Menu

Por Dentro dos ~Doramas Parte 1/ 2018


A retrospectiva dos melhores de 2017 foi muito bem recebida por todos vocês, portanto decidi que este ano faria novamente o post. Lembrando que o Por Dentro dos ~Doramas reúne os melhores personagens, casais, vilões, etc, que estiveram presentes nos doramas no ano que passou, mas esta é apenas minha opinião pessoal, então fiquem à vontade para comentar as suas.


Seguindo o mesmo procedimento do outro ano, este post trará algumas categorias como exemplo, melhores protagonistas femininas contendo o meu TOP3 que reúne as mais marcantes dentre todas as que conheci nos doramas de 2018. Considerei doramas que assisti em 2018 e aqueles que começaram em 2017 e terminaram no começo do ano seguinte, excluindo apenas os que começaram ano passado e ainda estão no ar. Enfim, vamos lá!

- MELHOR PROTAGONISTA MASCULINO

3) Yoon Na Moo / Chae Dae Jin (Jang Ki Yong) - Come and Hug Me

De todas as categorias presentes neste post, a mais fácil de selecionar foi esta aqui justamente porque os escolhidos foram sem dúvidas, completamente marcantes. Na Moo não poderia ser esquecido na retrospectiva 2018 porque ele foi o prota que eu mais desejei consolar em toda a minha vida como dorameira. O moço sofreu desde a infância por causa de seu pai, simplesmente pelo fato fato de ser filho de quem era, vivia sendo julgado pelos outros que seguiam o ditado "filho de peixe, peixinho é", tudo porque seu pai era um serial killer. Além de ter que lidar com o que os outros diziam, ele não conseguia sequer lidar consigo mesmo, com a culpa dos atos de seu pai e ainda sentia muito medo de lá no fundo ser igual a ele. Na Moo me encantou com seu jeito meigo, sua carinha de cachorrinho abandonado, partiu meu coração cada vez que derramou lágrimas e me fez torcer veemente para que alguém o ajudasse a superar toda a tristeza, dor e culpa. Que personagem, senhoras e senhores! Que personagem!

2) Go Dong Mae (Yoo Yeon Seok) - Mr Sunshine

Se você assistiu Mr Sunshine com certeza se apaixonou por este samurai. Dong Mae inicialmente me fez pensar que era alguém frio, afinal ele não demonstrava piedade ou empatia por suas vítimas, agindo a sangue frio em momentos tensos e críticos. Mas, o samurai surpreendeu ao demonstrar que possuía sentimentos sim, inclusive o mais puro deles, o amor. Um amor tão genuíno e verdadeiro que sua vontade de proteger a amada o consumiria de uma forma trágica. Eu amo personagens complexos, personagens que no começo não nos mostram claramente quem são e que apenas ao conhecermos sua história nos fazem compreender sua verdadeira personalidade. O samurai foi este tipo de personagem. Um homem que não foi retratado como mocinho, tampouco como vilão, ele estava na linha tênue entre essas duas fronteiras e se tornou memorável não apenas por suas ações, mas também por sua fidelidade incorruptível ao amor que sentia por uma mulher.

1) Nam Shin vulgo Latinha (Seo Kang Joon) - Are You Human Too?

Em primeiríssimo lugar, claro. O nosso querido Latinha! O motivo? Simplesmente pelo fato dele ter sido o robô mais humano que já existiu, sendo muito mais humano do que todos os outros personagens reais da trama. O androide Nam Shin cresceu ao decorrer da trama e surpreendentemente, amadureceu. Ele aprendeu a lidar com seus pensamentos e sentimentos, sendo capaz de demonstrar posteriormente empatia, amizade, ciúme, tristeza e amor, emoções com as quais ele soube lidar muito bem, melhor até do que nós mesmos. Ele trouxe uma reflexão sobre o que nos torna verdadeiramente humanos, nos mostrou que o certo e o errado estão separados apenas por uma questão de escolha e nos provou que respeito, consideração e empatia por outro ser humano é algo que escolhemos ter ou não.

