Menu

Cinderella and the Four Knights [K-Drama]


Como não poderia perder tempo, fiz questão de fazer esta resenha e publicar para vocês, afinal, drama bom e completamente amorzinho como este, deve ser recomendado para todos os dorameiros de plantão. Posso dizer que este título foi uma daquelas maravilhosas surpresas da temporada, iniciei sem grandes expectativas e quando percebi já estava fervorosamente conferindo os episódios só pra ter minha dose semanal da trama coreana da Cinderella.

Cinderella and Four Knights



Sinopse:  Uma adolescente espirituosa, esperta e simpática, boa em esportes, odeia sua vida em casa devido à sua nova madrasta e meia-irmã. Ela sonha em fugir de casa onde é tratada como uma intrusa. Um dia ela ajuda um senhor e ele faz uma oferta incomum para ela. Ela é convidada para vir morar em uma mansão gigante e frequentar uma prestigiada escola secundária, onde ela começa a perseguir seu sonho de se tornar professora. Há outros quatro moradores nesta casa - três belos primos e um secretário- que são teimosos e livres para fazerem o que quiserem. Ela abre os corações gélidos deles e os torna a sua própria pequena família, e encontra o amor ao longo do caminho. (Fonte: MyDramaList)
Gênero: Romance, Comédia
Nº de Episódios: 16
Ano: 2016
Onde Encontrar: Urameshi Downs (download e online), Drama Fever (online), Meteor Dramas (download), Fighting Fansub (download e online)

- Enredo "Conto de Fadas: Cinderella"

O enredo de Cinderella and the Four Knights é realmente uma alusão ao conto de fadas da Cinderela. Eun Ha Won é um jovem pobre que perdeu a mãe quando jovem e desde então, mora com seu pai, madrasta e irmã em uma pequena casa. Seu pai é caminhoneiro e passa pouco tempo em casa, preferindo estar na rua, mundo afora, fugindo da convivência com sua própria filha, e família. Como quase nunca ele está em casa, Ha Won é tratada mais como um empregada do que enteada pela própria madrasta, a qual só enxerga a filha antipática, porém, a mocinha não se deixa desanimar e visa futuramente conseguir uma vaga em uma faculdade prestigiada. O destino então a surpreende e lhe traz uma oportunidade um tanto quanto incomum, o presidente do grupo Haneul após conhecê-la em uma ocasião "especial" a faz uma proposta irrecusável. Ele lhe diz que se ela morar com seus três netos herdeiros e conseguir fazê-los amadurecer e se tornarem mais responsáveis, lhe dará o dinheiro necessário para o pagamento das parcelas de sua futura faculdade. A protagonista não se sente à vontade com a oferta de imediato, mas após uma briga com seu pai, decide ir atrás de seu futuro e encarar esta difícil missão. Eun Ha Won então vai morar na Sky House, mansão onde os primos Kang moram, com a difícil missão de fazê-los se darem bem, é claro que isso não será simples de se fazer, considerando que os três se detestam e não tentam realmente se entender. A partir dessa premissa, o enredo se desenvolve aproveitando-se de cada personagem, conseguindo ser o tipo de dorama clichê, sem grandes desdobramentos e/ou reviravoltas estranhamente cativante e viciante. Acompanhei semanalmente e cada vez me sentia mais cativada pela história e personagens, é como se todos já tivessem se tornado parte da minha rotina e sem contar que tornou-se uma válvula de escape para o estresse do cotidiano. Afinal, assistir um dorama tão amorzinho é relaxante, por este motivo, acho que Cinderella and the Four Knights merece um lugar na sua lista doramática!

