21 fevereiro, 2016

Bubblegum [K-Drama]


Como de praxe, eu sempre adiciono os doramas da tvN na minha lista e quando soube que a mesma produziria Bubblegum, já fui logo atrás do título. Entretanto, admito que fiquei um pouco decepcionada com o drama da vez, não que tenha sido inteiramente ruim mas sinceramente, esperava mais.

Bubblegum



Sinopse: O protagonista Park Ri Hwan é um médico de medicina oriental que dirige sua própria clínica, sempre colocando sua mãe em primeiro lugar. Kim Haeng Ah é uma produtora de rádio, impaciente e desajeitada que cresceu ao lado de Ri Hwan considerando-o como um parente. 
A trama é sobre pessoas com deficiências, tornando-se um pouco mais felizes apenas por estarem acompanhados.
Gênero: Drama, romance, comédia
Ano: 2015
Nº de Episódios: 16
Onde Encontrar: Drama Fever (online), Siwon Fansubs (download)

Como eu disse, Bubblegum foi o tipo de dorama que me deixou com uma sensação "poderia ter sido melhor", por isso, acho mais justo resenhá-lo separando os pontos positivos e negativos do mesmo, deixo claro que esta é a minha opinião, certo?
 Então, let's go!

PONTOS POSITIVOS
  • Kim Haeng Ah (Jung Ryeo Won)
A protagonista da trama realmente me cativou, Haeng Ah ficou órfã quando era adolescente e como seu pai era muito amigo da mãe do Ri Hwan, a garota acaba indo morar na mesma casa que ele. Ambos crescem juntos e desenvolvem uma relação extremamente próxima, muitas vezes parecendo irmãos tamanha as birras que fazem um com o outro. Sua personalidade foi o que mais me chamou atenção, ao mesmo tempo que é desajeitada e meio bobinha, consegue ser extremamente séria e determinada, sempre buscando sorrir não importando a tristeza que surja em seu caminho. 
Como não admirar uma personagem que sempre tenta ser forte, sem precisar se escorar em alguém?



Haeng Ah no início da trama namora o Seok Joon, relacionamento que rende-lhe muitas mágoas, e sério gente, eu torcia muito para que ela desse um chute logo no carinha (ôh homem sem sal, credo!) e fosse em busca do Ri Hwan. O fato é que este relacionamento da moça resulta em experiências pra ela, e com isso, mensagens são passadas para os telespectadores, sobre como deveria e não deveria ser um relacionamento. Mas o que mais gostei na Haeng Ah foi sua lealdade à sua tia Seon Yeong (mãe do Ri Hwan), a todo o momento ela demonstrava o quanto era grata por ter sido acolhida quando perdeu seu pai, mesmo que ás vezes Seon Yeong acabava ultrapassando limites e sendo grossa com ela, Haeng Ah nenhuma vez esqueceu sua gratidão, pelo contrário, sempre buscou não contrariar sua tia. Uma protagonista de ótimo caráter. P.S.: Haeng Ah tem um trauma de infância, uma fobia de hospitais, apesar de ter achado simplória demais a forma como retrataram isto na trama, gostei muito da determinação da moça em superar isso nos episódios finais, fora que o motivo pelo qual ela queria superar, era incrivelmente lindo.
  • Park Ri Hwan (Lee Dong Wook)

Ri Hwan foi outro que me conquistou, seu personagem é centrado e ao mesmo tempo, divertido. O moço tem um grande afeto pela Haeng Ah e se preocupa demais com a garota, sempre age como um ~oppa, tentando protegê-la e livrá-la de qualquer possível sofrimento. Além de que sempre ser um ótimo filho, sério galera, se houvesse um prêmio "melhor personagem filho do ano passado", o garoto levaria, era absurdamente linda a maneira com que ele se preocupava e buscava manter sua mãe feliz.


Com o passar dos episódios, Ri Hwan vai demonstrando seus sentimentos verdadeiros pela Haeng Ah, o que acabou contribuindo mais ainda para eu favoritar o personagem. Desde o início, o rapaz foi honesto com o que sentia e soube transmitir esta sinceridade para Haeng Ah, como resistir não é mesmo?  Em determinado momento da trama, ele precisa encarar uma situação muito difícil, e seu jeito de lidar com o que estava acontecendo apesar de ter me irritado no começo, acabou por me convencer que isso era totalmente condizente com a personalidade do Ri Hwan. 

