29 agosto, 2015

Tomorrow's Cantabile [K-Drama]


Aquele tipo de drama com enredo bem simples mas que consegue cativar e até divertir. Com um desenvolvimento bem leve, Tomorrow's Cantabile nos traz uma galerinha que ama música clássica e que através dela supera toda e qualquer dificuldade.

Tomorrow's Cantabile


Sinopse: Cha Yoo Jin (Joo Won) é um gênio musical que sonha em ser maestro, porém, não tem como deixar seu país e ir em busca de seu sonho por causa de um trauma de infância. Seo Nae Il (Shim Eun Kyung) é uma garota que não preocupa-se muito com o futuro mas possui um grande talento como pianista. Ambos se conhecem e Yoo Jin se dá conta de que Nae Il possui sua própria maneira de sentir e tocar uma canção.
Título Alternativo: Naeil's Cantabile
Gênero: Comédia romântica, música, música clássica
Ano: 2014
Nº de Episódios: 16
Onde encontrar: Meteor Dramas (necessário cadastro para download)

Confesso que decidi ver o drama por causa do Joo Won. Enquanto acompanho os episódios incríveis de Yong Pal (trarei resenha futuramente) semanalmente, novo trabalho do moço, fiz questão de procurar outros doramas com ele só para tentar acalmar o surto, rs.

Então, achei este aqui. Com um tema, o qual nunca tinha visto nada parecido, fui cativada pela simples, porém interessante trama. Não sou fã de música clássica, por isso, era realmente legal através do drama, conhecer um pouco mais deste que considero agora, um incrível universo. Dorama também é cultura,pessoal! (rs)

  • Personagens
Cha Yoo Jin (Joo Won)


Após os meus recentes comentários nas resenhas de Bridal Mask e Good Doctor, vocês já devem ter percebido (e possivelmente não aguentam mais me ver falando dele, rs) que me tornei fã do moço. E tem como não amar essa pessoa atuando? Bem, em Naeil's Cantabile, Wonzito interpreta o Yoo Jin, um rapaz que inicialmente parece ser apenas arrogante e que não se aproxima verdadeiramente das pessoas. Ao decorrer dos episódios percebe-se o motivo que tornou Yoo Jin tão solitário e seu segredo em relação ao seu trauma de infância, seu amor pela música e o quanto se importa com os outros, sendo capaz de fazer algo que prejudicaria a si mesmo só para não ferir quem considera amigo. P.S: Esse cabelo do Won é do tipo que ao mesmo tempo em que faz uma mulher morrer de inveja por não ter madeixas assim, faz com que se sinta caída de amores por essa beleza. O charme dele durante o drama inteiro foi este cabelo de ladinho, certeza!

Seol Nae Il (Shim Eun Kyung)


A divertida, maluca, estranha, chiclete Nae Il. Uma das personagens mais cabeça de vento que já vi em dramas,rs. A garota não levava muito a sério o estudo para tocar piano, o que também é explicado na trama, tem todo um motivo. Porém, ela conhece o Yoo Jin e se apaixona praticamente à primeira vista. A partir daí, persegue-o constantemente e assim começa a preocupar-se com sua falta de responsabilidade em relação a música. Era muito engraçado o quanto ela ficava na cola do Yoo Jin chamando-o de "Orabang" (significa "oppa" no dialeto de Jeju), aparecendo na casa dele pedindo comida e falando sobre o futuro dos dois juntos, sério, essa menina foi guerreira, deve ter vencido o moço pelo cansaço,rs.


Franz Stresemann (Baek Yoon Sik)


Eu não suportava esse cara, se fosse para abandonar o drama, ele seria um bom motivo. Franz é um maestro famoso que chega na instituição onde nossos protagonistas estudam para montar uma orquestra. Ele seleciona os garotos, tem uma despeita inicial com o Yoo Jin por uma razão totalmente idiota e fica tentando conquistar a diretora Song Min Na (Ye Ji Won), ao que parece ambos tiveram uma história no passado, mas não abordaram muito isso na trama e eu na verdade, nem tava ligando para ele. 


O que mais me dava raiva eram suas ações sem muita lógica, algumas eram decentes mas outras, totalmente sem sentido. Ah, sua excentricidade era outra chatice, sabe aquele personagem que seu santo não bate? Foi exatamente assim entre mim e o Stresemann. Chamava a Nae Il de "baby" e eu não consegui entender direito o que ele realmente queria, se era ser parte de um triângulo amoroso ou um cupido. Mais provável, a última opção, afinal, tem a Min Na na história.

