorrow's Cantabile [K-Drama]


Aquele tipo de drama com enredo bem simples mas que consegue cativar e até divertir. Com um desenvolvimento bem leve, Tomorrow's Cantabile nos traz uma galerinha que ama música clássica e que através dela supera toda e qualquer dificuldade.

Tomorrow's Cantabile


Sinopse: Cha Yoo Jin (Joo Won) é um gênio musical que sonha em ser maestro, porém, não tem como deixar seu país e ir em busca de seu sonho por causa de um trauma de infância. Seo Nae Il (Shim Eun Kyung) é uma garota que não preocupa-se muito com o futuro mas possui um grande talento como pianista. Ambos se conhecem e Yoo Jin se dá conta de que Nae Il possui sua própria maneira de sentir e tocar uma canção.
Título Alternativo: Naeil's Cantabile
Gênero: Comédia romântica, música, música clássica
Ano: 2014
Nº de Episódios: 16
Onde encontrar: Meteor Dramas (necessário cadastro para download)

Confesso que decidi ver o drama por causa do Joo Won. Enquanto acompanho os episódios incríveis de Yong Pal (trarei resenha futuramente) semanalmente, novo trabalho do moço, fiz questão de procurar outros doramas com ele só para tentar acalmar o surto, rs.

Então, achei este aqui. Com um tema, o qual nunca tinha visto nada parecido, fui cativada pela simples, porém interessante trama. Não sou fã de música clássica, por isso, era realmente legal através do drama, conhecer um pouco mais deste que considero agora, um incrível universo. Dorama também é cultura,pessoal! (rs)

  • Personagens
Cha Yoo Jin (Joo Won)


Após os meus recentes comentários nas resenhas de Bridal Mask e Good Doctor, vocês já devem ter percebido (e possivelmente não aguentam mais me ver falando dele, rs) que me tornei fã do moço. E tem como não amar essa pessoa atuando? Bem, em Naeil's Cantabile, Wonzito interpreta o Yoo Jin, um rapaz que inicialmente parece ser apenas arrogante e que não se aproxima verdadeiramente das pessoas. Ao decorrer dos episódios percebe-se o motivo que tornou Yoo Jin tão solitário e seu segredo em relação ao seu trauma de infância, seu amor pela música e o quanto se importa com os outros, sendo capaz de fazer algo que prejudicaria a si mesmo só para não ferir quem considera amigo. P.S: Esse cabelo do Won é do tipo que ao mesmo tempo em que faz uma mulher morrer de inveja por não ter madeixas assim, faz com que se sinta caída de amores por essa beleza. O charme dele durante o drama inteiro foi este cabelo de ladinho, certeza!

Seol Nae Il (Shim Eun Kyung)


A divertida, maluca, estranha, chiclete Nae Il. Uma das personagens mais cabeça de vento que já vi em dramas,rs. A garota não levava muito a sério o estudo para tocar piano, o que também é explicado na trama, tem todo um motivo. Porém, ela conhece o Yoo Jin e se apaixona praticamente à primeira vista. A partir daí, persegue-o constantemente e assim começa a preocupar-se com sua falta de responsabilidade em relação a música. Era muito engraçado o quanto ela ficava na cola do Yoo Jin chamando-o de "Orabang" (significa "oppa" no dialeto de Jeju), aparecendo na casa dele pedindo comida e falando sobre o futuro dos dois juntos, sério, essa menina foi guerreira, deve ter vencido o moço pelo cansaço,rs.


Good Doctor [K-Drama]


Sou fã de dramas médicos e sendo este, um dos melhores deste gênero, precisava trazer uma resenha para vocês. Com uma história original e personagens cativantes, Good Doctor mereceu todos os elogios e prêmios que recebeu, se você ainda não viu, deveria.

