18 maio, 2016

Signal [K-Drama]


E finalmente trago resenha de um dos melhores doramas do ano - sei que a blogueira aqui está meses atrasada para comentar, mas peço que perdoem essa demora, certo!? - um dos títulos que com certeza merece lugar na sua lista doramática. E se você quer fugir dos clichês e conferir uma trama nova, original e bem elaborada, eis aqui uma ótima dica.

Signal



Sinopse: Um detetive do presente e um do passado se comunicam através de um walkie-talkie para resolver casos que nunca foram solucionados.
Gênero: Investigação, crime, policial, mistério, suspense, thriller
Nº de Episódios: 16
Ano: 2016
Onde Encontrar: DramaFever (online), UrameshiDowns (download)

Signal traz uma trama totalmente inovadora, a qual não vemos sempre por aí no mundo doramático e justamente por este motivo, creio que deve ser recomendado sem nem se pensar duas vezes. Como este é um dos meus queridinhos do ano - junto com Descendants of the Sun e Moorim School - optei por fazer a resenha separando por tópicos todos os motivos que fazem deste dorama obrigatório lista de qualquer doramático:

1) Roteiro inovador, inteligente e surpreendente

E claro que o motivo principal, o qual faz Signal valer cada hora assistida é o roteiro. A trama conta a história de um detetive chamado Lee Jae Han que começa a se comunicar com outro detetive chamado Park Hae Yeong através de um walkie-talk. Sendo que o Park Hae Yeong está no tempo que seria o futuro do Lee Jae Han, entenderam? Não? Calma! A blogueira explica! O detetive Lee está no passado e o Hae Yeong no presente, na verdade, um futuro, pois sua época de acordo com o calendário está 15 anos a frente da "época" do Lee. Pois bem, é meio complexo mas é isso mesmo. Ambos começam a se comunicar, resolvendo casos que até então estavam sem solução no atual ano do detetive Park. Porém, ao começarem a compartilhar informações um com o outro - sempre às 23:23 - ambos, alteram situações em suas respectivas épocas. Afinal, interferir no tempo de uma maneira como essa, lógico que modificaria acontecimentos, inclusive, as vidas das pessoas envolvidas. Ao decorrer dos episódios, o telespectador passa a entender qual era a ligação entre todos os casos retratados e claro, o que os dois detetives tem em comum. A trama torna-se cada vez mais envolvente, fazendo com que você fique praticamente desesperado para descobrir o que há por trás de todo o mistério principal e também, torcendo loucamente para cada um dos protagonistas. O mais interessante é que a história é contada em ambas as épocas, na época do detetive Lee e 15 anos depois com o Park, o que torna tudo mais compreensível para quem assiste considerando que os casos são investigados em ambos os "tempos".



2) Trio protagonista totalmente incrível


Considerando um roteiro tão inovador e envolvente, seria um desastre se os personagens não fossem bem explorados na trama, ou tampouco fossem cativantes. O que felizmente, não aconteceu. O trio principal é totalmente incrível. Sério gente, é surreal o quanto este trio consegue comover, emocionar, e cativar o telespectador. Cada um tem sua própria personalidade e funções específicas na história, o que se tornou outro detalhe super bem elaborado pelos roteiristas. Souberam explorar os  três individualmente, em trio, em duplas, de todas as formas possíveis, e isso só engradeceu todo o dorama.

- Lee Jae Han (Jo Jin Woong)


E o que dizer deste ser? Nunca em toda minha vida doramática eu conheci um personagem tão íntegro e determinado quanto este homem! Lee Jae Han conquistou meu carinho, e mais que isso, conquistou meu respeito e admiração! Sabe quando você se apega a um personagem e gostaria de que ele fosse real para você poder conhecê-lo? Este foi o caso. O cara era tão politicamente correto e fiel à sua profissão que era impossível não passar a admirá-lo. Lee Jae Han ao começar a se comunicar com o detetive Park passa a se aproveitar das informações que pode conseguir através dele para que assim, se possível, resolva mais casos, salve mais vidas. 

