12 outubro, 2016

Oh My God! [Ch-Movie]


E como todos os integrantes do EXO decidiram atuar, a lista da EXO-L aqui está lotada de projetos deles... Desta vez, fui conferir o filme que conta com a presença do nosso querido chinês, o Lay, e olha, foi uma ótima ideia.

Oh My God!



Sinopse: Conta a história de um casal que fervorosamente pediu uma bênção. Como resposta a seu pedido, os céus os presenteiam com um bebê. A partir daí, a nova família terá que aprender a viver com essa bênção enquanto passam pelos momentos felizes e tristes da vida. [Fonte: Kingdom Fansubs]
Gênero: Comédia, Ficção Científica, Romance
Ano: 2015
Onde Encontrar: Kingdom Fansubs (download/online)

Sabe aquele filme com um roteiro meio sem noção, mas que consegue ser interessante e até divertido?! Eis aqui um! Oh My God! traz um enredo simplório, sem grandes reviravoltas ou intuito de transmitir uma mensagem profunda, entretanto, consegue ser tão gostoso de assistir que o telespectador logo esquece que não tem algo "tão incrível" nele . É aquela trama que tu acha boba, mas que ao término dela percebe o quanto foi legal poder conhecer aqueles personagens e vivenciar junto com eles inesperadas situações. O filme tem pitadas de "drama básico" e um leve tom de comédia, 
o qual tornava ainda mais prazeroso acompanhar o desenvolvimento da história.

Como eu disse, decidi conferir o movie por causa do meu amado chinês, o Yixing, - mais conhecido como Lay do EXO - o qual estava mais uma vez esbanjando sua fofura para quem quisesse ver. P.S.: Tenho vontade de sequestrar esse menino, colocar num pote e trazer pra casa! <3 Enfim, o Lay interpreta o Leyi, um garoto bem tranquilo que possui uma amizade muito forte com o Chen Mo (Chen Xue Dong). - outro lindoPrestem atenção nesse menino porque ele é um gatinho! <3 - ambos moram juntos e possuem um longo histórico de amizade.

Entretanto, o Leyi namora a Miga (Li Xiao Lu) - sim pessoas, é Miga mesmo e não miga. - e a moça tem certo ciúmes dessa amizade. A verdade é que a Miga só quer mais espaço pra ela e seu namorado/agregado, afinal, eles dormem juntos/ sendo assim, quer se livrar do amigo indesejado. O que ela não sabe é que tem um forte motivo para o Leyi sentir-se tão responsável pelo Chen Mo, além de que, ele realmente vê o amigo como parte de sua família. Na verdade, isso tudo era ciúmes da moça porque o bromance era muito forte! Além destes três, temos a Muhan (Coco Jiang Wen) que vive correndo atrás do Chen Mo na esperança de que ele retribua seus sentimentos, passando a maior parte do tempo com ele e consequentemente com o Leyi, afinal os dois são praticamente, um só.

E em uma linda manhã um bebê aparece na sala. Ninguém sabe da onde ele surgiu, tampouco como fora parar ali. O mais estranho de tudo é que o pequeno se parece muito com o Leyi quando mais novo, o que levanta perguntas da Miga. E após muita discussão, o quarteto decide fazer um exame de paternidade no programa do Ratinho e descobrem que o menino é filho tanto do Leyi como do Chen Mo. Seus cérebros bugaram? Eu explico! O bebê veio do espaço! 
E agora o quarteto tem que se dividir entre suas rotinas costumeiras e a nova, que é, serem responsáveis por um bebê alienígena. Logo, somos apresentados a uma série de situações que o quarteto enfrenta para poder criar seu agora filho, o qual chamaram de Ok - estranho, mas tem um motivo pra isto! Cada um passa a ceder aos encantos do bebê, tornando-se mais responsável para com ele, o Chen Mo, por exemplo, passa a frequentar um clube que teoricamente tem como objetivo ensinar os pais a serem pais, mas na prática... Cada cena nesse suposto clube me fazia gargalhar horrores! Preparem-se para rir! Haha'

Não posso comentar mais nada senão vou contar o filme inteiro... Só posso afirmar que as situações que vão surgindo tornam o quarteto mais próximo, fazendo com que todos, de certo modo, amadureçam. Digamos que o Ok fez os personagens começarem a se "enxergar" melhor, compreender uns aos outros, entenderem a driblar os conflitos e superá-los. P.S.²: Achei o final muito legal e totalmente "a cara" do filme. Ah! A última cena - a que acompanha os créditos finais - me fez gargalhar muito, certeza que acontecerá o mesmo com vocês!

- Conclusão

Oh My God! é um filme com enredo meio sem noção e bem simples mas muito gostoso de assistir, pois consegue ser divertido e até fofo. - o bebê é um lindinho e incrivelmente esperto, sério gente, eu ficava besta com a desenvoltura desse pequeno na telinha! -  É o tipo de filme que, com certeza, será exibido na Sessão da Tarde version China no lugar de A Lagoa Azul. Tá, parei de brincadeira! Haha' Recomendo para aquele dia quando você quer ver um filminho legal, divertido e fofo e não sabe qual. Além de que, tu ganha minutos preciosos vendo dois lindos no elenco: cá entre nós, Lay por si só já é um motivo muito forte para decidir ver o filme e ainda ganhar outro boy lindo no elenco... não se pode recusar, né?! Deixo abaixo o vídeo com a OST que é interpretada pelo elenco, a qual tem uma melodia divertida combinando com a atmosfera do filme. Confiram! :*



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião também é importante. Comente! (:

Compartilhe