- Os Quatro Cavaleiros: Os três primos Kang e o Ahjussi  *-*

- O Grosseiro Kang Ji Woon (Jung Il Woo)

Os primos Kang possuem personalidades muito diferentes, sendo cada um único à sua maneira. O Ji Woon faz a linha badboy, não por ser filhinho de papai, rico metido ou algo assim, apenas por ser ranzinza e por vezes, grosseiro - o que chegava a ser até engraçado em algumas ocasiões - honrando o ditado "educação mandou lembrança". Ele foi levado para a mansão obrigatoriamente, sendo que nunca conheceu seu pai biológico pois foi criado apenas por sua mãe que falecera sem mencionar muito da origem do rapaz. Ji Woon nunca quis se tornar um herdeiro, estava muito bem vivendo uma vida simples, trabalhando como mecânico em uma oficina simplória e quando é obrigado a trocar sua vida e se tornar parte do grupo Haneul, fazer parte de uma família que até então desconhecia, se sente frustrado. 
Daí, ele meio que se torna rebelde, afinal chegar em um lugar e sentir-se intruso, sendo que as mães dos outros primos o achavam um obstáculo pois queriam que seus filhos fossem os únicos herdeiros - principalmente a mãe do Hyun Min - era extremamente difícil e chateante. Além de que, seu avô parece ter o hábito de resolver tudo com dinheiro, o que o deixa ainda mais furioso, fazendo-o ter conflitos com o mesmo. Ji Woon me conquistou desde o inicio, não só porque gosto demais do ator desde 49 Days - talvez um dia eu faça resenha desse dorama - mas também por seu personagem conseguir ser um grosseiro carismático. 
O moço guarda sinceros sentimentos em relação à Hye Ji sempre ajudando-a quando necessário, sendo um apoio em toda e qualquer tipo de situação. Eu realmente admirava essa preocupação e consideração dele para com ela, sendo este mais um motivo que o tornava tão apaixonante. No geral, Ji Woon foi um personagem que amadureceu, conseguiu lidar com suas mágoas, aprender com seus erros e passar a buscar entender seu avô, deixando de lado sua raiva e orgulho, entendendo que mesmo os dois tendo personalidades e pensamentos diferentes, ainda assim, eram família, sangue do mesmo sangue, e um laço desse é maior do que qualquer desavença. Não posso deixar de mencionar o quanto suspirei por este ser. O que eram aqueles olhares do Il Woo, minha gente?! Isso deveria ser proibido, isso pode causar batimentos muito anormais, sério mesmo. Enfim, ao assistirem o dorama foquem na carinha desse rapaz porque ele é muito lindo! <3

- O Casanova Kang Hyun Min (Ahn Jae Hyun)

E o Casanova dos primos Kang também conseguiu meu afeto. Hyun Min é o mais mimado, e realmente sabe usar e abusar do dinheiro que tem, usufruindo da maneira que lhe era mais conveniente, dependendo do que a ocasião exigia. Seu ego e autoconfiança eram tão absurdamente altos que me causava risadas, afinal, ninguém precisava procurá-lo porque ele já se achava sozinho mesmo. Hyun Min apesar de ser do tipo que joga charme pra todos os lados e um típico ricaço herdeiro, não era antipático ou chato, pelo contrário, à seu modo conseguia conquistar o telespectador. 

Além do seu charme de Casanova, possuía uma cara de meme ambulante tão carismática que se tornava impossível ignorá-lo, o tipo de personagem que conquista pelas beiradas, com mínimas e simples ações. Desde o início, já senti que seria um dos meus queridinhos, justamente por seu ego encantador que lhe tornava cativante. Sua relação com Hye Ji era um caso à parte, e eu detestava-o quando ele era grosseiro e frio com a moça, tá certo que a menina era um porre - comentarei mais abaixo - porém, isto não o lhe dava o direito de ser babaca com ela, chegando até a desprezá-la e isso não se deve fazer com ninguém. É claro que depois tudo é explicado, mas isto não mudou o fato de que eu realmente me irritei com ele em alguns momentos... 
O bom é que assim como os demais personagens, Hyun Min demonstrou seu crescimento, qualidades e defeitos foram usadas na trama, o que acaba envolvendo o telespectador com o enredo, fazendo-o se sentir íntimo dos personagens da história. De todos os primos Kang, posso garantir que este representou o lado mais infantil da família, não por suas atitudes em si, mas por sua clara falta de amadurecimento, o que acabou sendo explorado na reta final do dorama e conseguimos nos deliciar com um Hyun Min mais determinado, diferente do covarde inicial que empurrava  as coisas com a barriga e fugia quando precisava tomar uma decisão, o que ficava claro quando o assunto era a Hye Ji.