A determinação do homem é de dar um chute no estômago de pessoas que ficam sentadas no sofá de casa esperando as coisas caírem do céu! E mesmo quando ele fica em dúvida, se o que está fazendo é certo ou não, ainda persiste com fé, tentando acreditar em suas próprias escolhas. Jae Han era sério e praticamente só focava em sua profissão, tanto que nem percebia que uma pessoa que estava ao seu lado tombava de carinhos por ele - o tipo lerdo e cego, sabe como é né?! Lee Jae Han é o tipo de personagem focado, sério e ás vezes, até duro mas que no fundo possui um bom coração.
E quando o caso principal estava sendo desvendado e os protagonistas foram ligando os acontecimentos, ele mais uma vez surpreendeu e soube passar uma mensagem marcante de que nunca, nunca devemos desistir do que buscamos! O fato é que este ser deu um show de determinação e integridade, o tipo de pessoa que segue seus princípios até o fim. Como não o admirar?! Nem vou comentar quão emocionada eu ficava com esse homem chorando...

- Park Hae Yeong (Lee Je Hoon)


Outro que me conquistou foi este ser aqui! O Park Hae Yeong é um profiller (detetive que monta perfis de criminosos para a polícia), e ao estar saindo da delegacia encontra um walkie-talk, a partir daí começam as transmissões entre ele o detetive Lee. Ao começar as investigações, ele também passa a se empenhar em resolver os crimes com a ajuda das informações do Lee, porém assim como acontece no passado, trocar informações passa a alterar também o presente do Park Hae Yeong, e em algumas vezes, complicando mais ainda as situações. E assim como o detetive Lee, o Hae Yeong passa a fazer suas próprias escolhas e a acreditar nelas, persistir até o fim seguindo seus princípios. O que mais gostei nele foi sua inteligência, a maneira como avaliava os criminosos, as situações, a forma como encontrava o que precisava ser encontrado e como lidava com o que descobria. 

Park Hae Yeong perdeu mãe e irmão devido as circunstâncias arrasadoras, porém conseguiu seguir em frente, mesmo que praticamente sozinho. Entretanto, em determinado momento do enredo, o rapaz tem a oportunidade de buscar mais informações sobre o seu passado e eis que aqui temos o clímax do drama, o qual não contarei senão perde a graça né?! Só assistindo agora! Haha'
De início o personagem era meio arrogante, entretanto eu me identifiquei muito com o Park Hae Young, creio que devido a sua maneira de tentar se manter firme nos piores momentos, tentando se manter forte. É também outro personagem determinado e cativante. O mais incrível é que não ficou ofuscado pelo detetive Lee, pelo contrário, um se tornou o complemento do outro. P.S.: Não conhecia o ator, mas claro que já está na lista dos que tentarei prestar mais atenção futuramente!

- Cha Soo Hyun (Kim Hye Soo)


E a protagonistas feminina não poderia ter sido tão melhor encaixada na trama. Cha Soo Hyun é o tipo de mocinha que eu amo ver em doramas, o típico caso fora dos clichês "fofa e frágil". Na verdade, temos duas Cha Soo Hyun, como a trama é contada tanto no passado quanto 15 anos depois, podemos ver ambas as faces da Soo Hyun. E isso foi brilhante!! No passado, quando a vemos ao lado do detetive Lee, iniciando sua carreira como policial, temos uma Soo Hyun mais frágil, mas após 15 anos, vemos como a garota se tornou uma mulher forte. E essa mudança se deve em parte pelas experiências que ela vivenciou, e claro graças ao Lee.


Eu particularmente, preferi a Soo Hyun do tempo Park, pois era mais forte, determinada, objetiva e menos dependente dos outros. Mas claro, não consegui não me cativar com a moça em sua juventude, quando era mais ingênua e fraca. 
O fato é que assim como os anteriores, esta personagem tem sua função no enredo e é tão incrivelmente cativante quanto os outros. 

Temos outros personagens é claro, alguns são inseridos devido aos casos que o trio acima passa a investigar, outros chegam para tumultuar a trama e temos também, os "vilões", porém acho mais válido vocês saberem pouco sobre estes, assim as surpresas serão maiores!

O fato é que este trio por si só conduziu a trama perfeitamente e de uma maneira totalmente competente. Ah! Vale mencionar para os doramáticos românticos de plantão que o foco do enredo não é romance, então não esperem abraços, beijos e tudo mais. Claro, determinado possível casal pode te fazer shippar pois tem uma certa base sólida de "talvez romance", porém não é o foco, então aviso para não esperarem muito algo assim!

3) Atuações maravilhosas! Ótima química dos atores!