Declaro-lhes que esta criatura possui um caráter admirável, mais até que a Haeng Ah, acreditem!  É o primeiro dorama que vejo com o ator e como ele me cativou com sua forma de atuar, logicamente, pretendo ver outros, inclusive o Blade Man que já estava na minha lista e acaba de subir algumas posições por causa dele. P.S.²: As caretinhas que o Dong Wook fazia eram tão fofas. <3
  • Park Seon Yeong (Bae Jong Ok) - Mãe do Ri Hwan

Apesar da mãe do Ri Hwan ter me causado umas raivinhas nos episódios iniciais, com o tempo fui sentindo afeto pela mulher. Seu amor incondicional pelo filho, buscando sempre protegê-lo foi impossível de não admirar. Fora que Seon Yeong demonstrou o quanto era uma mulher forte, capaz de tomar decisões drásticas de acordo com o que achasse certo. Mas algo inesperado a afeta transformando de uma maneira sútil, com isso, foi possível perceber quão boa atriz a Jong Ok é, realmente fiquei encantada com sua atuação, meus sinceros parabéns à moça. 

  • Kwon Ji Hoon (Lee Seung Jun) - Amigo do Ri Hwan & Amigos da Família

Ji Hoon foi outro que eu gostei demais. O melhor amigo do Ri Hwan enchia a cara, bebia MUITO sempre que tinha chance, tudo por causa de seu amor Tae Hee (que não queria o aceitar novamente de jeito nenhum), sendo garantia de boas risadas. Fora isso, sua amizade ao Ri Hwan provou ser bastante leal, ele foi um dos que mais apoiou o amigo quando o mesmo precisou.

Outros que me conquistaram, foram os amigos da Seon Yeong, a Srtª Princesa (Seo Jeong Yeon), seu marido Chefe Noh (Lee Moon Soo) e a filha deles Dong Hwa (Go Bo Gyeol) que apoiaram firmemente ela e o Ri Hwan quando eles precisaram. 
  • Flashbacks presentes nos episódios

Uma das que coisas que eu mais gostava era quando apareciam flashbacks da infância e juventude dos protagonistas. Alguns eram nos finais de determinados episódios, ou até mesmo, no meio de alguma cena, os jovens eram inseridos ali para dar um toque de recordação familiar no ambiente, o que acabou sendo uma maneira de deixar determinado diálogo ou situação mais sensível. Gostei de todos os atores juvenis, tinham tanto química quanto o casal Ryeo Won + Dong Wook. <3
  • Química Ryeo Won & Dong Wook


Confesso que não surtei horrores (mas é bem difícil disso acontecer, poucos casais me conquistam a ponto de eu torcer desesperadamente por eles) porém, a química dos dois era nítida, eram o tipo de casal que contracenando aparentam que tudo ali é verdadeiro tamanho o entrosamento entre eles. Não importava se a cena era simples, onde tinham apenas que fazer birra um com o outro, ou triste, onde tinham que chorar juntos, definitivamente, os dois se encaixavam emocionalmente de uma maneira muito bonita de se observar, sempre mantendo a leveza do roteiro. 
P.S.³: Deixo abaixo o melhor beijo do casal que, sinceramente, merecia entrar na lista "melhores beijos em KDramas" (mesmo que em última posição): 
confiram o beijo chiclete: Bubblegum.


PONTOS NEGATIVOS
  • Kang Seok Joon (Lee Jong Hyuk) & Hong Yi Seul (Park Hee Bon)

Seok Joon é o inicial namorado da Haeng Ah, diretor na rádio em que ela trabalha, desde o início, o achei um sem sal entediante. Tem dificuldade em expressar o que sente e muitas vezes acaba magoando a Haeng Ah por causa disso, entretanto, creio que o roteirista acabou fazendo com que esse defeito dele fosse um ponto negativo na trama, justamente porque não conseguiu explorar bem esse detalhe do personagem. 