- O Idol Doce Kang Seo Woo (Lee Jung Shin- CNBLUE)

Dentre os primos, temos a criatura mais doce, apertável e fofa do dorama. Kang Seo Woo é um cantor famoso, idol muito popular e de todos os Kang é o mais maleável. Logo no início, fica claro que o Seo Woo é o meio termo entre os primos, não procura briga com eles, enquanto o Hyun Min e o Ji Woon ficam se provocando, ofendendo e etc, ele tenta apenas "aturar" a situação e não se importar demais com o assunto. O mais legal era sua maneira doce e carinhosa de tratar a Eun Ha Won, sendo o mais receptivo quando ela chegou à Sky House, muitos telespectadores o compararam com o inesquecível Jeremy (You're the Beautiful - quem sabe um dia eu faça resenha desse dorama), o que, de certo modo, eu concordava, pois o jeito doce era uma semelhança impossível de ser ignorada. 
Entretanto, Seo Woo era mais maduro e centrado do que o Jeremy, provou também ser incrivelmente consciente do que se passava ao redor, e mesmo se magoando preferia esconder seus sentimentos e ver a outra pessoa feliz. Agora me digam, como não amar m ser como esse?! Palmas para o Jung Shin que esbanjou beleza, - e consideravam ele o mais feio do CNBLUE, né?! - carisma, fofura, e se tornou o primo Kang mais amável.

- O Ahjussi Lee Yoon Sung (Choi Min Sung)

E se alguém roubou a cena, este alguém foi o ahjussi braço direito do presidente Kang. Que. Homem. É. Esse?! Yoon Sung é um assessor, amigo da família, braço direito, aquele tipo de secretário que está ali pra qualquer coisa que o chefe precise. Sua característica mais memorável era a a lealdade para com o presidente Kang, afinal, ele o respeitava e tornara-se realmente uma fonte de apoio. Com isso, acaba tornando-se próximo dos meninos também, claro que não declaradamente pois o moço separa bem o lado profissional e emocional, tão bem que me dava até agonia. Posso afirmar que suspirei horrores por este ahjussi, o moço era tão sério que quando soltava um sorriso, eu morria de amores - literalmente!. Yoon Sung também foi um apoio para a Eun Ha Won quando ela chegou na Sky House, sendo um irmão mais velho incrivelmente fofo, e a aproximação dos dois era também muito bonita de se ver, sei que algumas pessoinhas shipparam os dois, mas eu não. Entretanto, era impossível ignorar os encantos deste homem, sério mesmo. *-*

***

Como perceberam os quatros cavaleiros foram incrivelmente bem interpretados e com suas personalidades tão distintas deram um adicional mais interessante ao dorama. A maneira como exploraram a relação entre eles, e principalmente como esta foi se desenvolvendo ao decorrer dos episódios a partir da intervenção da protagonista feminina, foi bem elaborada e conduzida, tornando o clichê "uma menina e vários boys lindos" mais aceitável e menos tedioso. Não é algo que nunca vimos, mas a maneira como abordaram o tema foi bem único se considerarmos como tudo se desenrolou e se encaixou no final.

- Doce Meiga Protagonista Feminina: Eun Ha Eon (Park So Dam)

