Menu

Cheer Up! (Sassy, Go Go) [K-Drama]


Doramas com tema "colegial" sempre estarão na minha lista, mas o verdadeiro motivo para eu decidir dar uma chance à Cheer Up! foi, sem dúvidas, o fato do N (integrante do VIXX) estar no elenco. De início essa era minha verdadeira razão, quem nunca fez isso não é mesmo? Decidir conferir algum dorama só por causa do bias (no meu caso, recente bias) é quase regra nesta vida de dorameira-kpopper, pois bem, o que começou por determinada pessoinha, acabou por mais outras diversas razões. 
Querem saber quais? Continuem lendo a resenha!

Cheer Up!



Sinopse: Kang Yeon Doo é líder do clube de dança do colégio mas é sempre intimidada por um grupo composto pelos estudantes mais inteligentes. Após alguns eventos, a garota é obrigada a se juntar ao presidente de classe Kim Yeol para conseguir de volta seu clube que foi suspenso, o problema é que ao fazer isso, ela terá que conviver também com suas ex amiga Kwon Soo Ah.
Gênero: Colegial, romance, drama,idol 
Nº de Episódios: 12
Ano: 2015
Onde Encontrar: Viki (online), Fighting Fansub (necessário cadastro para download)

1) Personagens

Kang Yeon Doo (Jung Eun Ji - APINK)


A protagonista da história foi do tipo até marcante. Não me levem a mal mas sinceramente, criei um pouco de cisma da Eun Ji e nem sei o porquê, quem sabe um dia, descubra. A personagem em si era até legal, determinada a trazer seu clube de volta decidiu deixar o orgulho de lado e se juntar à turma "estudantes modelos", com isso, teve que conviver com sua ex amiga insuportável, o que é de fato de se admirar. Entretanto, mesmo com todas as atitudes legais que a garota teve, não consegui deixar de ter uma pequena cisma, quem sabe ao ver outros trabalhos dela, altere isso.



Yeon Doo é amiga de infância do Dong Jae (falarei mais à frente sobre o moço) e aos poucos acaba se aproximando do presidente de classe Kim Yeol e do melhor amigo dele, Ha Joon. De início, os dois eram só briguinhas básicas mas foram se tornando mais chegados e claro, uma amizade e companheirismo passaram a florescer. O ponto positivo da personagem é que podemos perceber um amadurecimento na mesma, no início Yeon Doo é barulhenta e age muito por impulso de acordo com o que acha certo, mas ao decorrer dos episódios, vai aprendendo a agir com calma, pensando antes de tomar alguma decisão, demonstrando que amadurecer é em partes, saber agir na hora certa.


Kim Yeol (Lee Won Geun)


Outro personagem que não me convenceu muito, foi o protagonista masculino. Não que eu não tenha gostado do Kim Yeol, em muitos momentos, o moço era até engraçado com sua "humildade", mas em outros, sei lá, eu apenas estava nem aí pra ele. /rsrs/ Depois eu explicarei as razões. O fato é que o grande motivo para eu não ter odiado o Yeol foi o fato dele ser tão leal ao seu amigo Ha Joon, sério gente, o menino era praticamente um irmão para o amigo. o tipo de apoio que o garoto precisava já que passava por momentos difíceis com o pai. Além disto, Kim Yeol também tinha problemas com seu pai, acho que por isso, entendia tão bem o amigo, não eram os mesmos problemas nem situações, mas de alguma forma, creio que isso o ajudava a entender o Ha Joon. Um lado bem interessante do moço é o fato de ter uma consciência tão adulta para sua idade, o que é retratado em muitos momentos, se necessário, segurava as suas dores e tristezas sozinho. Afirmo que por esses dois motivos, Kim Yeol me conquistou um pouco. P.S.: A fofura básica dele também me encantava. *-*


Ha Dong Jae (N - VIXX)


E eis aqui, o verdadeiro motivo para eu decidir conferir Cheer Up!. Há pouco tempo acabei sendo conquistada pelo VIXX (mesmo após tentar resistir incrivelmente à tentação de querer entrar em mais algum fandom - o que não funcionou) e ao saber que o meu recém bias estaria em um dorama, claro, tinha que conferir. E não me arrependi, além do dorama não me decepcionar em quesito enredo, o personagem do N me cativou totalmente. 
Como não querer adotar o Dong Jae e trazer para casa?


Sério, a cada episódio sentia uma vontade enooorme de entrar na tela
 e apertar esta coisa fofa.


Dong Jae é amigo da Yeon Doo, sempre ao lado dela, ajudando-a no que fosse necessário. O moço tem uma personalidade tranquila, é meio lerdinho, o que só o tornou mais fofo. Tem um trauma de infância, não consegue ter um contato físico com pessoas, o que acaba atrapalhando sua vida como jogador de basquete em alguns momentos.