Sinopse: Park Shi On (Joo Won) é um médico que acaba de chegar no centro cirúrgico pediátrico para residência, mesmo com suas dificuldades devido ao seu autismo e Síndrome de Savant, ele tentará o seu melhor para conquistar seu maior objetivo: ser um cirurgião.
Gênero: Médico, romance, família
Ano: 2013
Nº de Episódios: 20
Onde encontrar: Meteor Fansubs (necessário cadastro para download) , Viki (online),Dopeka (online)

Como vocês perceberam pela sinopse, o drama trata de assuntos sérios, o protagonista tem duas deficiências que fazem com que ele tenha uma personalidade única, chegando muitas vezes a parecer uma criança, o que se torna complicado para um convívio social e a profissão escolhida.

Para quem não sabe o autismo é caracterizado pela dificuldade em comunicação social (leia mais aqui) e a síndrome de Savant (síndrome do sábio), também conhecida como savantismo é um distúrbio onde o portador apresenta inúmeros talentos, como exemplo, extraordinária memória, associada a uma área específica (quer saber mais? Leia aqui.). No caso do Park Shi On, o autismo dele foi tratado e apesar de ainda existir é considerado sobre controle e seu savantismo lhe proporcionou grande conhecimento na área médica.

O mais legal e interessante de Good Doctor é que os roteiristas souberam conduzir muito bem a trama com base nas dificuldades e preconceitos enfrentados pelo protagonista, eu considero este um dos melhores doramas médicos e um dos meus preferidos. Não faltam razões para que eu recomende este incrível drama:

1) Impecável atuação do Joo Won 



Sem sombra de dúvidas, o maior motivo para você dar uma chance para Good Doctor é conferir a impecável atuação do Joo Won. Sério, pessoas. Eu ficava pasma com o quanto ele era absurdamente incrível em seu papel (e não é porque sou fã dele, vi Good Doctor antes mesmo de gostar do ator, nem o conhecia na época), ele simplesmente merece todos os elogios possíveis, foi perfeito. 
Park Shi On tem síndrome de Savant e um quadro de autismo, entra no hospital com o objetivo de se tornar um cirurgião, passa a trabalhar na área pediátrica e a partir daí o telespectador é agraciado com a evolução do personagem, os roteiristas souberam conduzir muito bem isto na trama, de início Shi On parece mais uma criança, imaturo e cheio de falhas, mas ao decorrer dos episódios percebemos que há muito mais nele do que se aparenta. 
Á medida que ele nos mostra seu amadurecimento como pessoa e como médico, também nos ensina valiosas lições, sobre superação em relação a sua condição clínica, como aprender a se relacionar com o próximo respeitando sua deficiência e maneira de ser e que devemos tentar compreender as pessoas ao nosso redor. Ah, uma das lições mais interessantes e bonitas, foi sobre o perdão, Shi On nos ensina algo muito precioso. 
Considero, este personagem um dos melhores já vistos em doramas nos últimos tempos, foi um verdadeiro prazer acompanhar toda a história de Park Shi On. Era fofo quando agia como criança (Joo Won com aquela carinha de cachorrinho molhado com frio <3), adulto que sabia ser mais humano que muitas pessoas sem deficiência por aí e um homem de verdade como poucos. P.S.: Ele com soluço perto da Drª Cha era de se arrancar “owns”.E mais uma vez digo, palmas para a incrível atuação do Joo Won, mereceu todos os prêmios que ganhou. 

EXO SHOWTIME [Programa de Variedades]


Iniciando uma nova categoria (que eu nem pretendia criar, rs) hoje trago resenha deste programa que me proporcionou boas gargalhadas. Não vejo muitos reality shows coreanos e como há pouco tempo adicionei o EXO à minha lista "boysgroups amados do kpop ", ao saber da existência deste showtime pensei, claro, que queria/precisava/ ver. O programa é antigo mas mesmo assim é garantia de diversão, caso você ainda não tenha dado uma chance, não percam tempo e comecem o download enquanto leem a resenha.