Estava demorando mas finalmente cheguei no ponto principal do dorama: Eun Ha Won. A nossa sortuda mocinha recebe o emprego dos sonhos, no qual precisa morar no mesmo local que 4 boys lindos, com a missão de fazê-los se darem bem. É claro que uma das regras é que não pode haver namoro na Sky House, porém, quem liga? Se fosse eu, me atiraria mesmo nos ~oppas. Brincadeiras à parte, ao comentar da nossa prota preciso urgentemente dizer o quanto gostei da garota, Ha Won é meiga e mesmo com as constantes grosserias da madrasta e irmã, o neglicenciamento do pai, jamais desistiu de seus sonhos. Buscando sempre empregos de meio período para assim juntar o dinheiro que precisava para sua faculdade, um dos sonhos que pretendia realizar para orgulhar sua falecida mãe. 
Eun Ha Won chega corajosamente na Sky House e mesmo os garotos sendo duros, insistindo em não estar no mesmo ambiente por mais de 10 minutos, a moça, aos poucos, consegue entendê-los, compreender o que magoava cada um e a partir disso, inicia um projeto de fazê-los se darem bem. O presidente Kang lhe dá certas missões, simples, mas difíceis de realizar, já que nenhum deles sente vontade de fazer jus à palavra "família", até mesmo uma simples refeição juntos custava pra eles, acreditam?! Porém, com seu jeito doce e determinado Eun Ha Won iria aproximando-os, fazendo-os se entenderem. Foi o tipo de prota determinada e objetiva, não ficava chorando pelos cantos, sempre tentava se manter firme sem o apoio de ninguém, apenas com sua força de vontade e fé, o que a tornou admirável.

- Park Hye Ji (Son Na Eun - APINK)

Hye Ji é amiga de infância do Hyun Min, e desde pequena nutre um amor por ele, o que não se alterou com o tempo. A questão é que Hyun Min não parece sentir o mesmo e diversas vezes, a trata friamente e até a despreza, desconsiderando sequer a amizade que existia entre os dois. De certo modo, senti aquela raivinha básica do Casanova pois suas atitudes de desprezo eram realmente "feias" de se ver, imagina alguém saber que tu gosta dele e daí "pisa" em você e em seus sentimentos, isso é coisa que se faça? Claro que não! Justamente por este motivo o personagem perdia alguns pontinhos comigo, porém a insistência chata da Hye Ji e a falta de amor próprio me davam nos nervos e me deixavam com mais raiva do que as próprias atitudes do Hyun Min. Entendo que a Hye Ji era muito apaixonada por ele, mas ficar mendigando esse amor quando ele mesmo insistia pra que ela parasse com isso, e apenas o enxergasse como alguém conhecido era ridículo. Isso acabou tornando-a uma chatinha que 98,5% do dorama apenas seguiu atrás de uma amor obviamente unilateral, o que a magoava e quem realmente estava do lado dela, era ignorado. Vamos ser cegas assim em outro planeta né?! Enfim, Hye Ji poderia ter sido uma personagem mais interessante se parasse de exigir sentimentos recíprocos e observasse ao redor, o que demorou muito, muito mesmo pra fazer e isso só me fez cansar da garota.

- A fã incondicional do Kang Seo Woo: Hong Ja Yeong (Cho Hye Jung)

Ja Yeong é a melhor amiga da Eun Ha Won e uma fã incondicional do idol Kang Seo Woo. A moça fica até feliz quando a amiga lhe conta que agora é empregada na Sky House e mora com o seu bias querido, achando uma ótima oportunidade de saber mais sobre seu ~oppa. Admito que concordo com os comentários sobre a Ja Yeong abusar da fofura e ás vezes, falar com um tom de voz um pouco irritante, entretanto, a moça provou ser fiel à sua amizade com Ha Won e ao seu cantor preferido, o que garantiu meu afeto por ela. A aproximação entre ela e o Seo Woo foi bastante legal de se ver, justamente por dar um gostinho ao telespectador de como seria poder conviver no mesmo círculo de amigos que o idol preferido, imaginem como seria maravilhoso, né não?! É a segunda vez que a Hye Jung interpreta este tipo de personagem fofinha, lembram dela no mini drama Imaginary Cat? E mais uma vez, curti a atuação dela.