Outra que achei entediante foi a Yi Seul. a moça se apaixona pelo Ri Hwan após encontrá-lo em um encontro às cegas marcado por sua mãe, a atriz até tentou expressar algo mas sua personagem tinha uma personalidade tão apagada que ficou impossível não considerar a Yi Seul uma criatura desnecessária na trama, nem seu amor unilateral pelo protagonista conseguiu chamar a atenção. P.S.4: No último episódio, a personagem até conseguiu me cativar minimamente (tipo 0,00000001%) em uma determinada cena mas já era tarde demais.
  • Mãe da Yi Seul (Park Joon Geum) & Hong Jeong Woo (Kim Sa Kwon)
Aquele tipo de mãe presente na trama só para chatear a filha e o telespectador. ÔH MULHER CHATA! Sinceramente, por mim, poderiam nem ter inserido esta criatura na trama. Quanto ao ~oppa da Yi Seul achei que a forma como o abordaram no enredo foi tipo desnecessária também, aparecendo pouco e só para ter diálogos esquecíveis com a mesma, o legal era que ele agia como um irmão mais velho, tentando sempre proteger sua dongsaeng, mas sinceramente, foi meio que desnecessário também.
  • Tae Hee (Kim Ri Na) & Jo Dong Il (Park Won Sang)

Outra que eu sinceramente, desgostei muito foi a amiga da Haeng Ah. Até entendo que a moça estava muito magoada com o Ji Hoon e passou a tentar esquecê-lo e se afastar do rapaz, mas do nada ir atrás do Dong Il? Não sei qual era a lógica do roteirista mas essa súbita mudança da Tae Hee me fez ficar boiando com suas atitudes e sua função no enredo, fora que seu mau humor e jeito estranho foram do tipo que não se consegue gostar.Além de que o personagem do Dong Il foi outro que achei inútil na trama, só servia para ser amigo do sem sal Seok Joon, o que achei uma pena para o ator, pois amei demais o Mendigo Nº 2 que o Won Sung interpretou em Last
  • Final Simplório Demais
A trama de Bubblegum não é do tipo fazer o telespectador montar diversas teorias sobre como tudo aquilo acabará ou simplesmente, te fazer ficar em dúvida sobre o fim de cada personagem. É uma história comum, com pitadas de drama na dose certa para que não se transforme em melodrama, então, não esperem nada muito WOW no último episódio. Porém, achei o fim muito simplório, o penúltimo episódio foi muito melhor e serviria muito mais como fim do que o próprio último, assistam e vejam se eu tenho razão ou não. No geral, o fim dos personagens foi justo, mesmo assim, se fosse para dar uma nota, daria apenas 5.

CONSIDERAÇÕES FINAIS
  • Roteiro

O roteiro de Bubblegum é bem leve e simples, apenas tenta mostrar como pessoas comuns podem superar dificuldades ao mesmo tempo em que tem que lidar com suas dores e tristezas. Nos primeiros episódios eu confesso que fiquei meio entediada mas após um determinado acontecimento, a trama começou a ficar mais interessante e o dorama provou seu real objetivo. O enredo consegue emocionar sem te fazer sentir aquela vontade de chorar compulsivamente, o que para quem não curte melodrama, é um ponto positivo. Além de que consegue transmitir uma sensibilidade única, tendo sua própria forma de fazer isto. O quarteto principal foi um ponto negativo porque não foi cativante a ponto de te fazer amar os 4 (como ocorreu por exemplo, em She Was Pretty) pelo contrário, foi meio que desnecessário, o bom foi que não insistiram muito no mesmo. P.S.5: Vale a pena mencionar o casal secundário formado por dois integrantes da equipe da Rádio, gostei demais. Apesar de todos estes elogios ainda fiquei um pouco decepcionada com a tvN porque sempre espero grandes enredos da emissora, porém após ver todos episódios, entendi a proposta da trama que era para ser mais adulta e retratar problemas de uma maneira dramaticamente controlável, por isso, considero válido ver Bubblegum, mas só se você for do tipo que curte histórias com acontecimentos em tempo mais lento que o normal. 
  • OST muito perfeita/linda
Confiram abaixo as canções que embalaram Bubblegum.

Because I - Lasse Lindh (a mais linda de todas )


My Time Towards You - Alex (outra incrivelmente linda! <3)


Espero que tenham gostado da resenha. 
Beijos e abraços!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião também é importante. Comente! (:

Compartilhe