Outro fato importantíssimo é a química maravilhosa deste elenco! Os três foram surpreendentes em todos os momentos da trama, não importando a cena, sendo ela dramática, tensa, depressiva, com alta carga de tristeza, todos deram um show! E como a Hye Soo conseguiu ter uma ótima química de atuação com ambos os rapazes, é bem possível que os típicos "shippo tudo e todos" comecem a shippar um dos casais ou ambos. Hhauhsua' No geral, os três conseguiram ser bem mais convincentes que muitos outros que se dizem trio romântico por aí...

4) Amizade entre Park e Lee por meio do walkie-talk

E ao começarem a se comunicar, os detetives Park e Lee além de interferirem no passado, presente e futuro, começam também a se conhecer mais. Ambos vão se tornando mais próximos, se preocupando um com o outro, compartilhando seus objetivos, pensamentos e determinações. Em pouco tempo, o telespectador já tá é torcendo para que eles se encontrem em algum momento da trama! Os dois foram sem sombra de dúvidas, a alma de toda a trama e demonstraram isso a cada momento. Os atores apenas com os diálogos através do walkie-talk conseguiram demonstrar quão literalmente em conexão estavam e emocionaram, o que ás vezes nem acontece, mesmo com os atores no mesmo cenário. Palmas para estes dois! 

5) Casos investigados = perfeita inserção na trama!

Outro ponto muito importante e bem trabalhado da trama foram os casos investigados ao decorrer dos episódios. Ao começarem a se comunicar, os detetives Lee e Park começam a trocar informações sobre os casos, e estes passam a ser investigados tanto na época do detetive Lee quanto 15 anos depois com o Park Hae Young. O mais incrível é como os roteiristas souberam ser inteligentes e montar perfeitamente todas as situações, de forma que todas se encaixavam em ambos os tempos diferentes. Um dos casos citados é o famoso serial killer que matava apenas mulheres com roupa vermelha, lembram do drama Gap Dong? - Aquele dorama em que o Lee Joon deu um show de atuação! - Esta história é retratada - em partes, pois claro sempre sofre alterações - aqui em Signal e de forma muito interessante. No geral, todos os casos estavam de certa forma interligados, tendo uma certa conexão, a qual só descobrimos no final. E como era de esperar, não temos qualquer furo neste aspecto do enredo. Parabéns aos roteiristas envolvidos!

6)  Personagens extras memoráveis!

- Park Sun Woo (Cha Ni)

Eu realmente não poderia deixar de mencionar a brilhante atuação deste menino. Cha Ni interpretou o irmão mais velho do Park Hae Yeong quando era mais jovem e nos poucos momentos que apareceu me conquistou completamente. Não posso falar muito - evitando spoilers, licença - só aviso-lhes: prestem atenção neste boy! P.S.: Quando o vi em cena, o achei conhecido e adivinhem de onde? Do meu amado dorama Nice Guy, tá  tudo explicado agora! Haha' Quero este ser em mais doramas futuramente! (yn'

- Kim Yoon Jung (Lee Young Eun)


E outra que eu não poderia deixar de mencionar é a lindinha da Young Eun. Esta atriz mirim me cativou totalmente como a mudinha em D-Day e amei revê-la aqui, uma pena sua participação ter sido tão pequena, mesmo assim, valeu a pena.

- Equipe de detetives

A Soo Hyun e o profiler Park acabam formando uma equipe de investigação junto com o Kim Gye Chul (Kim Won Hae) e o Jung Hun Gi (Lee Yoo Joon). E mesmo este dois não aparecendo tanto, conseguindo pouco espaço na trama, de certo modo, foram um complemento interessante em muitas das investigações da equipe.

7) OST

A OST de Signal não me fez ficar ouvindo-a umas 10 vezes ao dia - coisa que aconteceu com a de Descendants of the Sun - mas claro, sempre tem aquela canção que se torna a "cara" do dorama e a deste é esta aqui: 

INKII



Temos também; Aviso: O vídeo abaixo pode conter spoilers!

The Road - Kim Yuna




8) Final: o que esperar dele?

Sendo este um dos meus queridinhos, é óbvio que a blogueira aqui estava preocupada com o final do drama, ainda mais depois do bombástico fim do penúltimo episódio. Mas o que posso dizer sem soltar spoilers? Posso afirmar que o final foi exatamente de acordo com a proposta inicial do drama, aliás digo mais, o fim foi totalmente a "cara" de Signal. Deixou ganchos possíveis para um segunda temporada - a qual se acontecer, aceitarei de braços abertos mas só se os roteiristas fizerem algo decente, e tão bom quanto o nível desta temporada - mas também, caso passem-se os anos e não tenhamos notícia de uma segunda temporada - o que aconteceu comigo e Monstar - o final ficou a critério do telespectador. Enfim, eu não considerei um dos melhores finais doramáticos, mas em terra de k-dramas com finais decepcionantes, Signal até surpreendeu!