- MELHOR PROTAGONISTA FEMININA

Confesso que esta categoria foi um pouco mais difícil de escolher, pois inesperadamente as mocinhas dos dramas de 2018 conseguiram sair do clichê e serem mais independentes, cativantes e fortes. Prova disso é que quando comecei a pensar no TOP3, sete moças estavam na lista, portanto os critérios de desempate foram simplesmente quem mais me marcou e me deu uns tapas na cara em forma de lições valiosas. Antes de citar as vencedoras, mencionarei as que quase conseguiram lugar na categoria, sendo elas: a secretária Kim Mi So (Park Min Young) de What's Wrong with Secretary Kim pois ela foi uma mulher admirável, uma secretária mega eficiente e uma mocinha romântica; Go Ae Sin (Kim Tae Rin) de Mr Sunshine por ser uma mulher tão idealista em sua época, sendo capaz de arriscar-se por amor à sua nação Joseon; a inesquecível Woo Seo Ri (Shin Hye Sun) de Thirty but Seventeen, a qual me divertiu e emocionou com sua jornada pessoal, ela precisava crescer psicologicamente após acordar de um coma que durou 30 anos e ao decorrer deste crescimento lidou com perdas, superou dificuldades e inspirou quem a acompanhou; e claro, não poderia faltar a Gil Nak Won (Jin Ki Joo) de Come and Hug Me, a mocinha que mesmo sofrendo um grande trauma na adolescência, tornou-se uma mulher forte, sensível e corajosa, ao invés de se tornar amargurada pela dor do passado, ela decidiu seguir em frente vivendo um dia após o outro mantendo o melhor de si mesma quando o mundo exterior tentava a machucar. Uma mocinha como poucas! 

3) Park Cha Oh Reum (Go Ah Ra) - Miss Hammurabi 

Como perceberam a concorrência era grande e só consegui decidir o TOP3 quando criei os dois critérios mencionados. Por estes motivos, a juíza Oh Reum conseguiu a terceira posição, afinal as lições que ela me deu se tornaram inesquecíveis. Oh Reum amadureceu ao decorrer da trama, a mulher que chegou com ideias tão fixadas, a que sempre tentava lutar pelos fracos e oprimidos aprendeu que ser juiz é não tomar partido, é conhecer os dois lados da moeda. Oh Reum aprendeu várias lições e ensinou muitas delas também, mostrou que não devemos nos deixar ser injustiçados por medo ou por pressão de um poder maior, provou que mulheres precisam ser vistas como pessoas e não como objeto sexual por suas roupas, inspirou mulheres a se impôr e aprendeu que a vida é um ensinamento diário, há sempre uma lição nova nos esperando. Oh Reum foi uma verdadeira caixinha de lições e se vocês ainda não assistiram esse dorama, deveriam só para poder conhecê-la.

2) Kudo Hina (Kim Min Jung) - Mr Sunshine

Em segundo lugar, a minha hoteleira e rainhas nas horas vagas: Kudo Hina! Quem me acompanha nas redes sociais sabe o quanto Mr Sunshine me marcou, não apenas por sua história, mas também por seus personagens tão memoráveis e um deles é a Hina. A jovem foi vendida por seu pai e obrigada a ser uma esposa dedicada, satisfazendo os desejos e vontades de seu marido, sofreu muito não apenas com essa situação mas também com o sumiço de sua mãe. Ao crescer, se tornou independente após o falecimento do marido e ao retornar para Joseon dedica seu tempo ao seu Glory Hotel, um hotel para todos que visitam a cidade. Hina inicialmente aparentava ser uma mera empresária, mas ao decorrer da trama, ela nos apresenta a mulher incrível que é. Kudo Hina foi uma mulher audaciosa capaz de buscar seus objetivos com coragem e determinação admiráveis, mesmo com tantas cicatrizes físicas e emocionais ela se manteve firme, seguiu em frente buscando o que tanto ansiava. Um exemplo de mulher que superou a vida trágica e se tornou dona de seu próprio nariz. Minha Hina é uma rainha!