- Madrasta e Irmã da Cinderella prota



Choi Eun Kyung (Park Soo Kyun) e Choi Yoo Na (Go Bo Gyeol) deram vida às madrasta e irmã da nossa meiga prota, afinal sendo inspirado na história da Cinderela, não poderiam faltar essas personagens não é mesmo?! As duas foram o tipo de elenco de apoio, as megeras que realmente detestamos justamente por suas ações desprezíveis em relação à mocinha da história. Mas também foram dois pontos que contribuíram para o humor leve da trama, afinal as armações dessas criaturas e a mania de querer encontrar um partido rico, de preferência o Kang Hyun Min, para casar com a Yoo Na, as tornavam hilárias. O mais legal era poder degustar da cara de inveja das duas quando percebiam que a Eun Ha Won continuava se dando sempre bem e os planos delas falhavam, preparem para rir nestes ótimos momentos.

- Vovô Poderoso Kang (Kim Yong Gun) e sua esposa Ji Hwa Ja (Kim Hye Ri)

O vovô poderoso dos meninos realmente me causava umas raivinhas básicas em alguns momentos, principalmente por sua mania de achar que se pode resolver tudo com dinheiro e que pessoas pobres só pensam em dinheiro. Ele realmente acreditava que o amor entre pessoas de classes sociais diferentes não poderia acontecer por estas pessoas serem de mundos diferentes, chegando até a separar um de seus filhos de sua amada, alegando que o amor não duraria. Ao tentar entender o personagem, percebi que o CEO Kang tinha muitas mágoas, perdera seus três filhos no mesmo dia, e errara com todos de alguma maneira, sendo seus três netos a oportunidade de corrigir seus erros e não criar mais arrependimentos. Seu sentimento para com a Hwa Ja era bonito de se ver pois ele realmente gostava dela e se importava com sua felicidade, é claro que ela aparentava retribuir o sentimento, o que tornou -os um casal shippável - eu realmente torci pelos dois - mas o que eu não esperava, era que a personagem surpreenderia ao decorrer dos episódios. Assistam e se surpreendam! Haha'

- O Pai mais bocó do ano: Eun Gi Sang (Seo Hyun Chul)

O pai da Eun Ha Won ganhou meu ódio gratuito em muitos momentos, principalmente por ser um pai tão ausente e totalmente alheio às negligências que a filha sofria ao morar com a madrasta e irmã. Ele tinha seus motivos errôneos, eu sei, mas nada justifica a falta de carinho e atenção dele. Era incapaz de ligar pra própria filha e perguntar como ela estava, se andava tudo bem na escola, ou qualquer coisa do tipo, coisas que um pai faria para uma amada filha. Por causa disso, joguei ele na minha listinha negra de personagens, claro que não está na mesma que alguns outros vilões terríveis do ano, entretanto, tem meu ódio básico, com certeza.

- Romance: Shippar ~ eis a questão...

O mais difícil em Cinderella and the Four Knights foi conseguir shippar certo porque cá entre nós, como escolher entre esses 4 cavaleiros? Impossível né?! Confesso que não conseguia me decidir e demorei muito pra finalmente escolher um casal X, afinal, todos os possíveis casais eram incrivelmente cativantes à sua maneira e a química entre o elenco em si era boa, então tornava a escolha ainda mais difícil.

Um dos possíveis casais que algumas pessoas shipparam, foi o couple ahjussi + prota. Claro que a Eun Ha Won ao lado do Yoon Sung era uma coisinha linda de se ver, sendo que os dois se davam bem e eram bem respeitosos um com o outro. Mas era apenas isso, era um respeito e carinho, mais como uma relação de amizade, por isso, não consegui enxergar os dois como uma casal, e sim como dois bons amigos que consideravam muito um ao outro.

***

Quanto ao Hyun Min + Eun Ha Won, impossível não cogitar esses dois né?! Hyun Min esbanjando charme, beleza e olhares 43 pra cima da moça, era difícil de ignorar. O mais legal é que a relação dos dois vai evoluindo, Ha Won começa a entender os verdadeiros sentimentos dele e até o aconselha. Tudo que o Hyun Min fazia questão de ignorar, os sentimentos do qual fugia ficaram expostos para a Eun Ha Won e a mesma foi uma verdadeira amiga, aconselhando-o e incentivando-o a fazer o que seu coração queria. Amei como a relação dos dois foi retratada e desenvolvida, eram o tipo de possível couple que consegue uma torcida forte!