- Conclusão:


Signal é o tipo de trama inteligente com personagens bem trabalhados e desdobramentos que prendem a atenção do telespectador de maneira pouco comum. A junção de gêneros, o fato da trama oscilar entre passado e futuro faz com que você realmente se sinta atraído pelo enredo, o típico drama que não se consegue abandonar até conferir todos os 16 episódios. Para quem decidir assistir, recomendo que preste bem atenção na trama pois as alterações contínuas em ambas as épocas, tanto a do detetive Lee quanto a do Park podem dar um nó na sua cabeça se você não parar pra analisar e entender o que está acontecendo, o que pode prejudicar a credibilidade da trama de acordo com a sua opinião. Todos os mistérios foram resolvidos, e alguns até me surpreenderam de certa forma, tanto na maneira como foram solucionados como o modo como os roteiristas explicaram a conexão entre o Lee e o Park, e óbvio, o motivo por trás das transmissões. No geral, eu realmente amei Signal e sempre será um dos doramas que eu recomendarei fortemente, até mesmo para quem não é dorameiro. Tramas que me trazem a possibilidade de montar teorias e ver quais acerto ou não sempre estarão na minha lista de queridinhos e este conseguiu uma ótima posição! Estão esperando o que pra ver esse dorama? Corram!!!


10 comentários:

  1. Olá Luane,
    Tudo bem?
    Que bom que você fez a resenha desse drama!!! :D
    Eu absolutamente não sei como colocar em palavras as excelentes impressões que tive com esse drama!!! Palmas para todos os envolvidos!!!!! Atores, diretor, roteirista!!! Enfim, todo o staff! Não lembro de ter nenhuma parte que pensei terem alguns conflitos no enredo (pode ser até que tinha, mas eu estava tão fascinada que nem vi kkkkkk)
    Além disso, é claro, o fato de ser algo totalmente diferente de tudo que já vi (como você colocou aí em cima: uma trama original e bem elaborada) eu ficava esperando ansiosamente a Lucíla terminar de traduzir mais um episódio para poder assistir! *-*
    Não vou nem falar muito da trama, porque só vou fazer um texto de elogios kkkk Amei tudo, principalmente os dois protagonistas e a interação deles pelo walkie-talkie <3<3<3 Difícil não se envolver, difícil não torcer, difícil não sofrer junto e difícil não se surpreender constantemente também.
    Quanto ao final, concordo com você, foi totalmente a cara de Signal e ainda prefiro que tenham terminado assim, do que tentassem dar um fim com mais pingos nos "i's" e acabassem com a história. Melhor assim, talvez, porque nem consigo imaginar um fim enquanto eles soubessem ou continuassem desenterrando segredos que pessoas poderosas demais não quereriam que eles soubessem... Mas enfim, estava esperando por uma segunda temporada, mas depois de ler o que você escreveu, também penso que só ia querer uma se fosse do mesmo nível dessa. Será que eles conseguem continuar a história com algo igualmente bom? É esperar para ver se vão sequer tentar rsrs
    Também é um dos dramas que super recomendo. Vale muito a pena MESMO assistir!!!
    Muito obrigada por mais essa resenha <3 :*
    ~Tereza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo sim Tereza! ^^
      Eu imagino quão ansiosa tu ficava ao esperar por mais episódios, eu ficava exatamente assim. Signal é o tipo de trama que realmente prende o telespectador.
      Concordo com cada parte que você em disse em relação aos dois protas se comunicando pelo walkie-talk, era impossível não sofrer junto com eles.
      Verdade, é realmente difícil fazer uma temporada de uma trama tão bem elaborada quanto essa, mas talvez, eles até ousem tentar, nunca se sabe o que se passa nas cabeças desses roteiristas coreanos. KKKK
      Vale sim, é um dos dramas que sempre estará na lista de recomendações para todo e qualquer dorameiro, aliás, até para os não dorameiros. rs
      Eu que agradeço por mais este comentário, curto demais ler sua opinião sobre o drama. Incrível como sempre damos ênfases aos mesmos temas nas tramas, né?
      P.S.: Estou finalizando Please, Come Back Mister, então trarei resenha dele também. ^^