1) Kang Soo Jin (Lee Bo Young) - Mother

E quem mais me marcou esse ano não poderia ser outra pessoa além da prof Kang do dorama Mother. Kang Soo Jin foi uma prota sem igual, uma mulher que cresceu se sentindo solitária, decidiu focar apenas em sua profissão afastando-se até mesmo da família e que por ironia da vida ou não acabou exercendo o papel mais importante na vida de uma mulher, o de papel de mãe. A mulher que sempre viveu afastando-se de tudo e todos encontra uma menina em apuros que sofre abusos físicos e emocionais da própria mãe e padrasto. Kang Soo Jin deu um exemplo do que é agir em prol de um ser indefeso, ela arriscou tudo o que tinha para salvar uma criança chegando até mesmo a ir contra a lei, tudo para proteger e amar a garota que decidiu chamar de filha. Essa personagem merece com total mérito o prêmio de melhor protagonista feminina de 2018!

- PERSONAGENS SECUNDÁRIOS QUE ROUBARAM A CENA

3) Secretário Ji Yeong Hoon (Lee Joon Hyuk) - Are You Human Too?

Dentre os secundários que mais me deixaram uma forte impressão estava o secretário Ji, afinal ele permaneceu durante toda a trama como um homem centrado, profissional e que sabia como ninguém a posição que ocupava e quem realmente era, nunca pensando em passar a perna na família que o acolheu. O fato do secretário Ji ter tanta consideração pelo Nam Shin humano e pela família dele provou o homem de princípios que era, jamais se deixou levar pela ambição, e da mesma forma que ele tentou proteger a posição do Nam Shin ensinando ao Latinha como fingir ser o herdeiro, ainda soube discernir o certo e errado ao dizer umas verdades na cara de quem tanto precisava ouvi-las. Pelo fato dele ter sido um personagem que me surpreendeu com suas ações sabendo tomar as atitudes corretas nos momentos mais críticos, o moço ganha esta posição.

2) Lee Do Yeon (Lee Elliya) - Miss Hammurabi 

Uma outra personagem que me surpreendeu foi esta aqui. Do Yeon era uma mulher extremamente bonita e que chamava atenção por onde passava, mas se mantinha estritamente profissional quando o assunto era trabalho. Ela era uma escrivã do tribunal e trabalhava diretamente com a equipe da juíza Oh Reum, o que aproxima as duas e aos poucos faz com que ambas compartilhem lições. Por meio da Do Yeon observamos como as mulheres sofrem preconceito nos locais de trabalho, mas também aprendemos que o profissionalismo é a única forma de se provar capaz em um ambiente de trabalho machista. E quando o grande segredo dela é revelado, a moça não perdeu tempo e deu outra lição de vida no telespectador, mostrando que precisamos amar nossos hobbys e vontades com todo o nosso coração, independente do que os outros acham deles.

1) Jennifer (Ye Ji Won) - Thirty but Seventeen


Precisamos admitir que nenhum outro personagem secundário conseguiu roubar a cena tantas vezes quanto a Jennifer. A governanta que inicialmente tinha como função apenas tomar conta da casa do ahjussi Gong acabou se tornando membro da família formada ali. Uma personagem misteriosa que deu dicas nutricionais, cuidou dos afazeres da casa, tomou conta de cachorrinho e deu inúmeros conselhos e lições de vida para todos que habitavam a casa. Como ela mesma diria: "Impossível não amar a Jennifer!" - By Jennifer.

- MELHOR SISMANCE

3) Do Yeon (Lee Elliya) & Oh Reum (Go Ah Ra) Miss Hammurabi 

É impossível assistir esse dorama e não se encantar com o companheirismo que nasce entre as mulheres presentes na trama, principalmente a Do Yeon e a Oh Reum. As duas já eram moças admiráveis por si só e quando decidiam dividir a mesma cena, nossa, era um verdadeiro tapa na cara da sociedade pois sabiam com apenas palavras deixar suas mensagens para a nação feminina. Elas se apoiaram quando necessário, conversaram sobre dificuldades e mostraram que as mulheres precisam sim de um squad, precisam se unir para se defender do clubinho dos machistas. Haha' Gostei muito da amizade gradativa que nasce entre as duas e por isso as coloquei aqui.