EXO SHOWTIME



Onde encontrar: Exo Brasil
Nº de Episódios: 12

Eu só passei a gostar de EXO este ano e então ao procurar programas de variedades com eles, encontrei este aqui, na época em que foi gravado Luhan,Tao e Kris ainda faziam parte do grupo, por isso, preparem-se porque temos os 12 integrantes reunidos e garantindo episódios para lá de engraçados e interessantes.



No primeiro episódio, temos a apresentação dos integrantes, cada um fala um pouco de si e claro, ninguém perde a oportunidade de queimar o filme um do outro (rs). Uma das coisas que mais me chamou atenção nesse episódio (além do meu bias D.O. ) foi o Kris, ele tenta manter toda aquela postura de cara frio mas na verdade já neste início vamos conhecendo um pouco mais sobre o garoto, que na verdade é até brincalhão à sua maneira.

Exemplo disso é quando os membros fazem uma disputa para ver quem come mais frango (tudo culpa do Kai, rs) aí nosso garoto frio que supostamente não gostava disso acaba cedendo e dando uma chance ao sabor de um bom frango. O mais engraçado é que ele aproveita que todos estão prestando atenção em seus respectivos pratos e com isso, caladinho começa a experimentar até que o Suho percebe e claro, aproveita para zoar o (ex) líder do Exo-M.



Também temos outra competição neste episódio, onde os garotos demonstram suas piscadelas e gente, Kris se tornou o ícone nisto, a criatura pagou um mico ao cuspir quando piscou (rs).






E o Suho arrasou com seu charme ao piscar para a câmera.
 E o Kai? O moreninho coreano é outro que merece ser mencionado quando o assunto é piscadela (com os dois olhos, rs) . 
É também neste episódio que eles criam o estilo para pronunciar o slogan do programa e foi até criativo. <3


P.S.: D.O. merece ser mencionado só por seu meu bias <3. Eu já estava in love por vê-lo em I Remember You e logo após os primeiros episódios do drama comecei o programa, então imaginem o quanto surtei com ele no showtime.

Bridal Mask [K-Drama]


Não costumo ver dramas de época, porém após a super indicação (cheia de gifs perfeitos) da Tânia em um dos grupos do facebook, decidi dar oportunidade a este aqui que estava há tempos na minha lista.

Sinopse: A história se passa em 1930, época da ocupação japonesa em território coreano. Um homem decide lutar contra as justiças que os japoneses cometem com os verdadeiros donos da terra em questão. Por usar uma máscara de noivado, fica conhecido como Gaksital (Bridal Mask) e assim passa a defender seu lar.
Título Alternativo: Gaksital
Gênero: Ação, romance,época,drama,policial
Ano: 2012
Nº de Episódios: 28
Onde encontrar: Meteor Dramas (necessário cadastro para download), Viki (online)

Como disse antes, não costumo ver dramas de época porém após fazer essa exceção para Bridal Mask, tive certeza de que doramas neste estilo merecem lugar na minha lista. Gaksital é o tipo de história que consegue realmente te prender e mesmo eu não tendo surtado horrores (em parte porque estava vendo muita coisa ao mesmo tempo), posso afirmar que este foi uma das melhores tramas que já vi em roteiros sul coreanos. É difícil falar desse drama, a quantidade de reviravoltas que acontece é enorme. Por isso, alguns detalhes que direi são os que se desenvolvem logo nos primeiros episódios, nem se preocupem porque nem pode ser considerado spoiler tamanha as surpresas que vão aparecendo.

Let's Not Fall in Love - BIGBANG [MV]


Eu não sou fã de Big Bang mas uma coisa é fato, eles tem o poder de me fazer amar uma música a ponto de ouvi-la mais de 20 vezes em um único dia (sim, você leu certo. 20 vezes. - Praticamente beirando os 30 - rs). Essa mesma situação aconteceu quando ouvi BLUE pela primeira vez e após essa nova canção (que foi lançada semanas atrás, mas como eu sempre sou atrasada, só passei a ouvir esta semana, rs) tive plena convicção que tinha encontrado o meu surto musical k-pop de 2015.