      Excluir
    2. Oi!
      Esse drama prende mesmo o telespectador. Imagina a minha felicidade quando a Lucíla terminava mais um episódio :D
      Isso mesmo! É esperar para ver kkkk Geralmente gosto mais das primeiras temporadas. Parece que nunca acertam muito na segunda, mas imagino que sempre tem exceções :)
      Também acho difícil não me identificar com o que você coloca ^^
      Aguardarei pelo Come, Back Mister ;)
      ~Tereza

      Excluir
    3. Eu não sei como você aguentou esperar esses episódios sendo que a Lucila quem estava legendando se eu estivesse perto dela, teria enchido o saco dela todo o tempo pra legendar logo. KKKK
      É difícil manter a qualidade de uma segunda temporada, mas quem sabe eles consigam né?!
      Ah, bom saber! Nossa opiniões sempre se parecem muito! rsrs
      O Come Back, Mister sairá em breve. ^^

      Excluir
    4. Eu tomo chá de sumiço às vezes, mas sempre volto rs A gente se ocupa com tantas coisas que não vê o tempo passando, não é?
      Era assim mesmo que eu fazia kkkk Coitada da Lucíla! Agora ela tem que me aguentar de novo por causa do 38 Task Force kkkk
      Mas ainda acho que a mãe ganha batido! Quando ela quer continuação de algum drama (principalmente lakorns! que parecem ser a paixão dela agora) é pior do que nós kkkkk :D
      ~Tereza

      Excluir
    5. Realmente, a vida é sempre aquela correria e nos ocupamos muitos, por isso sumimos, entendo perfeitamente. Husuahsa
      Eu sinto pena da Lucila toda vez que tu fala isso, haushaus.
      Eu acho que se fosse da família, seria como sua mãe e coitada da Lucila aguentar nós 3 seria um pesadelo KKKK

      Excluir
  2. Olá Luane,
    faz um tempo que não venho comentar aqui, o que não quer dizer que não acompanho o blog, só que a Tereza sempre acaba comentando por mim também kkkkk Ela tem mais jeito para escrever, por isso não me arrisco muito kkk Mas como é o Signal, que eu acompanhei como tradutora, tenho absolutamente um carinho especial por ele e não podia deixar de comentar também, nem que só para dizer que me identifiquei com suas opiniões ^^
    Eu também gostei muito da interatividade entre os três protagonistas e achei que foi ótimo a Cha Soo Hyun ser o elo entre o passado e o presente. Os vilões, como sempre, fizeram bem o trabalho deles rsrsrs Gostei muito dos casos e como foram bem elaborados, e da tensão que sempre existia sobre como cada ação do passado poderia mudar o futuro para o bem ou para o mal. Até chorar, esse drama me fez rsrs
    Eu gosto demais de dramas desse gênero e nesse drama eles conseguiram colocar tudo tão bem, cada coisa em seu lugar, sem faltar nada, sem nada ser demais *-*
    Não sei quanto a uma segunda temporada... Não foi AQUELES fins, mas também não foi ruim. Mas com certeza recomendo esse drama *-*
    ~Lucíla.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico muito feliz de você vir comentar também sobre este drama, Lucila. Um drama tão incrível e original quanto Signal realmente merece um comentário de alguém que o traduziu tão bem.
      Sério que tu chorou? Eu não chorei - o que não quer dizer que os olhos ficaram cheio de lágrimas em alguns momentos / rsrs - mas em alguns momentos tensos fiquei com o coração na mão!
      Exatamente! Os roteiristas souberam conduzir muito bem a trama e colocar tudo em seu exato lugar. Super concordo, esse drama merece e muito ser recomendado!
      Obrigada por mais este ótimo comentário! Volte mais vezes, Lucila! <3

      Excluir
    2. Obrigada Luane pelo elogio ^^
      Sim, sério principalmente na parte do Park e da Cha. E como você também ficava com o coração na mão torcendo desesperadamente nos momentos tensos rsrs
      Vou tentar voltar e comentar mais vezes em outros dramas ;)
      ~Lucíla

      Excluir
    3. Por nada, é a verdade! ^^
      Foi meio impossível mesmo não ficar torcendo desesperadamente, kkk.
      Tente mesmo, irá alegrar a blogueira aqui! <3

      Excluir

Sua opinião também é importante. Comente! (:

Compartilhe