***


Já com o casal Seo Woo + Eun Ha Won era tudo fofura, os dois tornaram-se amigos imediatamente, culpa da personalidade amável do Seo Woo. Quando me dei conta já estava soltando owns por causa dos dois. Seo Woo era prestativo, fofo, amável, apertável, um declarado forever alone, porém, gostei de como os roteiristas o conduziram na trama e da maneira como retrataram os sentimentos dele. Como ambos possuíam personalidades mais "tranquilas", conseguiam se comunicar bem, o que só os aproximava mais ao desenrolar da trama. Não posso negar que estes dois eram um casal fofinho. <3

***


Se tratando do Ji Woon + Ha Won pode-se dizer que estes dois eram mais "diferentões". A personalidade ranzinza do Ji Woon não permitiu que a Ha Won se aproximasse de imediato, e os dois foram se tornando mais próximos após uma verdadeira batalha da prota para quebrar a barreira que o moço fazia questão de levantar quando qualquer pessoa aparentava querer chegar perto do coração dele. O que não me impediu de vomitar arco-íris em vários momentos, Ji Woon era bem grosseiro na maioria das vezes, entretanto, sabia como ninguém ser um fofo quando raramente queria. 
~O Jung Il Woo não resistia à fofura da So Dam nem nos bastidores... Hmmm..

Como o Ji Woon era muito mais maduro do que seus outros primos, justamente por ter uma criação mais simples, e com mais dificuldades, longe da proteção da família rica, entendia mais verdadeiramente os sentimentos da Ha Won. E ela por sua vez, compreendia melhor as mágoas dele, o que acabou sendo um ponto em comum que tornou possível essa aproximação de ambos.
~Que.Beijo.Foi.Esse?!~

*** 

É claro que não poderia deixar de mencionar o casal Hye Ji + Hyun Min, afinal a insistência da Hye Ji era impossível de se passar despercebida. Claro que se tratando do Ahn Jae Hyun é meio complicado desistir automaticamente, maaas, um chá de vergonha na cara e amor próprio é sempre necessário. Apesar dos pesares, curti a história entre os dois, " o passado" entre eles, porém, acho que não deveriam ter demorado tanto pra explicar as mágoas e mal-entendidos entre ambos, o que prejudicou um pouco o possível romance e transformou a Hye Ji em uma mendiga do amor.

***

Temos também Hye Ji + Hi Woon. Foi um possível casal que não me cativou, principalmente porque passei a achar a Hye Ji uma chata. Entretanto, vale mencionar quão bonita era a consideração do Ji Woon para com ela, sempre ajudando-a quando precisava, sendo uma fonte de apoio, um porto seguro para a moça. Como não amar o Ji Woon, me digam?!

***

Como perceberam, possíveis casais não faltam, então a probabilidade de shippar errado é enorme. Entretanto, um dos pontos mais positivos do dorama é o fato de desenvolverem as relações entre esses casais de maneira única, aproveitando-se das personalidades dos mesmos e das histórias entre cada um deles, conseguindo tornar cada possível casal bem shippável e carismático à seu modo.

- Final PERFEITO <3

E um dos melhores finais já vistos na teledramaturgia coreana está aqui! Faz tempo que eu não amo tanto um último episódio como amei o de Cinderella and the Four Knights. Foi completamente bem elaborado, dando fins justos a cada personagem e permitindo inúmeros vômitos arco-íris, é claro que tivemos aqueles momentos meio tensos, mas tudo foi superado. O que mais gostei foi a conexão final entre determinados personagens e como cada um seguiu seus corações, buscando o que queriam e o que lhe faziam bem. Deixo meus sinceros agradecimentos à tvN que me proporcionou um fim digno, lindo, totalmente satisfatório. Ao finalizar o episódio 16, eu estava sorrindo de orelha à orelha tamanha a minha satisfação e felicidade com o final. Coisa rara de acontecer. Então, assistam o dorama sem qualquer tipo de preocupação quanto ao temível fim! Que as outras emissoras sigam o exemplo da tvN e nos proporcionem mais finais maravilhosos com esse, amém!