2) O grupo feminino de Youth (em breve resenha)

Quem me conhece sabe que eu amo com todas as minhas forças o grupo feminino de Age of Youth e Age of Youth 2 e quando soube que teríamos a versão chinesa do drama, é claro que decidi conferir. Apesar de não achar que esta versão superou a original, ainda assim preciso ressaltar que as meninas presentes no clubinho de Youth me conquistaram à sua maneira. Elas demonstraram aquele laço genuíno, provando que mesmo as cinco sendo tão diferentes e divergindo em diversas opiniões, ainda assim era possível se respeitarem e construírem uma amizade.

1) Kang Mi Rae (Im Soo Hyang) e Oh Hyun Jung (Do Hee) de My ID is Gangnam Beauty

Este sismance não poderia faltar aqui afinal não teve dupla mais apaixonante do que estas duas. Hyun Jung é inicialmente a única amiga da Mi Rae, amizade esta que nasceu nos tempos de escola, mas mesmo quando elas entram na faculdade em cursos diferentes, não se separam. As duas compartilham de tudo, assim como outras amigas fariam e além disso, ainda destaco como a Hyun Jung foi incrível ao lidar com a situação de gostar de alguém que estava apaixonado por sua amiga. Ela não deu uns ataques de ciúme ou inveja, pelo contrário, ela foi madura o suficiente para lidar com seus próprios sentimentos e com a situação em si, valorizando mais a amizade com a Mi Rae do que qualquer outra coisa.

- MELHOR BROMANCE

3) Mr. Gong e seu sobrinho - Thirty but Seventeen


Confesso que inicialmente quem iria ocupar esta posição eram os advogados de Suits, porém ao pensar um pouco mais mudei completamente de ideia. Gong Woo Jin e seu sobrinho protagonizaram um dos bromances mais encantadores de 2018! Yoo Chan esteve todo o tempo preocupado com seu tio, desejou que ele voltasse a ser o rapaz divertido e alegre de anos atrás, e mesmo quando ele percebe estar em uma espécie de triângulo amoroso com o tio, por perceber os sentimentos de todos os envolvidos ele lida bem com a situação e faz o possível e impossível para não magoar seu amado tio. Em contrapartida, Woo Jin exercia o papel de tio cuidadoso que se preocupava com o sobrinho como se ele fosse na verdade um filho, este carinho tão fraternal entre eles me encantou completamente.

2) O trio de Waikiki - Eulachacha Waikiki

É óbvio que não iria faltar aqui o trio que mais me fez rir em 2018. Sim. Eles mesmos. O trio formado pelo Dong Goo (Kim Jung Hyun), Joon Ki (Lee Yi Kyung) e Doo Shik (Son Seung Won). As situações enfrentadas por esses três envolvem loucuras, brigas e desentendimentos, mas no fim, eles nos mostraram que ser amigo é justamente isso, compartilhar bons, maus e loucos momentos, bem como, aqueles micos básicos que a vida proporciona.

1) O trio de Mr Sunshine

Como podem perceber esse dorama está em quase todas as categorias né?! Mas gente, não tenho culpa do título ser tão incrível em tantos aspectos. Pois bem, o que dizer desse bromance incrível?! Dong Mae, Eugene e Hui Seong foram o trio de amigos mais improvável que já surgiu, os três tinham tudo para se detestarem, no início realmente não vão um com a cara do outro, mas a convivência e o fato de estarem  ligados por uma linha de coincidência os faz compartilhar muitos momentos e inesperadamente desenvolver uma amizade. E como eu disse na resenha, não é fácil explicar o motivo do bromance ser tão encantador em vista que ele é diferente dos demais citados devido às circunstâncias, mas justamente por ser uma relação tão representativa para a trama em geral, a mesma me marcou.