Let's Not Fall in Love - BIG BANG



Se vocês ainda não viram o MV, não percam mais tempo e confiram! 
(Sério, vejam! Vejam! o/)



Como não sou do fandom do grupo, estava por fora do lançamento da canção, ao organizar as músicas do meu celular eis que encontro LET'S NOT FALL IN LOVE , de início pensei que era uma música antiga porém logo depois descobri que era atual. Quando ouvi a canção (que acabou no meu celular graças a alguém que enviou em um dos grupos do whats - - desde já, obrigada.) já me encantei, bastou ver o MV e a tradução que tive a certeza, consideraria este o melhor single do ano do k-pop até então (acho difícil alguém superar isso antes de dezembro).

I Remember You (Hello Monster) [K-Drama]


É com grande carinho que venho resenhar este drama, o mais incrível foi o fato de eu ter amado tanto I Remember You porque sinceramente o roteiro tinha tudo para ser perfect porém o modo como conduziram a história se tornou simplória demais, mesmo assim coloco este dorama na lista "queridinhos do ano" só pelo elenco que soube incrivelmente cativar.

Sinopse: Lee Hyun é um excelente Perfilador criminal, mas ele possui uma língua maldosa. Cha Ji An é uma detetive de elite. Ela observa Lee Hyun. Eles trabalham juntos resolvendo casos e desenvolvem uma relação romântica.
Título Alternativo: Hello Monster
Nº de Episódios: 16
Ano:2015
Gênero: Policial, mistério, investigação, thriller, suspense, serial killer
Onde encontrar: Puri Puri Fansub (download) e Viki (online)

Eu estava acompanhando I Remember You e Hidden Identity ao mesmo tempo e sendo sincera Hidden foi um thriller muito melhor, porém não posso negar que mesmo assim fui totalmente cativada por este drama. E sim, admito que isto aconteceu por causa do elenco (principalmente o In Guk) e da mais que querida participação do D.O. do EXO (meu bias <3). A questão é que este dorama tinha tudo para ser o TOP do ano, sério, não faltavam razões para o roteiro ser um dos melhores já feitos mas como nem tudo são "flores" na vida, os roteiristas conduziram a trama de forma light demais, o que achei bom e ruim ao mesmo tempo. Bom para quem curte histórias leves de casos de mistérios e ruim para quem curte (como eu) ação, pancadaria e frios na barriga (como mais uma vez digo: teve de sobra em Hidden Identity ), porém ainda assim recomendo Hello Monster (amei os dois títulos, rs).

Maze Runner (Ordem de Extermínio e Arquivos) [Livros]


E aqui estou eu com as resenhas dos dois últimos volumes de Maze Runner (se você não leu o post anterior com os três primeiros livros, confira aqui), agora como prometido anteriormente trago minha conclusão sobre esta saga, confiram!

Maze Runner




Bom, após vários sentimentos que estes cincos livros despertaram em mim trago para vocês minha opinião geral sobre a conclusão desta trama. Antes, acho justo falar um pouquinho de cada livro, lembrando que vocês devem ler a resenha dos três anteriores (clique aqui) para entenderem os pontos de vista mencionados nestes últimos volumes.



Antes de o CRUEL existir, antes que houvesse o Labirinto e muito antes que Thomas ingressasse na Clareira, as chamas solares assolaram a Terra e destruíram o mundo que a humanidade considerava salvo... Mark e Trina estavam lá quando tudo aconteceu, e sobreviveram. Mas sobreviver às chamas foi fácil se comparado ao que viria depois. Agora, um vírus que toma conta da mente com violência e dor se espalha por todo lugar e existe algo muito suspeito sobre sua origem. Pior ainda: ele está em mutação e as evidências sugerem que a humanidade se ajoelhará diante do caos, prevendo uma morte inevitável e assustadora. Mark e Trina estão convencidos de que existe uma maneira de salvar os poucos que restaram. E estão certos de que podem encontrá-los. Porque neste novo e devastado mundo, cada vida tem um preço. A sua também. E para alguns, você vale muito mais morto do que vivo. Ordem de Extermínio é a origem da trilogia Maze Runner, best-seller do New York Times, sucesso internacional em vários idiomas. Aqui encontraremos a história da destruição do mundo e da civilização, e de como o Fulgor fez com que alguns planejassem soluções drásticas e cruéis para a sobrevivência dos seres humanos... e do planeta à beira do caos e da extinção. 