- OST chiclete!

A trilha sonora do dorama não é a melhor do ano, porém, consegue ser leve, fofa e gostosa de ouvir, se encaixando perfeitamente nas cenas e agradando aos ouvidos do telespectador. Confiram as faixas que mais gostei:

For You - BTOB



My Romeo - Jessi - Amava quando essa canção embalava uma cena! <3



Confession - Sinb (GFRIEND) feat Si Jin - Uma fofura! *-*



Without You - Yoon Bo Mi (APINK) 



I Believe - Younha - Mestra das OSTs!


Stars Fall On You - DickPunks - Essa música


CONCLUSÃO: Cinderella and the Four Knights é um dorama bem clichê, com uma garota pobre que por causa de um emprego temporário se muda para uma mansão - o paraíso!- onde terá que fazer os três primos Kang se darem bem e de quebra, ganha um protetor ahjussi lindíssimo. É extremamente delícia de assistir mesmo sem as grandes reviravoltas que uma trama pode oferecer, e se torna incrivelmente relaxante graças ao desenvolvimento leve do enredo, o que não diminui a qualidade do mesmo. Para quem curte clichês leves e amorzinhos, esta é uma ótima dica! Espero que tenham curtido a resenha e até a próxima! :* 

8 comentários

  1. Oi Luane, o que falar desse drama, hein?
    Como tradutora dele, sinceramente no começo não achei que ele teria uma repercursão tão grande quanto ele teve :D
    Mas às vezes essa repercursão me deixava muito estressada com tantas cobranças sobre novos eps (até a Tereza ficou estressada junto comigo rs), mas em troca também havia momentos com comments incentivadores o que me dava ânimo para continuar ;)

    Quanto aos personagens hmm o que dizer desses 4 cavalheiros, hein? Um mais lindo que o outro *-* E a nossa prota foi verdadeiramente uma garota bem persistente com tantas adversidades pelas quais ela passou, primeiro a perda da mãe depois o pai ausente (e como você colocou bocó) e a madrasta e irmã, ô criaturinhas insuportáveis eu passava muita raiva com elas hehe
    Os primos Kang como você colocou na resenha cada um tinha uma determinada personalidade. A Hye Ji realmente às vezes foi uma personagem muito sofredora e que não tinha orgulho próprio o que fazia algumas pessoas sentirem uma raivinha básica dessa personagem, mas eu tentava ignorar esse fato kkk
    O Secretário Lee era um fofo ajudando a protagonista, apesar do passado dele ;) Quanto a quinta esposa do presidente eu sinceramente não confiava muito nela achava ela meio falsa em relação aos sentimentos dela para com presidente Kang. Bem o presidente Kang é outro caso a parte vehnamos e convenhamos ele achava que os filhos dele ficariam felizes com suas escolhas não importando se ele ferisse o sentimento dos mesmos e o mesmo se estende depois aos netos e a própria protagonista.
    Concordo com o que vc colocou em relação ao fim, foi um fim bem razoável :) A Ost eu gostei da maior parte das músicas ^^

    Obrigada pela resenha! Ficamos muito felizes em saber que você acompanhou esse drama conosco. E mais uma vez você surpreendeu com a sua resenha, eu particularmente amo o jeito que você escreve <3 <3 *-*

    ~Lucíla

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu imagino, tem doramas que surpreendem no geral né?!
      Deve ser muito chato receber essas cobranças sendo este, um trabalho voluntário né?! Mas fico feliz que outras pessoas reconheçam o quanto vocês se esforçam para trazer os episódios pra nós telespectadores. Saibam que admiro o trabalho de vocês, fighting!

