Menu

Individualist Ms. Ji Young (Mini Drama) [K-Drama]


Após ver inúmeros comentários sobre este título, decidi dar uma chance ao mesmo e sinceramente, não me arrependi. É o tipo de mini drama que deveria estar na lista de todos os dorameiros de plantão justamente por conseguir com apenas dois episódios ser profundo, sensível e totalmente cativante, vamos lá comentar sobre essa trama tão simples mas que, inesperadamente, me conquistou?!


Sinopse: Este é um short drama sobre uma individualista, Ji Young, que evita relacionamentos com os outros, e que encontra Byuk Soo, que não pode viver sem ter relacionamentos.
Gênero: Comédia, Romance, Drama
Nº de Episódios: 02
Ano: 2017
Onde Encontrar: Kingdom Fansubs (download/online)

- Enredo

Individualist Ms. Ji Young conta a história de uma moça que evita qualquer tipo de relacionamento com as outras pessoas, evitando o máximo de contato possível. Ji Young trabalha como enfermeira num hospital e mora sozinha em seu apartamento, segue uma rotina totalmente "solitária" até mesmo no trabalho, raramente conversa com seus colegas, preferindo ficar isolada em seu próprio mundo. Porém, seu vizinho do apartamento ao lado, é o tipo de homem que não consegue viver sem estar em um relacionamento e mantém uma relação amistosa com seus colegas de trabalho, sendo sempre extrovertido. O que acontecerá quando estas duas personalidades distintas começarem a se aproximar??


- Personagens 

Ji Young  (Min Hyo Rin)

Ji Young costuma frequentar uma psicóloga no intuito de conseguir remédios para insônia, e mesmo em suas consultas demonstra um certo bloqueio em contar a outra pessoa o que se passa em sua mente. Sendo assim, apenas continua vivendo sua vida costumeira e solitária. A personagem é bem realista, afinal não é tão difícil encontrar uma Ji Young por aí, alguém que prefere estar sozinha do que em grupo, alguém que tem seu individualismo e por suas próprias razões evita relacionar-se com as outras pessoas.
Mesmo com o curto tempo da trama, tornou-se perceptível quão bem construída a personagem era e o quanto ela era "real". Do início ao fim, encontrei nela semelhanças, algumas de suas atitudes e emoções são comuns ao que nós humanos enfrentamos quando estamos diante de algo que pode nos transformar. Ji Young estava acostumada a estar isolada e doar-se pela metade, até que alguém tenta aprofundar-se nela, e isso a assusta mas também a faz enxergar que seu modo de viver não deveria ser considerado normal. Era necessário que ela decidisse reviver.

Byuk Soo (Gong Myung) 

Byuk Soo é um extrovertido no trabalho sempre esbanjando um enorme sorriso no rosto, é o tipo de pessoa que sente necessidade de estar sempre em um relacionamento. E sinceramente, é impossível não amar este personagem! Era meigo, sincero e acima de tudo, muito amável, sendo aquele boy que todo mundo quer encontrar na vida. Alguém disposto a se doar em um relacionamento, alguém que quer verdadeiramente amar alguém, se entregar e não ter medo disso. 
AMEI a personalidade do Byuk Soo por inúmeras razões mas a característica que mais me chamou atenção foi capacidade que ele tinha de amar e se entregar por completo em um relacionamento, mesmo sabendo que poderia se machucar, ele se jogava de cabeça. Pois para ele, se dar por completo era seu modo de vivenciar o romance como um todo, isso era amar, nada de metade e sim, tudo.

- Desenvolvimento do Enredo: Abordagem do Romance! *.*

Estas duas personalidades tão diferentes são vizinhos de apartamento e após uma certa "confusão", chegando ao ponto de parar na delegacia, Byuk Soo passa a tentar tornar-se mais próximo da moradora ao lado. A partir daí, vocês já podem imaginar né?! Temos aquele romance básico de todo dorama, porém, mesmo com apenas dois episódios, este título consegue trazer um diferencial muito importante. Não temos um romance clichê, pelo contrário, o desenvolvimento do relacionamento dos dois é bem realista. Após terem ido parar na delegacia juntos, Byuk Soo passa a "enxergar" a Ji Young que até então, era apenas uma vizinha. Ele passa a encontrá-la em algumas ocasiões, sempre a cumprimentando, sendo educado e tentando se tornar mais próximo dela, já a moça apenas o ignorava, demonstrando nitidamente que o contato com seu vizinho a aborrecia. 
Até que, certo dia, por causa de um determinado acontecimento, eles passam a noite juntos e dão um passo maior na relação que até então parecia ser apenas "amizade de vizinhança". Ambos passaram por um término recente, mas cada um lidou da sua maneira, para Ji Young seu relacionamento anterior não era nada que lhe exigisse energia para uma possível superação. Já para o Byuk Soo, é necessário um tempo lamentando-se pelo término e lidando com as tristezas do fim de um romance... Posteriormente, ele "Segue em frente" e começa a prestar atenção na Ji Young, principalmente depois de passar a noite com ela. Poderia ser apenas isso, dois adultos que após seus "términos" decidiram ficar juntos e aproveitar o momento, mas, inesperadamente, ambos haviam envolvido-se um com o outro de maneira mais íntima e profunda. Será que há a possibilidade de personalidades tão diferentes conseguirem manter um relacionamento mais profundo e não apenas físico?
É aí que temos o diferencial deste mini drama, com apenas dois episódios, podemos conferir as fases deste relacionamento e o enredo é tão bem conduzido que o telespectador consegue envolver-se totalmente com este romance. Ji Young tem suas razões para ser tão individualista e achar que estar em um relacionamento com o outro pode ser algo a se fazer superficialmente, ou apenas dando metade de si. Tanto a Ji Young quanto o Byuk Soo aprendem juntos o que é estar em um relacionamento, ela dava apenas metade de si quando envolvia-se com alguém e acabava sozinha, ele, dava tudo de si e acabava sozinho, será que não poderia existir um meio-termo??

- Consideração Final ♥

Com Individualist Ms. Ji Young temos o retrato do que é relacionar-se com o outro, é compartilhar o que é bom e ruim, é confiar, é se abrir e compartilhar, é saber que ninguém sustenta sozinho uma relação, é algo que deve ser feito pelos envolvidos. É se dar em prol do outro mas também receber o mesmo, reciprocidade é necessário, bem como respeito, confiança e acima de tudo, amor. Como a própria Ji Young diz em determinado episódio: "Estar em um relacionamento é estar no equilíbrio entre não machucar o outro e não ser machucada por ele!". Com uma abordagem sensível, realista e bonita de se ver, a trama se firma e conquista o telespectador, além de que, ainda temos a oportunidade de conferir um casal fofo com uma química excelente! *.*

***

Esta é a recomendação para este final de semana, se eu comentar algo mais acabarei contando os dois episódios e aí vocês nem precisarão ver né?! Confesso que a OST não me marcou muito e foi meio que esquecível para mim, então, encerro aqui. Comentem o que acharam deste mini drama, quero saber se gostaram tanto quanto eu, ou simplesmente não curtiram. Espero que tenha gostado do post, e até a próxima! P.S.: Em breve pretendo trazer as resenhas de Circle, Lookout e Suspicious Partner, aguardem! :*

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Sua opinião também é importante. Comente! (:

Topo