Estava muito frustrada com todas as minhas perguntas que estavam sem resposta, posso dizer agora que pelo menos com este quarto livro algo pôde ser salvo em toda a saga Maze Runner. Algumas questões que estavam martelando na minha cabeça foram esclarecidas porém como James tem prazer em despertar curiosidade no leitor obviamente ele colocou outras para deixá-las sem resposta.

Temos novos personagens apresentados aqui e embarcamos com eles em uma jornada que se passa 13 anos antes dos acontecimentos no labirinto (de Correr ou Morrer), a narrativa do livro me cansou em alguns momentos pelo fato de ser tão incrivelmente idêntica aos anteriores mesmo se tratando de uma visão em relação a outro personagem, o lado bom é que podemos conhecer a trajetória desde a infância de uma determinada pessoa dos livros anteriores e isso se tornou um esclarecimento de certo modo, mesmo assim ainda queria saber sobre os clareanos em si e suas infâncias, mas tive que me conformar com essa falta. Achei alguns acontecimentos cruéis, sério gente, muita violência gratuita aqui, após os fatos do terceiro livro (os quais fiquei literalmente pasma), em Ordem de Extermínio fiquei também chocada (e muito!) porém a saga se baseia nesta realidade e o autor quis mostrar como o ser humano pode ser capaz de fazer coisas terríveis ao beirar a insanidade.

O mais importante é que considero após este livro que esta saga foi literalmente salva, mesmo eu tendo me arrastado um pouco para terminar o volume, após as primeiras 160 páginas, as coisas ficaram interessantes e consegui finalizar esta trama que não entrará para minha lista de preferidas porém também não se tornou uma das que menos gostei. Acho que posso dizer que entendi a proposta do autor, na maioria das vezes nunca poderemos encontrar as verdades por trás dos diversos mistérios que afligem a humanidade e Maze Runner provou isso.

Trilogia Maze Runner [Livros]


Na verdade, a minha intenção era fazer uma única resenha com os três livros principais e os outros dois extras, porém o post iria ficar gigante, por isso optei por dividir e assim explorar melhor todos os volumes.

Maze Runner : Trilogia




Para quem não curte spoiler, não se preocupem pois estão livres disso aqui, é apenas a minha opinião sobre os acontecimentos de cada livro sem contar de fato o que aconteceu, é uma visão meio que por cima para deixar vocês preparados sobre o possível amor ou ódio que podem vir a sentir em relação a esta trilogia. 

Decidi ler os livros após ver o filme no cinema, fiquei tão curiosa depois daquele final incrível que claro, adicionei Maze Runner a minha lista de sagas que com certeza leria em algum momento. E foi exatamente o que fiz. Na verdade são 5 livros que compõem todo este universo, mas a história principal em si é abordada apenas nos três primeiros, o quarto é uma continuação indireta e o último, um extra.

Ao ler todos os livros posso dizer pra vocês que emoções distintas não me faltaram, cheguei a me empolgar, desanimar, amar, odiar, e o autor esteve presente em minha mente sendo "elogiado" e elogiado (sem as aspas) em muitos momentos, mas no geral, após o quinto volume, acho que finalmente entendi sua proposta e até apoio de certo modo, porém os detalhes sobre isso apenas no próximo post, onde abordarei os últimos dois livros. Vamos aos livros principais se não ficarei escrevendo aqui sem parar (rsrs).




Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho.
Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo.Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito. 




O primeiro livro da saga nos apresenta um cenário confuso, assim como Thomas, personagem principal, não sabemos o que está acontecendo. Porém isso não torna o livro chato, pelo contrário, a todo momento vamos nos perguntando o porque de tudo aquilo estar acontecendo e à medida que outros personagens surgem e a trama nos conduz ao universo Maze Runner tudo torna-se interessante. 

Os personagens são bem construídos, e o que achei mais legal são as características que o autor desenvolve para cada um. Teresa é a garota misteriosa que apareceu do nada em um lugar repleto de garotos, Newt, o responsável por manter os ânimos calmos entre todos (se não fosse o Minho ele teria sido meu queridinho, rs), Thomas um protagonista que sabe tomar decisões, o que nem sempre temos em sagas, apesar de que ao decorrer dos livros fui desgostando um pouco dele, mas o meu personagem preferido sem sombra de dúvidas foi o Minho, acho que teve pouco destaque neste livro entretanto já havia chamado minha atenção, seu jeito determinado e irônico (o que ás vezes era inapropriado para a situação,rs) contribuíram para ele se tornar o meu favorito/queridinho/amado/  e sim acreditem, eu ás vezes me apaixono por personagens de livros, sou a única? (rs). 

No final do livro temos uma grande surpresa e eu como sou do tipo que ama ser surpreendida ao acompanhar qualquer história, fiquei mais encantada ainda pela saga, mesmo que tenha sido de certa forma um acontecimento triste. Para as sequências não faltariam assuntos a serem explorados, então estava muito ansiosa para ler os outros títulos.

TOP 5 Especial - Super Junior [Parte 2]


Encerrando o primeiro TOP 5 Especial, temos aqui a segunda parte da playlist Super Junior. Como dito anteriormente nesta etapa teremos as músicas menos dance/e mais românticas/ do grupo. Vamos conferir as canções ?

Super Junior




Listar este tipo de música deles é mais difícil ainda, pelo fato de ouvir a discografia completa dos meninos. tem muitas canções lentas do grupo que não saem do meu celular desde 2013, que foi quando comecei a ouvir k-pop, sendo assim selecionar apenas 5 nesta etapa é quase tão difícil quanto na primeira. 

Mesmo assim após listar as possíveis músicas que entrariam aqui, surgiu o grande problema: as colocações. Algumas sempre estiveram dentre as que mais ouço porem outras foram sendo meio que esquecidas, sempre acontece este tipo de coisa quando ouvimos demais um(a) grupo(banda). Mas se for considerar as minhas preferidas e que mais ouvi durante estes últimos tempos, fica assim:


1) It's You. Uma das primeiras canções em que viciei, eu simplesmente amo essa música.


Trecho da Tradução:

♫ Eu não preciso de outra pessoa, só de você (é você).
Mesmo se você me pedir mais uma vez, é só de você (é você).
Você até pode ter outro amor, mas (é você).
Eu não posso evitar, não posso virar as costas. Oh! (é você) ♫


Hidden Identity [K-Drama]


A tvN cada vez mais me surpreende com os seus dramas, comecei a ver este aqui sem muita expectativa e acabei me interessando pela trama a ponto de ficar extremamente curiosa com como a história iria se desenrolar. Com uma trama investigativa que consegue te prender e recheado com cenas de ação, faz por merecer uma recomendação.

Hidden Identity




Sinopse: Uma equipe de investigação é designada para trabalhar em casos de forma não muito paciente. À medida que se aprofundam mais nas investigações percebem que tudo na verdade tem uma ligação e o responsável por isso chama-se Ghost (Fantasma). Será que eles descobrirão a verdadeira identidade deste criminoso?
Gênero: Crime, investigação, ação, thriller
Nº de episódios: 16
Ano: 2015
Onde baixar: Meteor Dramas (necessário cadastro), Subarashiis Subs (download), Urameshi Downs (download)


Confesso que o verdadeiro motivo de eu ter adicionado este drama à minha lista foi a presença do Kim Bum (Boys Before Flowers) afinal o inesquecível lindo Casanova por si só já era um ponto muito positivo para eu dar uma chance a Hidden Identity. P.S.: Não esperem o Kim Bum lindo aqui, rs.