      "Um mais lindo que o outro *-*" Com certeza! Eu suspirava por cada um deles. Hhushua' Nossa prota conseguiu ser uma meiga forte, e o pai dela me dava nos nervos, além da chata da madrasta e a filha dela -_-
      Os primos Kang foram os primos que todo dorameira amaria conhecer! *-*
      Sério que tu tentava ignorar? Eu não conseguia! KKKK'
      Secretário Lee <33
      Realmente, presidente Kang conseguia ser bem chato e autoritário.
      O fim foi totalmente amável! Essa OST gruda na cabeça né?! KKKK

      Ah, eu que agradeço por vocês legendarem este projeto. E podem continuar que pretendo acompanhar muitos doramas com vocês Haha'
      "eu particularmente amo o jeito que você escreve <3 " Ah, Lucíla, obrigada! Isso me incentiva a continuar fazendo as resenhas e postando-as com carinho para os leitores. Obrigada mesmo!
      Beijão :*

      Excluir
    2. Oi Luane,
      resolvi reaparecer rsrs
      Sim alguns dramas surpreendem no geral, mas desde que não estraguem o drama, é bom ter reviravoltas na história, né? :D
      Sim, por incrível que pareça eu ignorava aqueles "pitis" que ela dava por causa do Hyun Min :) Ok, confesso que fiquei mais com medo que ela invocasse de querer tirar o Ji Woon da Eun Ha Won ainda bem que eu estava enganada com relação a isso kkkk
      Principalmente o Secretário Lee <3 <3 eu queria um pra mim kkkkk
      Verdade essa OST é muita boa, gostei de todas as músicas e elas grudam na cabeça e não saem mais ^^

      Eu que agradeço pela sua disponibilidade e carinho em sempre estar resenhando e colocando as tuas opiniões sobre os dramas, filmes, entre outros *-*
      Eu gostaria de organizar melhor o meu tempo para vir comentar mais vez nos dramas que estão no blog ~^
      Mas sou muito desorganizada rsrsrs

      Bjuss :*
      ~Lucíla.

      Excluir
    3. Lucíla apareça mais vezes, haha' Mas entendo que o tempo é curto, então me resta esperar suas ilustres visitas.
      Sim, é muito ter reviravoltas na história. Dá aquele gostinho especial né?!
      O jeito era ignorar os "pitis" mesmo! kkk
      Secretário Lee era um absurdo de amorzinho, eu queria saber onde consigo um igual à ele! Seria ótimo ter né?! kkk
      A OST é aquele grude maravilhoso!
      Ah que nada, o agradecimento é meu, afinal vocês sempre agarram os projetos que pretendo ver... Admitam... você e a Tereza leem minha mente né? KKKK
      Volte sempre, estarei esperando! <3

      Excluir
  2. MEEEINAAAAAAAA
    QUANDO ESSA MÚSICA(My Romeo - Jessi ) TOCAVA EU ME SENTIA A PRÓPRIA AMY WINEHOUSE. Enfim...adoreeei esse drama (L)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaahhh super concordo contigo! A nossa Amy Winehouse interior vinha à tona quando esta música tocava. Hahaha' Eu também gostei demais desse drama! <3

      Excluir
  3. Faz um tempo q vc postou essa resenha mas mtto obrigado, obrigado msmo!
    Quando encontrei essa pérola vagando por aí estava quase desistindo de assistir o drama em pleno episódio 10, a Hye Ji estragou meu clima.
    Achei super injusto ela passar 9 episódios correndo atras do HyunMin e só querer o JiWoon quando ele esta se dando tão bem com nossa prota...
    Mas tudo bem, vou voltar a assistir...
    Gumawo Unnie!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz um tempinho sim, mas por nada moça! (:
      Hye Ji conseguiu ser chatinha mesmo, eu ficava agoniada com a mania de "implorar/mendigar/ por amor, que mania chata!
      Também achei isso muito injusto!
      Volte mesmo, o final é amorzinho! <3 Depois quero saber o que achou do dorama tá?! Volta aqui pra comentar!
      Por nada! (:

      Excluir

Sua opinião também é importante. Comente! (:

Topo