Ao decorrer dos episódios, o garoto acaba se aproximando da Soo Ah, o que achei muito interessante. Sei que muitos podem ter shippado o Dong Jae com a Yeon Doo, mas eu não, sinceramente, torci para que ele ajudasse a Soo Ah a ser uma pessoa melhor, e claro, que superasse seu medo de ter contato com as pessoas. Não vi nenhum outro trabalho do N, mas neste, sou toda elogios para o rapaz (sei que isso tá suspeito /rsrs), e espero que em breve, ele atue em outro dorama.

P.S.²: Como não querer adotar esse ser com carinha de lerdo?

Seo Ha Joon (Ji Soo)


A grande surpresa deste dorama, sem sombra de dúvidas, foi esta criatura: GUARDEM ESTE NOME: JI SOO! Pois bem pessoas, como não se encantar com o marrento mais lindo do ano? Ha Joon, se tornou um dos verdadeiros motivos para eu cada vez mais amar Cheer Up! O amigão do Yeol demonstrou o quanto é possível ser leal à um amigo e ao mesmo tempo, ser honesto. Desde o início, é perceptível o quanto os dois são unidos. Com a difícil situação do Ha Joon que tem que lidar com as os abusos (surras) constantes do pai (um verdadeiro monstro, credo!), Yeol se tornou um apoio para o rapaz. Entretanto, Ha Joon passa a se aproximar da Yeon Doo e ... já sabem né? O mais legal, foi o fato do Ha Joon ser tão honesto à sua amizade com o Kim Yeol, demonstrou um grande caráter. Por este e outros motivos (que vocês só saberão se conferirem o dorama!/ haha), este personagem é eleito, o meu preferido (ao lado, colado na mesma posição claro, do Dong Jae) do drama.


Enquanto ao ator, já fiquei sabendo que o mesmo fez Angry Mom (que acabou de subir algumas posições na minha lista) e sério, sinto que preciso ver urgentemente. Ele atuou tão bem neste drama, provou que sua carreira de ator irá longe, por isso, digo-lhes: guardem este nome! P.S.³: E o rosto também, não é mesmo? Tão lindo!


Kwon Soo Ah (Chae Soo Bin)


A vilãzinha da trama está aqui. A insuportável da Soo Ah me garantiu muita raiva em muitos episódios, entretanto, não consegui odiá-la completamente, desde o início sentia pena da moça. Soo Ah é uma personagem que demonstra perfeitamente o quanto a pressão psicológica dos pais pode afetar um adolescente. A mãe da moça era um outro monstrinho presente na história (além do pai do Ha Joon que na minha opinião, ainda foi bem pior), só se preocupava em conseguir mandar sua filha para uma boa faculdade, só isso importava e sério, o que ela era capaz para alcançar este objetivo não era brincadeira. O que refletiu na filha, Soo Ah fez dezenas de coisas ruins, entretanto, diferente da outra insuportável do ano, a So Young (School 2015), a moça apresentava um pouco de consciência, e acho que este foi o motivo pelo qual, passei a torcer para que ela se arrependesse de tudo que tinha feito e se tornasse alguém melhor.


Temos outras dezenas de personagens, alguns bem insuportáveis, como a diretora do colégio, a mãe da So Ah e o pai do Ha Joon, mas uns, bem legais, como os outros estudantes do clube de dança e da turma inteligente, a mãe da Yeon Doo e o pai do Kim Yeol e claro, em dorama colegial sempre temos os professores marcantes que estão sempre tentando dar lições preciosas aos seus alunos, não só sobre a escola em si mas também sobre a vida, em Cheer Up! vale a pena citar:
 Yang Tae Bum (Kim Ji Seok) e Nam Jung Ah (Lee Mi Do).


2) Roteiro

Como eu disse, o verdadeiro motivo para eu ter cogitado a ideia de ver Cheer Up! foi a presença do meu bias do VIXX, porém, o dorama acabou me motivando por diversas razões. Em primeiro lugar, pelo personagem do Ji Soo que conquistou meu coração de uma forma inexplicável (aliás, o ator me conquistou) e em segundo, o roteiro. Inicialmente, parecia ser apenas um doraminha básico retratando a vida de jovens estudantes e tudo mais, mas não foi isso. Sassy, Go Go conseguiu ter seu diferencial, demonstrando o quanto os pais podem ser obcecados com o futuro dos filhos e o quanto essa obsessão pode influenciá-los. Ao contrário da maioria de dramas deste gênero, o foco não é bullying sofrido por determinado personagem, até temos um pouco disso, mas como eu disse, não é o foco e isso se tornou um enorme ponto positivo para o enredo. A forma como a história foi conduzida me fez até duvidar de como os roteiristas iriam concluir tudo em apenas 12 episódios, mas não é que eles souberam fazer isso com maestria? Não tornaram a trama chata, muito menos, pouco surpreendente, foi exatamente condizente com a proposta inicial. E o melhor de tudo foi o grande foco na amizade, em como tudo pode ser superado ao lado de quem gostamos, com o apoio de amigos verdadeiros e que juntos, se pode conquistar qualquer coisa. 
Só por este motivo, aconselho urgentemente que confiram Cheer Up!