- MEGERA / VILÃ DO ANO

3) Hyun Soo Ah (Jo Woo Ri) vulgo A Cobra - My ID is Gangnam Beauty

Estavam sentindo falta dela? Pois não sintam mais porque é claro que a Soo Ah estaria presente na categoria de vilãs, afinal ser tão sonsa e duas caras não é para qualquer pessoa não. Mesmo que no final do dorama eu tenha compreendido quem era verdadeiramente a Soo Ah e até sentido pena dela, ainda assim não posso retirá-la desta lista, afinal ela me causou umas raivas a nível estratosférico.

2) Shin Ja Yeong (Go Sung Hee) - Mother

Olha, um dos personagens que mais odiei em toda a minha vida como dorameira, com certeza, foi esta aqui. Ja Yeong é a mãe da Hye Na na trama, ao invés de ser uma mãe amorosa que protege sua filha, ela simplesmente abusa dela, e pior, ainda finge que não vê o que seu namorado faz com a menina. A quantidade de vezes que essa mulher me fez passar raiva foi surreal, cheguei ao ponto de desejar entrar na tela só para espancar essa cara. Sinceramente, essa criatura não merece sequer ser chamada de mãe.

1) Seon WooHye (Lee Ji Ah) também conhecida como A Mulher de Vermelho - The Ghost Detective

E quem diria que a personagem misteriosa do dorama em questão se tornaria uma das piores vilãs de 2018, hein?! A mulher de vermelho, forma como ficou conhecida na trama, conseguiu me fazer odiá-la, mas inesperadamente também me despertou empatia simplesmente pelo fato de ser uma adulta resultado de muito sofrimento em uma certa época da vida. Creio que a autora quis retratar o que acontece quando uma pessoa faz más escolhas após eventos trágicos, e por ter se tornado alguém tão cheia de rancor e ódio, Woo Hye se torna uma vilã assustadora, capaz de matar alguém friamente com suas próprias mãos, causando raiva e até medo no telespectador. Por este motivo, ela ficou em primeiro lugar na categoria. 

- PIOR VILÃO

3) O serial killer de Voice 2

Se é para falar de vilões, preciso citar um dos que mais me assustou justamente por ser incrivelmente astuto. Assim como na primeira temporada de Voice, nesta aqui também temos um vilão marcante e completamente louco, entretanto, ao contrário de seu antecessor este possui um caso ainda mais grave de sociopatia. O maluco em questão é do tipo que planeja para que outros sejam obrigados a cometer o crime em seu lugar, ele quer "limpar" a sociedade seguindo suas próprias concepções, as quais só fazem sentido para ele. Ainda não publiquei a resenha completa deste dorama e nela explico mais detalhadamente o personagem, mas em breve publico, ok?!

2) Lee Seol Ak (Son Seok Koo) - Mother

Este é o namorado da mãe da Hye Na e um dos responsáveis por tornar a vida da pobre criança um verdadeiro inferno. Olha, eu odiei muito este homem! Tudo que ele fez com a Hye Na, a falta de consciência sobre suas ações, o que era capaz de fazer para se dar bem, nossa, é impossível assistir o dorama e não detestar o cara. Mesmo com a história de vida dele e as reflexões que me causou, ainda assim o considero o segundo pior vilão de 2018!

1) Yoon Hui Jae (Heo Joon Ho) - Come and Hug Me

Em primeiro lugar temos aqui um personagem complexo e detestável. Hui Jae é um serial killer assustador que aterrorizou não apenas os demais personagens da trama, mas também os telespectadores. Inicialmente, ele é uma figura paterna um tanto quanto estranha e somente quando descobrimos que o homem trabalhava como serial killer nas horas vagas compreendemos quão desestruturado psicologicamente ele é. Hui Jae ocupa a primeira posição por ser sido uma assassino cruel e frio, capaz de  machucar fisicamente e psicologicamente a sua própria família. Olha, este aqui é impossível de esquecer tamanho o ódio que me fez sentir, nossa!