Depois que li a sinopse imediatamente comecei a baixar, estava com vontade de ver uma drama investigativo e este parecia ser uma ótima escolha, resultado: acertei em cheio. Com um ótimo ritmo, história atraente e personagens bem construídos, o drama me conquistou e por isso acho justo na resenha citar as razões que me fizeram curtir tanto este thriller.



1) Enredo

A princípio pareceu que se tratava apenas de investigações de casos aleatórios mas a grande surpresa é que na verdade tudo estava interligado, o que garantiu ótimas surpresas ao decorrer dos episódios. O ponto principal é a história por trás do assassinato da namorada do Gun Woo, a Tae Hee que era irmã do Min Tae In o qual trabalha na denominada equipe de investigação dos cinco liderada pelo Moo Won. 

Em um determinado momento o Tae In acaba sendo sequestrado e Gun Woo junta-se a equipe para encontrá-lo. As investigações começam e os outros membros da equipe, Min Joo, Tae Pyeong e Deok Hoo também auxiliam na procura do desaparecido.

A partir daí, muitas novidades surgem e o suspense só aumenta, afinal quem está por trás de tudo isso? E preparem-se porque foi tudo muito bem montado, os casos investigados, as pessoas envolvidas que em determinados momentos tomavam decisões extremas e a relação entre tudo isso no final tornou-se uma verdadeira surpresa. Não é a toa que gostei tanto, tramas bem boladas e reviravoltas surpreendentes sempre me prendem a atenção.

High Society [K-Drama]


Nunca adiei tanto para ver o final de um drama, não queria terminá-lo porque sentiria muita falta dos personagens (principalmente por ter um dos melhores casais secundários doramáticos já vistos) porém precisava concluí-lo. Fui totalmente cativada pelo dorama, tanto que até o adicionei na minha lista "queridinhos do ano", o que é até estranho sendo que este tipo de roteiro passa looonge de conseguir isto. 
High Society foi uma bela exceção.

High Society



Sinopse: Jang Yoon Ha é a filha mais nova de uma família rica, esconde sua identidade e trabalha como empregada de meio período em uma loja junto com sua fiel amiga Lee Ji Yi. Por outro lado, Choi Joon Gi trabalha para seu amigo Yoo Chang Soo, ambos visando seus próprios objetivos. O destino desses quatro se cruzam e partir daí muitas mudanças na vida de ambos irão ocorrer.
Nº de Episódios:16
Gênero: Romance, drama, idol drama
Ano: 2015
Onde encontrar: Viki (disponível online)

Como disse antes, este dorama é uma exceção, uma grande surpresa na verdade. Geralmente meus preferidos são sempre dramas com roteiros cheios de reviravoltas e super bem elaborados, não que este não seja, ele é mas à sua maneira. Aqui temos um roteiro muito comum, garota rica da alta sociedade com sua família insuportável (que só pensa em aumentar o lucro da empresa) e que sonha em ser reconhecida e amada por alguém por sua personalidade e não pelo dinheiro que tem.
Temos um roteiro clichê se formos comparar com muitos outros porém High Society consegue se destacar, tem seu diferencial, talvez seja isso que tenha feito eu gostar tanto do drama e por isso trago nesta resenha todos os motivos que fazem este dorama merecer ser visto.

Inquietos [Filme]


Estava procurando um filme de drama para assistir e até pensei em ver um J-movie porem como japoneses tem tendências tristeza extrema/depressão profunda nesse quesito preferi procurar um título ocidental. Após ler algumas sinopses encontrei este aqui e por ter me encantado com o filme decidi resenhá-lo para vocês.