Yoo Il Rak (Ko Gyung Pyo)



Com um visual impossível de não ser notado (rs), Rak é um divertido garoto que sonha em ser ótimo no violino, era garantia de cenas divertidas. É praticamente o primeiro a se tornar amigo do Yoo Jin e ficava sempre no pé dele junto com a estranha da Nae Il. Ao passar do tempo, se dedica mais à prática de violino e demonstra o grande amigo que é, inclusive, quando era necessário resolver algo com todos da orquestra, estava sempre disposto a fazer sua contribuição. 

Sua relação com o pai Won Sang (Ahn Kil Kang), mostra uma amizade entre pai e filho linda de se ver, muitas vezes até engraçada,rs.



O moço também protagoniza um casal secundário, a violinista Jung Shi Won (Bae Min Jung) acabou chamando a atenção dele, sem saber como tentar conquistar a Shi Won, o Rak acaba se atrapalhando todo e sendo um fofo. Achei uma pena terem poucas cenas dos dois, mas as que tiveram garantem "owns"

Lee Yoon Ho (Park Bo Gum)


Imaginem minha surpresa quando vi este lindo ser novamente em um dorama. O advogado colírio de I Remember You, dá o ar da graça mais uma vez, o ator interpreta o Yoon Ho, um violoncelista talentoso que retorna a Coreia e conhece após uma inesperada circunstância com o Yoo Jin, a Nae Il. E adivinhem? Temos um triângulo amoroso, para variar, rs. O legal é que não se torna aquele triângulo sofrido, Nae Il deixa bem claro que para ela só existe o "Orabang", mas o garoto era persistente e tentou até o final. Nos traz algumas surpresas com suas atitudes ao decorrer dos episódios e provou como "um fim" pode torna-se um "recomeço". E ele estava lindo aqui, quem se derreteu em IRY com ele e já está com saudades do ator, basta assistir Tomorrow's Cantabile e conferir sua beleza e atuação mais uma vez. 


P.S.²: A rivalidade/disputa/ quase amizade/ que se forma entre ele e o Cha Yoo Jin foi até interessante, principalmente porque Yoo Jin acabou aconselhando o Yoon Ho em um determinado momento e esta ação tornou-se uma aprendizagem e benefício para o garoto.

Temos muitos outros personagens, a amigável mãe (Lee Ah Hyun) do Yoo Jin, chatinha da ex namorada dele, Chae Do Gyeong (Kim Yoo Mi) que logo sumiu e eu achei muito bom (rs), a Mini Min Hee (Min Do Hee) que sempre estava levando seu pesado contrabaixo para lá e para cá e se tornou grande amiga da Nae Il, o engraçado Soo Min (Jang Se Hyun) que nutria seu sentimentos pelo poderoso Cha, forma como ele chamava o Yoo Jin (rs). A diretora Min Na (Ye Ji Won) que tentou o seu melhor para conseguir manter a orquestra (gente, o senso de moda dela era bem chamativo, rs), os professores Do Gang Jae (Lee Byung Joon) que era meio Severo Snape (brincadeira, rs), ele era um pouco rígido mas aprendeu boas lições e o fofo do Ahn Gun Sung (Namgung Yeon) que entendia como ninguém a Nae Il.


  • Roteiro:

Como mencionei antes, a base de Tomorrow's Cantabile é a música clássica e temos isso aqui transbordando, achei muito interessante e como sempre achei lindo quem é pianista, me peguei namorando os pianos que apareciam nas cenas. Aprendi com este drama, o quanto é importante em uma orquestra harmonia e compreensão entre os membros, além de ficar realmente encantada com o trabalho de um regente, para quem não sabe, é o responsável por conduzir a orquestra, o maestro, não apenas tem que mover as mãos aleatoriamente, ele realmente precisa saber o que está fazendo, quais movimentos são necessários, sua condução com seus braços é de extrema importância e interfere diretamente na apresentação de uma orquestra. 


A trama em si não tem grandes desdobramentos, mas é de acordo com a proposta do drama, então considero válido. Tem um bom ritmo considerando o enredo leve e divertido, claro, as questões como o trauma do Yoo Jin e as razões para a Nae Il ter se tornando tão desconfortável em levar o estudo a sério, são bem explicadas e a forma como ambos superam isso com o apoio um do outro e amor pela música, é muito bonita. Concluo: ao terminar de ver este Tomorrow's Cantabile, aprendi o quanto objetivos são importantes e como o amor por determinado assunto/tema/ pode unir as pessoas, o quanto temos que ter coragem para superar as dificuldades que aparecem independentes de quais sejam. E claro, todo sonho é válido e realizável, contanto que você acredite.