Esta foi apenas a primeira parte de retrospectivas do blog, ainda trarei a segunda parte deste post, bem como, os melhores doramas e singles do kpop lançados em 2018, então fiquem de olho! Ah! Há muuuitas resenhas que estão na gaveta e pretendo este ano retirá-las de lá, inclusive algumas são de doramas que foram mencionados nesta e na retrospectiva anterior, perdoem a situação, mas é que são muitos títulos e pouco tempo para sentar e editar/revisar os posts, porém garanto que com o tempo todas estarão disponíveis, então aguardem! Por hoje é isso e até breve!

4 comentários

  1. BOA TARDE!!!
    Como sempre a retrospectiva 2018 esta maravilhosa kkkkkk
    sempre tem um descordia aqui e ali...kkkk
    nao vi ainda Mr Sunshine, entao nem tenho como descordar demais.
    Pra mim o bromance do Gong Woo Jin com o CHAN fio muito lindo, alias esse drama pra mim foi um dos melhores de 2018 em todos os topicos .
    Mais serio que adoro seu blog e assisto muito coisa por ter indicao aqui.
    Mais pelo amor de Deus cade o D.O de 100 days my prince???????
    E tenho outra confissão a fazer, eu sempre gostei de dorama, mais nao de kpop...(pode me julgar kkkkk) por culpa do blog aqui, pq ja me peguei vendo e are procurando videos do EXO. Entao ja pode assumir a responsabilidade!!kkkkk
    Valeu e estou no aguardo da parte 2.




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tati! :D
      Aaah fico feliz que tenha achado maravilhosa hehe'
      Claro que tem discórdia né? kkkk
      VEJA MR SUNSHINE, PELO AMOR DOS CÉUS! hahaha É UM DORAMA INCRÍVEL! Tem resenha dele aqui no blog, confira depois.
      Esse bromance do Woo Jin com o Chan foi marcante demais. E super concordo com o fato de que Thirty bu Seventeen foi um dos melhores doramas do ano!
      Ain obrigada! Fico feliz que confie nas minhas indicações e as confira!
      Infelizmente tive que retirar o D.O de 100 Days my Prince ~perdoa eu, por favorziinho~
      Olha só, estou te convertendo em kpopper? HAHAHAHAHA Eba! \o/
      Menina, EXO é vida! Se joga e vai conferir as canções deles porque só tem hino! Vou assumir sim a responsabilidade e com muito gosto! HAUHSAUSHAUHA'
      Para você que está chegando agora no kpop recomendo a categoria do blog chamada ~KPOPANDO, nela comento mensalmente as novidades musicais coreanas. Tu poderá conhecer vários grupos coreanos com esta categoria. Confira e me conta se gostou.
      Em breve sairá a parte dois, aguarde! Obrigada pelo comentário! <3

      Excluir
  2. Oi, Lu!! Concordo com tudo o que você disse sobre Come and hug me e Thirty but seventeen! Esses doramas foram maravilhosos! Eu não vi Mother e Mr. Sunshine, o possível final deles me trava! E na lista de melhor bromance não pode faltar o Je Hyuk e o Joon Ho, de Prison playbook. Esse dorama é fantástico do início ao fim! Você não considerou porque ele começou em 2017 e só terminou em 2018? Estou ansiosa pela parte 2!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Erica! Dois doramas incríveis né?! Amei muito esses dois e seus personagens. Aaah Erica, veja Mother e Mr. Sunshine. Olha, o final de Mother é emocionante mas muito justo e me deixou satisfeita. Quanto ao de Mr Sunshine, mesmo alguns não gostando, eu achei muito condizente com a época retratada e para mim, o final não diminuiu a qualidade do dorama como um todo, acho que deveria dar uma chance, sério. É um dorama MUITO BOM, um HINO! Leia a resenha aqui no blog, talvez eu te consiga te convencer. hahaha Ah! Sobre Prison playbook, a questão é que eu não o assisti ainda por isso não o considerei, mas pretendo ver este ano para resenhar aqui no blog, me falaram muito bem dele e fiquei com muita vontade de assisti-lo. A parte 2 sairá em breve! Obrigada pelo comentário!

      Excluir

Sua opinião também é importante. Comente e faça a blogueira feliz! (:

Topo