3) Romance

Possíveis casais não faltaram, e eu sofri muito porque shippei fortemente dois deles, não direi o resultado senão será spoiler. Mas digo-lhes façam suas apostas e estejam preparados para um possível "shippar muito errado"!

- Yeon Doo & Kim Yeol


Os dois eram fofinhos juntos e teriam me conquistado se o Ha Joon não existisse na trama. Yeon Doo até tentou resistir mas o Yeol marcava em cima da moça, e como o boy era lindinho, meio impossível resistir não é mesmo?


- Yeon Doo & Ha Joon 

Está aqui o casal que shippei (e muito!). Por mais que o Yeol fosse fofo ás vezes, eu estava tão encantada pelo Ha Joon que só tinha olhos para o moço, passando assim a torcer por ele. Como não torcer pelo marrento bondoso? ♥ 


- Yeon Doo & Dong Jae


Eu não shippei estes dois, mas pelo que vi em comentários por aí, algumas pessoas até torceram pelos dois. Não consegui enxergá-los como casal, para mim, eram apenas ótimos amigos e sério, preferi ambos assim, acho que a ideia de mostrá-los como amigos soou muito melhor, retirando um pouco aquele típico clichê de que em caso de amigos de infância, um sempre é apaixonado pelo outro. Mas que os dois tinham uma química linda de se ver, isso era fato. 


- Dong Jae & Soo Ah


Eu sei, eu sei. Muita gente pode estar achando estranho, mas eu shippei muito esses dois, sei lá, simplesmente, passei a torcer para que o Dong Jae ajudasse a Soo Ah de alguma forma, a se tornar uma pessoa melhor, que a ajudasse a reconhecer seus erros. 
Não sei vocês, mas eu até achava que os dois combinavam.

4) Final

Como mencionei, cheguei a achar difícil conseguirem resolver todos os assuntos pendentes de Cheer Up! em apenas 12 episódios, mas conseguiram fazer isso muito bem. Assim como o ritmo do dorama inteiro que por sinal foi ótimo, o final também apresentou um excelente embalo, considero satisfatório, sem acontecimentos desnecessários que ás vezes sul coreanos tem mania de colocar na trama só para encher nosso saco. 
Podem ficar tranquilos porque aqui, isto não acontece.

5) Melhores Cenas

- Trio: Ha Joon + Yeon Doo + Kim Yeol = esses três juntos me cativaram <3


- Como shippei fortemente Ha Joon + Yeon Doo , super curtia os dois juntos em cena.


- Dong Jae e Soo Ah na melhor cena de todo o dorama


- Kiss: Yeon Doo + Kim Yeol


6) Trilha Sonora

A que mais me chamou atenção, é na verdade apenas uma melodia usada na sonoplastia (e eu iludida pensando que era uma música :/ , quem assistiu sabe a qual me refiro), outras que vale a pena mencionar são:

Shooting Star - HanByul 


Flower - Lizzy feat Kanto


7) Considerações Finais

  • Amizade entre Ha Joon e Kim Yeol

Sei que já mencionei, mas sério pessoas, considero esta, uma das melhores amizade masculinas já vistas em doramas. Não curto muito bromance, mas a forma como Cheer Up! destacou a parceria entre Ha Joon e Kim Yeol foi única. Impossível não se cativar com a união dos dois, a lealdade de ambas as partes, foi incrivelmente lindo de se ver. 


  • Amizade
Como eu disse, o foco do dorama em si é retratar a amizade. Como ter um amigo pode ajudar a superar tristezas, dores, dificuldades. O legal de Sassy, Go Go é que ao retratar isto, a trama não fica nada clichê, muito menos, lenta ou chata. Pelo contrário, acompanhar o fortalecimento de amizades já existentes e o surgimento de outras, é um verdadeiro prazer e o melhor é que tudo vai acontecendo de forma leve e única, impossível não curtir. 

8) Conclusão

Se você está à procura de um dorama com uma trama leve mas que nem por isso seja chata ou lenta, e que apresente desdobramentos interessantes, com personagens carismáticos e um diferencial junto com tantos clichês na vida doramática, eis aqui uma boa dica. Além de que, ainda terá diversas mensagens sobre como uma verdadeira amizade pode mudar situações e até,  pessoas. Espero que tenham gostado da resenha! Até a próxima! 


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Sua opinião também é importante. Comente! (:

Topo