  • Romance:


Inicialmente, o casal era muito engraçado, Nae Il perseguindo seu "Orabang" e Yoo Jin fugindo sempre que possível.

Mas, como disse antes, a Nae Il é persistente e acaba conquistando o coração do Yoo Jin, mesmo assim, o garoto recusa-se a ceder e demonstrar que foi conquistado, o que ocasiona mais cenas engraçadas. 



Porém, o moço se rende de uma maneira que é totalmente como o Yoo Jin, faria. Os dois eram fofinhos juntos, os atores tinham uma boa química mas fiquei chateada por não ter  um único beijo do casal, esse dois mereciam, a Nae Il merecia após tanta luta para conquistar o garoto. Não costumo ligar muito se não tem beijo, mas neste caso, faço uma exceção. CADÊ O BEIJO, PRODUÇÃO? 


  • Final: Considero, bom. Não foi daqueles perfeitos e tudo mais, porém, foi extremamente de acordo com a trama, então não precisam se preocupar, rs. Temos até uma viagem do Yoo Jin e Nae Il, com cenas engraçadas e claro, fofinhas. Ficaram curiosos? Só vendo para saber, haha'.
  • Considerações Finais
- Achava muito fofa a amizade que se formou entre o Yoo Jin e o Rak. E claro, entre os membros da orquestra, o quanto eles se empenhavam para se sair bem nas apresentações.


- Yoo Jin lavando o cabelo da Nae Il. (Não sei vocês mas eu, ás vezes, tenho preguiça de lavar o cabelo, principalmente no inverno,rs. Por isso, amaria ter um "orabang/oppa" desse.)


- A cena em que o Yoo Jin visita a casa da Nae Il pela primeira vez foi a mais engraçada, o apt da moça era um verdadeiro lixão, kkk. Fora o gritinho dele por causa da barata, rs.


- A senha da casa do Yoo Jin era uma vergonha, rs . O pior, Nae Il descobriu (nem tinha como não descobrir) e entrava quando bem queria na casa do rapaz, kkk.


- Joo Won não cansa de ser lindo, babei horrores por ele no episódio final.


Trilha Sonora: A sonoplastia usava e abusava da música clássica, além disso, temos esta aqui, a qual, eu achei um amorzinho <3.

Listen to My Heart - Melody Day



Soube que este drama é a versão coreana de um japonês, não vi a outra versão, se você já, não deixe de falar sua opinião nos comentários. Beijinhos, agora vou ver mais um dorama, rs, haha!


4 comentários:

  1. Se vc gostou da versão coreana eu te recomendo muitíssimo a versão japa!! Sério,ela é tão melhor! Eu tbm amo o Joo won, desde Good Doctor e Ojakgyo Brothers, mas confesso que na japonesa o elenco se saiu muito melhor, sem comparação, enfim hahs veja a outra versão tbm, garanto que não vai se arrepender!

    ResponderExcluir
  2. Ainda não vi Ojakgyo Brothers acredita? rsrs. Mas pretendo ver. Ouvi falar sobre isso também, a versão japonesa é considerada melhor e claro vou adicionar na minha lista sim. Assim que eu ver trarei resenha aqui, fica de olho. Obrigada pela indicação! (:

    ResponderExcluir
  3. Vi os seis primeiros episódios dessa versão e sinceramente achei bem fraco... nem de longe têm o mesmo encanto e beleza da pequena obra-prima que é Nodame Cantabile (digo isso me referindo também ao mangá e anime). Talvez algum dia eu retome a versão coreana, pois não gosto de deixar nada do que eu assisto inacabado. Mas se você gostou de Tomorrow Cantabile assista à versão japonesa que é infinitamente melhor em todos os aspectos e não se arrependerá! É uma série muito divertida e emocionante, tanto que eu já revi umas 3 vezes sem enjoar (e eu raramente faço isso com doramas). Enfim, assista! E mais uma vez parabéns pelo texto bem escrito.

    ResponderExcluir
  4. Obrigada pela recomendação. Já me falaram que a versão japonesa é muito melhor, pretendo ver sim, afinal, se eu gostei da versão coreana é bem provável que curtirei e muito a versão original. Que bom que curtiu a resenha, fica de olho no blog que em breve terá muito mais resenhas. (:

    ResponderExcluir

Sua opinião também é importante. Comente! (:

Compartilhe