Inquietos




Sinopse: Após um encontro inusitado em um velório, Annabel e Enoch se aproximam. Ele, um garoto que costuma ir a funerais de pessoas desconhecidas e ela, uma garota com uma personalidade distinta. Como ambos influenciariam a vida um do outro?
Gênero: Romance, drama
Ano: 2011
Onde encontrar: Filmes Online Grátis

Quando li a sinopse me interessei porem só decidi mesmo conferir o filme após o trailer, nele já percebe-se o quanto o par romântico é esquisito, sério, que tipo de casal deita em uma rua e faz o contorno de seus corpos como em casos de assassinatos? (rsrs


Procurei mais um pouco sobre a história e encontrei outra sinopse, nesta temos uma informação extra sobre a Annabel, ela tem câncer e só tem apenas mais 3 meses de vida. Daí pensei "vai ser muito depressivo, melhor escolher outro", "mas não é j-movie..." , então optei por ver Inquietos mesmo e após o filme tive a certeza de que a escolha foi perfeita.

O filme conta uma história triste porem de uma forma leve e isso foi o que mais gostei, retratam a doença e a situação em que os personagens se encontram de maneira branda sem todo aquele sentimentalismo extremo que ás vezes só faz prejudicar. Se você procura um filme de drama sem cenas deprimentes a ponto de te fazer inundar a casa com lágrimas, esta é uma ótima escolha. P.S.: Para manteigas derretidas isso não é válido (rsrs).

Confiram o trailer e continuem lendo para conhecer um pouco mais sobre este inusitado/esquisito/estranho casal:


TOP 5 Especial - Super Junior [Parte 1]


Vencedor da votação TOP 5 Especial, temos aqui o primeiro grupo de k-pop que ouvi, responsável por me fazer viciar neste gênero. Como escutei (e ainda escuto) a discografia inteira não teria como escolher apenas 5 músicas preferidas, por isso resolvi fazer na verdade um TOP 10 dividido em duas partes. Na primeira irei apresentar minhas músicas preferidas deles no estilo dance/agitadas coreografadas/ e na segunda, as baladas românticas. 


Super Junior




Nome do grupo: Super Junior
Ano de Debut: 2005
Gravadora: SM Entertainment
Integrantes: Donghae, Sungmin, Kibum(ex integrante), Kangin, Yesung, Heechul(mais conhecido como Chulla), Siwon, Han Geng (ex integrante), Kyuhyun, Shindong, Leeteuk, Ryeowook, Eunhyuk
Integrantes adicionais: Henry e Zhoumi 
Subgrupos: KRY, Super Junior T, Super Junior M (Henry e Zhoumi participam ativamente), Super Junior Happy e Super Junior Donghae & Eunhyuk (EunHae)

Super Junior é o responsável por me fazer viciar em k-pop, o grupo me foi apresentado por uma amiga em 2013 e desde então está sempre nas minhas playlists da vida. Como disse anteriormente seria impossível escolher apenas 5 faixas deles, então decidi fazer este especial em duas partes (ainda acho pouco mas se eu não estabelecer um limite colocarei a discografia completa aqui, rsrs).

1) Este lugar não poderia pertencer a outra música a não ser Sorry Sorry. A canção se tornou a "marca" de Super Junior e não poderia ser diferente, afinal motivos não faltam. A batida dance é muito  boa e contagiante, o refrão é um chiclete que gruda na cabeça e a coreografia é uma das melhores já feitas. Confiram!



Trecho da tradução:


♫ A imagem de você
Imagem de você caminhando para mim
É como se você pisasse no meu coração enquanto chegava
(Eu não posso escapar agora) (...)
Desculpe desculpe desculpe desculpe
Eu eu eu primeiro
Por você por você por você me sinto
Sinto sinto apaixonado baby ♫ 

Essas mãozinhas se tornaram um "marco" do SuJu. 
Topo